Notícias

Reunião sobre o “retorno” da catequese em São Sebastião do Maranhão – MG

Respeitando as recomendações comunicadas por Dom Otacilio ao clero e as recomendações dadas pela coordenação diocesana, a catequese em São Sebastião do Maranhão se prepara para retomar suas atividades. No entanto, algumas paróquias da diocese de Guanhães não pausaram suas atividades, pois  se adaptaram ao contexto da pandemia. “Não podemos ser pessimistas e nem tão otimistas, mas pés no chão” disse a coordenadora diocesana da catequese, Eliana Alvarenga Guimarães por videochamada em reunião com os catequistas da paróquia São Sebastião.

Sendo assim, essa reunião não se tratou apenas do retorno a catequese presencial, mas sim do retorno da catequese em qualquer que seja a modalidade. Padre Bruno deixou claro que “não é obrigatório o retorno presencial da catequese em todas as comunidades: as comunidades, as coordenações, catequistas e as  famílias irão  avaliar sobre essa possibilidade – assim como as missas presenciais ainda não retornaram em todas as comunidades, porém  não podemos continuar parados, pois já existem possibilidades (modalidades) que têm dado certo e  e na nossa diocese também há e têm dado certo.

A coordenadora diocesana da catequese, Eliana, orientou aos catequistas sobre essas modalidades da catequese e formação de catequistas: as formações têm acontecido por videoconferência e muito conteúdo já foi abordado desde o início da pandemia; o conteúdo da catequese não presencial é disponibilizado pela coordenação conforme  solicitação dos catequistas.

As turmas voltarão a se reunir presencialmente com a devida autorização dos pais (assinada), seguindo os protocolos de vigilância sanitária. Aqueles que ainda não se sentirem à vontade poderão dar continuidade a preparação catequética em suas casas – a igreja doméstica – e não ficarão prejudicados por isso.

Esta reunião foi uma experiência nova já que os catequistas estavam no salão paroquial de São Sebastião do Maranhão (MG) e a coordenadora de catequese estava em Guanhães e participou por videochamada; “Um encontro virtual, porém real” e que deu pistas de ação para o trabalho catequético nesta paróquia.

A coordenadora Eliana falou da alegria de   “se fazer presente” nesse encontro , agradeceu ao Pe Bruno pelo convite, parabenizou-o pela iniciativa  de promover esse encontro , colaborar com os trabalhos da catequese e orientar aos catequistas. Ela falou sobre as quatro comunidades da Diocese que estão realizando encontros virtuais com pais e crianças  e que estão ficando muito bons.

Concluindo,  ela também agradeceu aos catequistas pelo lindo trabalho realizado e parabenizou-os pelo Dia da Catequista.

PASCOM Paróquia São Sebastião do Maranhão – MG

 

 

 

 

 

Posse de Dom Marcello e outros párocos na diocese de Guanhães

No dia 10 de agosto de 2021, o nosso Bispo diocesano Dom Otacílio presidiu missa de posse de Dom Marcello Romano como pároco de Dores de Guanhães – MG. Participaram da celebração Pe Edmilson, pároco de Santana de Ferros, e Pe Salomão, pároco de São João Evangelista, representando o Clero da diocese de Guanhães.

O povo de Deus se fez presente, manifestando sua alegria e gratidão por receber o novo pároco.

Desde o mês de Julho Dom Otacilio tem visitado as paróquias empossando os respectivos pároco que acabam de chegar ou que já estão atuando há algum tempo mas por conta da pandemia não pode ser empossado como tal mas apenas apresentado, a saber:

Pe Guilherme Soares Lage, pároco na Paróquia São Pedro em São Pedro do Suaçuí – MG e tomou posse dia 22/07 às 19h;

Pe João Gomes Ferreira, pároco na Paróquia N Sra da Pena em Rio Vermelho – MG e tomou posse dia 29/7 às 19h;

Pe Edmilson Henrique Candido, pároco na Paróquia Sant’Ana em Ferros – MG e tomou posse dia 30/7 às 19h;

Pe Ivani Rodrigues, vigário na Paróquia N Sra da Conceição em Conceição do Mato Dentro – MG.

Em outro comunicado de transferências ao clero foi divulgado as posses dos padres:

Pe. José Aparecido de Pinho assumiu a Paróquia de Santo Antônio, em Peçanha – MG (missa de posse dia 17/08 às 19 horas).

Pe. José Aparecido dos Santos assumiu a paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Virginópolis – MG (missa de posse dia 18/08 às 19 horas)” e o Pe. João Carlos de Sousa é vigário em Peçanha – MG (missa de apresentação dia 18/08 às 19 horas).

Outras posses também foram realizadas:

Pe José Martins, administrador na Paróquia N Sra do Pilar em Morro do Pilar – MG (Missa de posse dia 28/05/2021 às 19 horas);

Pe Daniel Bueno Borges, pároco na Paróquia Sant’Ana em Água Boa – MG (missa de posse dia 25/07 às 09 horas);

Pe José Geraldo da Silva, pároco na Paróquia São Sebastião em Sabinópolis – MG (missa de posse dia 15/08/2021 às 19 horas) e apresentação do Pe Valter Guedes de Oliveira nesta mesma paróquia;

Pe André Eleotério Lomba, pároco na Paróquia São José em Paulistas – MG (missa de posse dia 19/08/2021, ás 18 horas).

Após um dos comunicados ao clero sobre as posses, já foram realizadas:

dia 01/08: missa de posse do Pe. Marinho em Dom Joaquim – MG às 09:30h;

dia 06/08: missa de posse do Pe. Derci em Divinolândia de MIinas – MG às 19:00h;

dia 13/08: missa de posse do Pe. Eduardo Dornelas em Matelândia – MG às 19:00h.

E, ainda, conforme o Chanceler da Cúria em comunicado ao clero, serão realizadas as seguintes:

dia 20/09 missa de Posse do Pe. Dilton e apresentação do Pe. Luiz Maurício em Santa Maria do Suaçuí às 19:00h;

dia 04/10 missa de Posse do Pe. Salomão em São João Evangelista às 19:00h”

Rezemos pelo bom êxito pastoral de cada um desses nossos irmãos que, como pároco, “são o pastor próprio da paróquia a ele confiada e “exerce o cuidado pastoral da comunidade que lhe foi entregue, sob a autoridade do bispo diocesano, em cujo ministério de Cristo é chamado a participar, a fim de exercer em favor dessa comunidade o múnus de ensinar santificar e governar, com a cooperação também de outros presbíteros ou diáconos e com a colaboração dos fiéis leigos, de acordo com o direito.” (CIC 519)

Foto: PASCOM de Dores de Guanhães

IGREJA NO BRASIL CELEBRA A SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA DE 8 A 14 DE AGOSTO

Portal Vida e Família

 

A Semana Nacional da Família começou oficialmente para os fiéis brasileiros. O início ocorreu neste sábado (7) em uma live organizada pela Comissão Episcopal para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Com o tema “A Alegria do Amor na Família”, as celebrações seguem até o próximo sábado (14). A abertura contou com a participação do arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor de Oliveira, que exaltou o papel da família na evangelização.

“A família é prioridade no caminho missionário e na vida da Igreja”, destacou o arcebispo. “Lá aprendemos que é bom servir e experimentamos a alegria de poder fazer o bem ao próximo. Esses aprendizados, que são permanentes quando bem vividos nos ambiente familiar, repercutem na vida em sociedade. A família tem uma nobre missão: ser o lugar onde primeiro se experimenta essa verdade cristã. A vida ganha sentido quando se torna oferta”, completou dom Walmor.

Dom Walmor Oliveira de Azevedo

O presidente da CNBB também ressaltou que o núcleo familiar é o local onde se dá os primeiros passos no exercício do altruísmo e da partilha, tão necessários para os tempos atuais.  “Alegramo-nos com a felicidade do outro experimentando a rica lição da palavra de Deus que é lema deste encontro: Dá e recebe e alegra a ti mesmo”, lembrou . “A família é a primeira escola do amor, instituição em que cada pessoa aprende que a vida deve se tornar uma oferta pelo bem do próximo”, reforçou.

 

É um tempo favorável!

Para o bispo da Diocese de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família, dom Ricardo Hoepers, a celebração da Semana Nacional da Família é um momento para levar a palavra de Deus a tantas pessoas que não conhecem a Cristo de forma mais profunda.

Dom Ricardo Hoepers, bispo de Rio Grande e presidente da Comissão Vida e Família | reprodução Youtube

“É um tempo favorável, um tempo de graça! Vivamos com alegria, com entusiasmo e intensidade essa semana. Desejamos que todas as dioceses possam se mobilizar e levar essa mensagem do Evangelho da alegria aos corações de cada família, de cada lar”, convocou o bispo durante a live.  “Que todos nós possamos nos congregar unidos na promoção, na defesa, no cuidado com as nossas famílias e com a vida”, apontou dom Ricardo.

 

Iniciativas por todo o Brasil

Exemplos de ações que serão realizadas entre este domingo (8) e o próximo sábado (14) em todo o país foram apresentadas durante o encontro on-line. Coordenadores regionais da Pastoral Familiar, padres e animadores partilharam as ações programadas e convidaram os fiéis para participar.

“Desejamos que todos os protocolos de saúde sejam seguidos e respeitados. Mas também motivamos vocês a buscarem viver profundamente essa semana, seja na família, no grupo ou movimento, na pastoral e em todo ambiente que for possível”, destacou Luiz e Khátia Stolf, casal coordenador nacional da Pastoral Familiar.

Luiz e Káthia Stolf, casal coordenador nacional da Pastoral Familiar | reprodução Youtube

Durante o evento on-line, foram recordados também os 25 anos do subsídio Hora da Família. A live foi concluída com um momento de adoração conduzido pelo bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ) e referencial da Pastoral Familiar no Regional Leste 1 da CNBB, dom Antônio Augusto Dias Duarte, e pelo casal coordenador do Setor Pós-Matrimonial, Ronaldo e Tatiana de Melo.

Assista:

 

Compartilhe

Para postar as atividades nas paróquias e dioceses nas redes sociais utilize a hashtag #SemanaNacionaldaFamília. Isso ajuda a fazer com que as publicações sejam vistas por mais pessoas, testemunhando a alegria de celebrar o amor na família.

 

 

Semana Nacional da Família

Neste ano, a Semana Nacional da Família – que ocorre sempre durante o mês vocacional, em agosto – tem a proposta de testemunhar a “A alegria do amor na família”, em sintonia com a vivência do Ano Família Amoris Laetitia, convocado pelo Papa Francisco.

 

Por André Luiz Gomes/Portal Vida e Família

MÊS DE AGOSTO É DEDICADO À ORAÇÃO, REFLEXÃO E ATIVIDADES NAS COMUNIDADES SOBRE O TEMA DAS VOCAÇÕES

O mês de agosto, conforme costume da Igreja, é dedicado à oração, reflexão e atividades nas comunidades sobre o tema das vocações. A cada semana do mês lembra-se uma vocação: na primeira a vocação para o ministério ordenado (diáconos, padres e bispos), na segunda semana para a vida em família, na terceira semana coloca-se em destaque a vocação para a vida consagrada, e na quarta semana contempla-se a vocação para os ministérios e serviços na comunidade, em especial o catequista.

“O amor é o pressuposto básico de toda e qualquer vocação. É dele que decorre a entrega de uma vida a serviço de Deus e do próximo. Estamos conscientes de que a nossa grande vocação é o retorno à casa do Pai, para o feliz convívio eterno com Deus, a fonte de todas as vocações. Mas tal retorno exige uma resposta de amor no dia-a-dia de nosso viver, que se realiza mediante uma vocação específica”. afirma dom Francisco Carlos Bach, bispo de Joinville (SC).

Nesta segunda semana de agosto, de 8 a 14, que é dedicada a vida em família, a Igreja propõe a reflexão acerca da importância da família no cotidiano das pessoas. Durante a Semana Nacional da Família, por exemplo, iniciativa proposta pela Pastoral Familiar, busca-se refletir, entre outros temas, sobre a mansidão e o amor familiar como vocação e caminho para santidade.

“Somos convidados a fazer a contemplação da Santíssima Trindade, a contemplação do Deus que é amor, que é família, e que criou as famílias humanas naturalmente vocacionadas para as fazer comungar nesse mistério de amor” (Trecho do Hora da Família).

Para também celebrar esta segunda semana do mês vocacional, o “Hora Vocacional“, elaborado pela Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, traz um roteiro de leitura orante, com o tema relacionado a vocação específica da família. O subsídio está a venda no site da Editora da CNBB.

O subsídio “Hora Vocacional” deseja inspirar-nos na verdade de que “Cristo nos salva e nos envia”, por meio de celebrações e reflexões importantes para a animação do mês vocacional, celebrado em agosto.

Formações

Como forma de proporcionar um encontro de formação, reflexão e interação vocacional que se inspira no tema do mês vocacional 2021, que é “Cristo nos salva e nos envia”, a revista Rogate de Animação Vocacional  em parceria com o Serviço de Animação Vocacional/Pastoral Vocacional, o Instituto de Pastoral Vocacional (IPV) e outros organismos da Igreja realizam a Hora Vocacional.

O evento acontece de forma on-line no mês de agosto. A experiência da realização de encontros on-line, por meio de uma plataforma de interação gratuita, é considerada positiva.

“Se não é possível o contato pessoal, por outro lado o encontro virtual permite a participação de pessoas de todas as regiões do Brasil e até mesmo de outros países, de forma segura. De certo modo, estamos buscando odres novos para vinho novo vocacional, em tempos de forte aceleração das tecnologias de presença on-line”.

Fonte: https://www.cnbb.org.br/o-mes-de-agosto-conforme-costume-da-igreja-e-dedicado-a-oracao-reflexao-e-atividades-nas-comunidades-sobre-o-tema-das-vocacoes/

Comunicado de Transferências

No início da tarde desta quarta-feira (28/07/2021), o Bispo Diocesano Dom Otacilio Ferreira de Lacerda, através do Chanceler da Cúria Diocesana Pe Dilton Maria Pinto, emitiu o comunicado ao clero na qual faz a transferência dos reverendíssimos padres:

Pe. José Aparecido de Pinho deixará a Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Virginópolis – MG e assumirá a Paróquia de Santo Antônio, em Peçanha – MG (missa de posse dia 17/08 ás 19 horas). O Pe. José Aparecido dos Santos deixará a Paróquia Santo Antônio, em Peçanha – MG e assumirá a paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Virginópolis – MG (missa de posse dia 18/08 às 19 horas)” O Pe. João Carlos de Sousa será vigário em Peçanha – MG (missa de apresentação dia 17/08 ás 19 horas). “Rezemos pelo bom êxito pastoral de nossos irmãos.”

Outras posses também foram agendas, conforme o Chanceler da Cúria em comunicado ao clero:

30/07 missa de Posse do Pe. Edmilson em Ferros às 19:00h;
01/08 missa de Posse do Pe. Marinho em Dom Joaquim às 09:30h
06/08 missa de Posse do Pe. Derci em Divinolândia às 19:00h
13/08 missa de Posse do Pe. Eduardo Dornelas em Matelândia às 19:00h
20/09 missa de Posse do Pe. Dilton e apresentação do Pe. Luiz Maurício em Santa Maria do Suaçuí às 19:00h
04/10 missa de Posse do Pe. Salomão em São João Evangelista às 19:00h”

MUTICOM 2021: Por uma comunicação integral: o humano nos novos ecossistemas

Nos dias 23 e 24 de julho de 2021, 100% on-line e gratuito, realizou-se o 12º MUTICOM – Mutirão de Comunicação para refletir: “uma comunicação integral: o humano nos novos sistemas”. O evento – promovido pela CNBB, realizado pela PASCOM BRASIL, SIGNIS BRASIL e RCR (Rede Católica de Rádios) – contou com cerca de 5600 comunicadores, entre eles, Bispos, padres, jornalistas, cristãos leigos e leigas e palestrantes.

Houve momentos de espiritualidade, palestras, apresentações culturais, reflexões e diálogos.

Palestras:

– Por uma comunicação integral: o humano nos novos ecossistemas (Prof. Dr. Massimo di Felice | ECA – USP)

-Comunicação para a paz em tempos de fake news e ultraconservadorismo (Prof. Dra. Magali Cunha)

– Comunicação para a paz em tempos de fake news e ultraconservadorismo (Prof. Dra. Magali Cunha)

-Era do onlife: real e virtual se (com)fundem. Também na Igreja? (Prof. Dr. Moisés Sbardelotto)

-Retomar as rédeas do mundo: o humano-cristão nos novos ecossistemas à luz da Fratelli Tutti (Prof. Dr. Norval Baitello Júnior | PUC-SP)

Mesa Redonda – Ecologia das mídias e nas mídias católicas (Prof. Dra. Adriana Braga | PUC-Rio e Prof. Dr. Jorge Miklos | UNIP)

– Comunicação para o bem viver em tempo de máxima desigualdade (Prof. Dra. Viviane Mosé)

– Utopias do mundo integral (Prof. Dr. Carlos Ferraro | Presidente de Signis ALC  – Argentina)

– Comunicação integral: influenciadores ou influenciados? (Prof. Dra. Elizabeth Saad | ECA – USP).

O tema do MUTICOM foi uma pista para o Comunicador repensar a urgência de suas efetivas respostas aos desafios que o tempo atual trouxe e estabelecer limites entre o que somos e o que queremos comunicar. Precisamos resgatar o humano. “Essa crise que estamos vivendo ‘vai nos fazer crescer ou vai nos destruir’”.

Da Diocese de Guanhães, participaram alguns cristãos leigos e leigas, como também o assessor da Pastoral da Comunicação, padre Bruno da Costa Ribeiro.

Mariza C. Pimenta Dupim.

(Se você deseja saber mais sobre o MUTICOM, acesse: muticom.com.br)

 

MISSA DE POSSE DO PADRE GUILHERME NA PARÓQUIA SÃO PEDRO

Na missa da Festa de Santa Maria Madalena(22/07/2021), com Rito de Posse Canônica, presidida pelo Bispo Dom Otacilio Ferreira de Lacerda e concelebrada por vários presbíteros da diocese, tomou posse como pároco da Paróquia São Pedro, em São Pedro do Suaçuí, o padre Guilherme Soares Lage.
Nos ritos iniciais, padre Dilton Maria Pinto, Chanceler da Cúria, leu a Provisão de Pároco. Após, entregou-a a Dom Otacilio, que repassou ao padre Guilherme que, em seguida, a apresentou a toda a assembleia participante a qual o saudou com palmas.
Antes da proclamação do Evangelho, padre Guilherme recebeu o Evangeliário de Dom Otacilio com as exortações próprias do rito e assumiu o compromisso de anunciar a Palavra de Deus a todas as pessoas.
No início da homilia, Dom Otacilio saudou os presentes e os que participavam por meio das redes sociais e os padres que concelebraram: Luiz Mauricio Silva, José Geraldo da Silva, José Aparecido dos Santos, Mário Gomes da Silva, Valter Guedes de Oliveira (cerimoniário) Padre Salomão Rafael Gomes Neto, Padre Hermes Firmiano Pedro e Padre Dilton Maria Pinto. Após, fez saudação aos seminaristas Filipe Ferreira Coelho, Alisson Sandro Anacleto da Silva, Thiago Dione Vileforte e o irmão Igor Soares. O prefeito municipal Euzébio Teixeira e demais autoridades foram acolhidos juntamente com os pais do padre Guilherme: Alberto Soares de Brito e Maria Aparecida Pereira Lage.
Em suas palavras, dom Otacilio destacou a vida de Santa Maria Madalena, a primeira testemunha de Jesus, vivo e ressuscitado. Ressaltou que há dois meses, celebrava a ordenação de padre Guilherme na festa de Santa Rita de Cássia e que na festa de hoje inicia seus trabalhos como pároco. Dando continuidade, destacou a missão do presbítero na paróquia. Dialogou com a assembleia perguntando se o novo padre poderia contar com o apoio da comunidade para o exercício de sua missão.
Após a homilia, aconteceu o Rito da Renovação das Promessas Sacerdotais. Nesse momento, Padre Guilherme foi interrogado publicamente para manifestar sua disposição de cooperar com o bispo, trabalhando em comunhão com ele e cuidando com zelo da Paróquia que lhe está sendo entregue.
Os próximos ritos foram da Profissão de Fé e o Juramento de Fidelidade, quando segurou o evangeliário e pronunciou a fórmula aprovada pela Santa Sé, conforme determina a disciplina da Igreja.
Nos ritos finais, padre Dilton fez a leitura da ata de posse sendo ela assinada pelo bispo diocesano e por todos os presbíteros presentes. Após, padre José Geraldo, representante de todos os presbíteros, dirigiu palavras de acolhida ao padre Guilherme, apresentou a disponibilidade dos irmãos do sacerdócio de colaborar na missão confiada e desejou sucesso na condução da primeira paróquia a qual denominou de “primeiro amor”.
A cristã leiga Marcia Peixoto Temponi, coordenadora da Comunidade Nossa Senhora das Graças, dirigiu ao pároco empossado uma mensagem de acolhida representando as lideranças comunitárias.
Antes da bênção final, Padre Guilherme manifestou-se aos seus paroquianos dizendo que gostaria de ser um pai de cada uma dessas ovelhas que a Igreja ora lhe confia. Ressaltou que o nome Guilherme significa cuidador e que ele deseja ser o bom pai do povo a ele confiado. Conclui pedindo forças a Deus e a intercessão de Santa Rita de Cassia, Santa Maria Madalena e São Pedro em sua missão.
A comunidade participou com júbilo desse momento marcante para história de nossa paróquia com 133 anos de caminhada. Rogamos ao Senhor para que abençoe o padre Guilherme e proteja em sua nova missão. Que São Pedro, nosso padroeiro, que foi o primeiro a receber as chaves do Reino, o inspire em sua missão de abrir portas e caminhos em São Pedro do Suaçuí.
Texto: Alessandro Gomes Alexandre
Revisão: Mariza Pimenta Dupim

Fotos: Paulo Henrique Alves Nunes

Publicação: Eliana Maria de Alvarenga Guimarães

 

Dom Otacilio emite novo comunicado sobre transferência do Clero

No final da tarde desta quarta-feira (07/07/2021), o Bispo Diocesano Dom Otacilio Ferreira de Lacerda, através da Chancelaria Diocesana emitiu o comunicado ao clero no qual faz a transferência dos reverendíssimos padres:

Pe Guilherme Soares Lage, atualmente vigário na Paróquia N Sra da Conceição em Conceição do Mato Dentro – MG, será pároco na Paróquia São Pedro em São Pedro do Suaçuí – MG e toma posse dia 22/07 às 19h;

Pe João Gomes Ferreira, atualmente administrador da Paróquia Sant’Ana em Ferros – MG, será pároco na Paróquia N Sra da Pena em Rio Vermelho – MG e toma posse dia 29/7 às 19h.

Pe Edmilson Henrique Candido, atualmente administrador da Paróquia N Sra da Pena em Rio Vermelho – MG, será pároco na Paróquia Sant’Ana em Ferros – MG e toma posse dia 30/7 às 19h;

Pe Ivani Rodrigues, atualmente administrador da Paróquia São Pedro em São Pedro do Suaçuí – MG será vigário na Paróquia N Sra da Conceição em Conceição do Mato Dentro – MG.

Rezemos pelos sacerdotes para que sejam bem acolhidos em sua nova missão e cumpram com amor e dedicação o serviço para com a Paróquia e a parte do Rebanho do Senhor a qual lhes foram confiados.

Supliquemos o Divino remédio e proteção – 234º Jubileu do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos

A Diocese de Guanhães foi agraciada com a realização do 234º Jubileu do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos – Conceição do Mato Dentro – MG, de 13 a 24 de junho de 2021, com o tema: “O Sangue do Bom Jesus derramado por todos nós na Cruz seja nosso remédio e proteção”; e com o lema: “Se queres, podes me curar” (cf. Mt 8,2).
Como fruto deste grande retiro espiritual que foi o Jubileu, ofereço esta singela oração:

 

Ó Deus, no cume desta colina, aos pés do Vosso Filho, o Bom Jesus,
Contemplamos o infinito amor que tendes por nós,
E porque nos amais, nos destes o Vosso Filho,
Para que todo aquele que n’Ele viver e crer não morra, mas tenha a vida eterna.

Cremos, Ó Deus, que o Sangue derramado do Vosso Filho por amor de nós,
É a verdadeira expressão da Vossa misericórdia para a redenção da humanidade;
Um amor invencível e imensurável que nos faz novas criaturas,
A fim de que morramos para o pecado e vivamos para Deus.

Nós Vos pedimos, Ó Deus, dai-nos firmeza, coragem, graça
E força, para que que, em nossa fraqueza e miséria,
Acolhidos e envolvidos pelo Vosso abraço misericordioso,
Firmemos os passos com a presença do Bom Jesus e o Santo Espírito.

Que o Vosso Sangue nos lave, nos purifique plenamente,
E o fogo abrasador do Vosso Amor faça arder nosso coração,
para sermos curados e protegidos de toda enfermidade
e não cairmos em nenhuma tentação, e libertos de todo o mal.

Ó Deus, tão somente Vós sois o nosso bem, o Sumo Bem,
Concedei-nos a graça de viver as Bem-Aventuranças
Pelo Vosso Filho, o Bom Jesus, a nós comunicadas na montanha,
A serem vividas no árido e desafiador chão do quotidiano.

Ó Deus, nutridos pelo Pão da Palavra e da Eucaristia,
Vivendo o Mandamento do Amor que o Vosso Filho
Não apenas nos deu, mas plenamente viveu, amando-nos até o fim,
Sejamos uma Igreja da caridade, misericordiosa, acolhedora e missionária.

Ó Deus, que a cada Santo Jubileu celebrado, renovemos em nós
A alegria Pascal, como discípulos missionários do Senhor,
Sendo no mundo o sal que dá sabor e a luz que ilumina a escuridão,
Sonhando e participando da construção de um mundo justo e fraterno. Amém.

Seminaristas se preparam para o Ministério Ordenado

Quatro seminaristas do Curso de Teologia da Diocese de Guanhães, deram mais um passo importante no caminho formativo rumo ao sacerdócio.

As celebrações aconteceram na sexta-feira (25/06), às 19h, e no sábado (26/06) às 9h em missa presidida pelo bispo diocesano Dom Otacilio Ferreira de Lacerda, na Sé Catedral São Miguel Arcanjo.

Dos quatro seminaristas que atualmente cursam a Teologia, um foi admitido e os outros três instituídos no Ministério de Leitor, de acordo com o período da formação. Quem faz a acolhida e instituição é sempre o bispo diocesano, primeiro responsável pela formação dos seminaristas e futuro ordenante dos mesmos.

Admissão

O seminarista Anderson Alves Rocha, natural de Divinolândia de Minas/MG, foi admitido como candidato às Ordens Sacras. O rito formaliza oficialmente que o seminarista foi aceito pela Igreja como candidato para o ministério presbiteral. Isso equivale dizer que o mesmo passa para um momento muito mais sério de sua formação e terá ainda mais a obrigação de configurar o seu coração ao Coração de Cristo, pastor supremo.

Leitorato

os seminaristas Filipe Ferreira Coelho, natural de Guanhães/MG, Thiago Dione Vileforte, natural de São Sebastião do Maranhão/MG, e Vinicius Lucas Pereira Brandão, natural de Paulistas/MG, receberam o Ministério de Leitor e se tornaram leitores oficiais das Sagradas Escrituras na liturgia, recebendo assim a função de anunciar e ensinar as Escrituras, pela pregação, vida e oração. Aqueles que já foram admitidos como candidatos às Ordens Sacras irão com esse ministério, além de tornarem-se leitores instituídos da Palavra na assembleia orante, deverão crescer no contato cotidiano com a Palavra, para que sempre mais anunciem e vivam a Boa Notícia de Jesus Cristo.

 

A Celebração

A Celebração aconteceu de forma serena, alegre e expressiva. Houve a participação de alguns padres da nossa diocese, formadores do Seminário Provincial do Sagrado Coração de Jesus, em Diamantina/MG, familiares e amigos de nossos formandos. Na homilia, Dom Otacilio ressaltou a importância de cada passo na caminhada em preparação ao sacerdócio, e enfatizou: “esse momento é pequeno e simples, mas é gigante e muito significativo para a vida de vocês e para a caminhada. Desse pequeno passo, depende todos os outros.”

Que Deus em sua bondade, abençoe a estes jovens que se dedicam ao Reino na oferta generosa de suas vidas, em favor dos irmãos. Rezemos por eles, pelos seus formadores, pela nossa diocese e pelas vocações. Que são Miguel, nosso patrono, interceda a Deus por todos nós.

Texto: Michel Araújo  Pascom Diocesana

Fotos : Pascom São Miguel de Guanhães.

Mais fotos em: https://www.facebook.com/DioceseDeGuanhaes/photos/?ref=page_internal

A Palavra do Pastor
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More
“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“A quem iremos, Senhor?” Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre nossas opções, sobre o discernimento que...
Read More
A missão e o Alimento indispensável – Homilia 19º Domingo Comum – Ano B

A missão e o Alimento indispensável – Homilia 19º Domingo Comum – Ano B

A Liturgia do 19º Domingo do Tempo Comum (ano B), continuamos a refletir sobre um tema de extrema importância: Jesus...
Read More

Temos fome e sede de Deus – XVIII Domingo do Tempo Comum

Com a Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre o Jesus, o Pão da Vida, e,...
Read More
A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

“Qual é o lugar que concedemos a Deus na nossa vida? Na cultura contemporânea está presente um indubitável processo de...
Read More
Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Com a Liturgia do 17º Domingo do Tempo Comum (ano B), contemplamos a ação de Deus: é próprio do Seu...
Read More
“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade” Reflitamos à luz deste parágrafo do Sermão sobre os pastores, escrito pelo Bispo...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto:

Arquivo