Paróquia Santo Antônio/ Coluna-MG

Igreja Matriz

Padre Eduardo Dornelas da Cruz, Administrador Paroquial

Comunidades, Pastorais e Movimentos da Paróquia Santo Antônio

A Paróquia Santo Antônio é formada por 24 Comunidades: N. Sra. da Conceição Aparecida (Jacome), São José (Matinada de Cima), Nossa Senhora de Fátima (Córrego Vermelho), Nosso Senhor Bom Jesus (Bonfim), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Borges), São Pedro (São Pedro do Itimirim), Nosso Senhor Bom Jesus (Japão), Nosso Senhor Bom Jesus (Juquiza), Nosso Senhor Bom Jesus (Piaus), Nossa Senhora da Saúde (Barro Branco), São Sebastião (Santa Maria da Matinada), Nossa Senhora das Graças (Jurema), Nosso Senhor Bom Jesus (Cidade de Frei Lagonegro), Sant`Ana e São Joaquim (São Joaquim), Santo Antônio (Santo Antônio), Nossa Senhora das Graças (Barra do Frei), Nossa Senhora da Conceição (Jambeiro), Nossa Senhora Aparecida (Flores), São Sebastião (Folhas), Nossa Senhora da Conceição Aparecida (Grota D`Antas), Nossa Senhora de Fátima (Varjão), Nossa Senhora da Conceição Aparecida (Jacurizinho), Furtuoso, Nossa Senhora Salete, Santo Antônio (Coluna).

As pastorais existentes compreendem a Dimensão Bíblico-Catequética, Pastoral Litúrgica, Pastoral da Juventude, Pastoral do Dízimo e Pastoral da Criança. As pastorais não estão todas na mesma proporção em todas as comunidades, muitas que existem em uma não estão em outra.

Os movimentos existentes são: Legião de Maria, Terço dos Homens, Terço das Mulheres, Terço dos Jovens, Apostolado da Oração, Sociedade São Vicente de Paulo. Como as pastorais, os movimentos também não estão na mesma proporção em todas as comunidades, muitos que existem em uma não estão em outra.

Há também na cidade de Coluna uma rádio comunitária: Rádio Comunitária Coluna FM, dessa maneira há uma interação muito frutuosa entre a rádio e a paróquia.

História da Paróquia Santo Antônio

A Paróquia Santo Antônio, antes de sua criação, pertencia como capela à Paróquia São João Batista de Itamarandiba e logo depois, de São José de São José do Jacuri.

A primeira capela, situada nas proximidades do atual posto de gasolina no centro da cidade, foi edificada no ano de 1889 e durou até 1930 quando foi demolida para dar lugar àquela que seria a primeira matriz. A demolição foi forçosa pois o edifício possuía estrutura para uma durabilidade secular. No entanto se aproximava a grande festa de recepção do primeiro padre do lugar (1933) que viria a ser o Reverendíssimo Padre João da Silva Chaves. Também o povo planejava pedir pela criação da paróquia, por essa razão, construíram o mais magnífico Templo jamais visto antes ou depois. Durou apenas 14 anos: a majestosa matriz veio abaixo em 1947. Ruiu pela ação de cupins.

Em maio de 1941, Dom Serafim Gomes Jardim em visita pastoral à Coluna, acolheu o pedido do abaixo-assinado das autoridades locais pela criação da paróquia o que foi prontamente atendido. Em 9 de setembro do mesmo ano, foi baixado Decreto Arquiepiscopal criando a Paróquia Santo Antônio da Coluna que seria instalada oficialmente, em 10 de maio de 1942. Tendo como seu primeiro pároco a o Reverendíssimo Sr. Padre Otávio Domingos da Silva.

Naquele tempo, uma casa de teatro da paróquia já houvera se tornado matriz, improvisada com uma torre muito simples, dois sinos afinados em mi e sol (conservados até hoje).

Por volta de 1948, o Reverendíssimo Padre Raul Mello deu início a construção da nova e atual Matriz, sendo substituído pelo patrício Reverendíssimo Padre João da Silva Chaves em princípios da década de 1950, que deu continuidade à obra. Porém essa obra fora embargada pelo novo arcebispo metropolitano de Diamantina, Dom João de Souza Lima. O arcebispo desejava que a nova matriz fosse construída no lugar da que caíra (hoje, no meio da praça), mas os alicerces da atual já estavam prontos. Resultado: o pároco ficou revoltado, adoeceu e foi transferido. Padres vizinhos auxiliaram a paróquia até a chegada em 15 de fevereiro de 1959 do saudoso reverendíssimo padre Sady Pereira da Silva que, com coragem e muito apoio, deu prosseguimento à obra embargada e a inaugurou em junho de 1964 tendo como arcebispo o Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Geraldo de Proença Sigaud.

Essa atual matriz, a quarta edificação para o Culto Divino, não sofreu alterações substanciais conservando, pois, suas principais características até os dias atuais.

Padres que assistiram a Paróquia Santo Antônio

1º – Frei Bernardino de Lagonegro

Paroquiou de 05 de fevereiro de 1885 (ou antes disso) até 1863. Naquele tempo, a Diocese de Diamantina, recém criada (1854 pela “Gravissimum Solicitudinis” de Pio IX ficou com um bispo nomeado, Padre Marcos Cardoso de Paiva que se exonerou em 1860 ficando a Sé vacante até 1864 quando tomou posse o recém sagrado Dom João Antônio dos Santos.

2º – Padre Heráclio C. Torres Mangueira (de 31-08-1864 a 09-05-1965)

3º – Padre Antônio Alves dos Reis (de 01/1864 a 12-03-1866)

4º – Padre José Pinto Ferreira e Souza (de 29-04-1866 a 11-10-18890)

5º – Padre Cândido Antônio Vieira (de 21-04-1885 a 11-10-1890)

6º – Padre Virgílio Rodrigues Valle (de 06/1892 a 04/1894)

7º – Padre José Amador dos Santos (depois Cônego de 12-10-1890 a 08/1907)

8º – Padre Levy Pires de Oliveira (de 11/1907 a 04/1911)

9º – Padre Carlos Amador dos Santos (05-01-1908)

10º – Padre Agostinho Arguelles (de 1909 a 1913)

11º – Padre Leopoldo da Silveira Seabra (de 1911 a 06/1915)

12º – Padre Joaquim Mendes Cardoso (de 1916 a 1921)

13º – Padre Lothário César Alves Pereira (de 1922 a 1924)

14º – Padre Luiz Humberto Becattini (de 22-09-1925 a 1928)

– Padre Leopoldo da Silveira Seabra (de 1931 a 1935) repetidamente.

15º – Padre Davino Morais (depois Cônego de 05-08-1935 – somente em Coluna)

16º – Padre Lauro Vilela (1935 – em Coluna)

17º – Padre José Ignácio de Melo (depois Cônego 1935 – somente em Coluna)

18º – Padre Joaquim Higínio (1935 – somente em Coluna)

19º – Padre Francisco de Paula Câmara (1935 – somente em Coluna)

20º – Padre Otávio Domingos da Silva (de 1936 a 1941)

21º – Padre José Wilson Sampaio (de 1946 a 1948)

22º – Padre Raul Melo (de 1948 a 1952)

23º – Padre João da Silva Chaves (de 1953 a 1958)

24º – Padre Afonso de Araújo Silva (de 1958 a 15-02-1959)

25º – Padre Sady Pereira da Silva (de 15-02-1959 a 13-09-2007)

26º – Padre Osvanil do Nascimento (de 2001 a 2003)

27º – Padre Dilton Maria Pinto (de 2004 a 2008)

28º – Padre Mário Gomes da Silva (de 2006 a 2009)

29º – Padre José de Brito Filho (de 2008 a 2012)

30º – Padre Pedro Johannes Daalhuizen (de 2013 a 2016)

31º – Padre Jacy Diniz Rocha (de 2016 a 2017 – Foi ordenado bispo no dia 08/07/2017, hoje é bispo da Diocese São Luiz em Cáceres – MT)

Cooperadores sem provisão, mas que também colaboraram com a Paróquia Santo Antônio da Coluna: Monsenhor Pinheiro, Padre Marciano Siqueira, Monsenhor Otacílio Queiroz, Monsenhor Elair Sales Diniz, Padre Raimundo Antônio de Lisboa, Padre Geraldo Gabiroba, Cônego José de Ávila Garcia, Monsenhor Geraldo do Nascimento Lúcio, Padre Luis Barroso, Diácono João de Sena Rocha e outros.

Há, guardadas, histórias impressionantes de alguns desses sacerdotes contadas pelos antigos moradores e antigos colegas como Padre Celso de Carvalho.

Padres filhos de Coluna

1º Padre João da Silva Chaves – ordenado em 1933

2º Frei Lucas Maria de Coluna

3º Padre Afonso de Araújo Silva

4º Padre Antônio…

5º Padre José Aristeu Vieira (Foi ordenado bispo no dia 02/05/2015, hoje é bispo da Diocese São Rafael em Luz/ MG)

6º Frei Afonso Maria da Paixão

7º Padre Saint-Clair Ferreira Filho (In Memoriam)

8º Padre José Dias da Silva (In Memoriam)

Texto de Autoria de Antônio Gomes da Silva

Contato

Endereço:
Praça Herculano Torres, 41 – Coluna, MG
CEP 39770-000

Telefone:
(33) 3435-1790

Email:
paroquiacoluna@gmail.com

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

A Palavra do Pastor
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More
“A Deus o que é de Deus” – Homilia – XXIX Domingo do Tempo Comum do Ano A

“A Deus o que é de Deus” – Homilia – XXIX Domingo do Tempo Comum do Ano A

A Liturgia do 29º Domingo do Tempo Comum (ano A) tem como tema principal a subordinação de nossa existência a...
Read More
O Banquete do Cordeiro e a “veste” apropriada (-Homilia- XXVIII Domingo do Tempo Comum -Ano A

O Banquete do Cordeiro e a “veste” apropriada (-Homilia- XXVIII Domingo do Tempo Comum -Ano A

O Banquete do Cordeiro e a “veste” apropriada A Liturgia, do 28º Domingo do Tempo Comum (Ano A), apropria-se de...
Read More
A Vinha do Senhor e os frutos esperados por Deus – Homilia- XXVII Domingo Comum do Tempo A

A Vinha do Senhor e os frutos esperados por Deus – Homilia- XXVII Domingo Comum do Tempo A

  Com a Liturgia do 27º Domingo do Tempo Comum (ano A), refletiremos sobre os frutos abundantes que  o Senhor...
Read More
O imperativo da conversão no trabalho da Vinha do Senhor- Homilia para o XXVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

O imperativo da conversão no trabalho da Vinha do Senhor- Homilia para o XXVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

  Com a Liturgia do 26.º Domingo do Tempo Comum (ano A), contemplamos um Deus que chama a todos para...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto:

Arquivo