Joel Fernandes

Aniversariantes do mês de Dezembro

LISTA ANIVERSARIANTES DEZEMBRO

Dezembro Clero

04 Pe. Alípio José de Souza Nascimento / Ordenação 1963

08 Pe. Itamar José Pereira Ordenação

10 Pe. João Evangelista dos Santos Ordenação

10 Pe. José de Brito Filho Ordenação

10 Dom Jeremias Antônio de Jesus Ordenação Presbiteral

11 Pe. Amarildo Dias da Silva Nascimento

12 Pe. Luiz Maurício Silva Ord. Diaconal e Presbiteral

13 Pe. Ismar Dias de Matos Nascimento

17 Dom Marcello Romano Ordenação Presbiteral

21 Diácono André Luiz Eleotério da Lomba Nascimento

Dezembro Consagradas/Religiosas

03 Irmã Neusa Alves dos Santos (Clarissa Franciscana – C.M.D.) Nascimento

03 Irmã Maria Inês de Almeida (Clarissa Franciscana – C.M.D.) Nascimento

08 Maria Raquel Mendes Soares (Guanhães – Coop. Família Profissão Religiosa

Dezembro Funcionários

06 Bruno (Rádio Vida Nova) Nascimento

07 Verônica Lúcio dos Reis (serv. Gerais São Pedro) Nascimento

12 Terezinha Rosa da Silva (serv. Gerais Sra do Porto) Nascimento

20 Marina de Carvalho Costa Nascimento

21 Claúdia Rocha (Rádio Vida Nova) Nascimento

26 Leone Souza da Silva (sec. Dom Joaquim) Nascimento

28 Laiz Maria Silva (sec. Cantagalo) Nascimen

Orientações de Dom Jeremias sobre a Semana Santa

A Semana Santa – Memorial da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo – que é para nós um grande retiro espiritual  como se nós estivéssemos lá, vivendo com Jesus o que Ele viveu. Ela é o coração do Ano Litúrgico.  O nosso desafio é sermos missionários para evangelizarmos o povo a fim de que entendam o sentido real da Semana Santa. Continue lendo

No coração da sociedade estão os cristãos leigos e leigas

Aonde você for, sem dúvida, encontrará um/a cristão/ã leigo/a testemunhando o Evangelho de Jesus Cristo. Nas ruas, no campo, nas periferias, nas empresas e indústrias, nas escolas e hospitais, em diversos postos de trabalho, enfim, estará um cristão/ã leigo/a cultivando os princípios éticos fundamentais para a vivência do amor, da solidariedade, da justiça.

Infelizmente, temos visto cristãos/ãs desviando-se do Caminho. Isso nos entristece a todos/as. Crescem os casos de pessoas batizadas envolvidas com corrupção, violência, discriminação, maus tratos a animais etc. Pessoas que celebram a Missa, que participam da mesa eucarística, comem do mesmo pão que sacia a nossa fome por liberdade, paz, amor, mas não entram em comunhão com o Senhor na vida diária. Eis o nosso maior desafio! Rezemos ao Pai a fim de que nos livre do mal!

Aproxima-se a celebração do Natal. Todos os anos, comemoramos o nascimento de Jesus. Esse evento muda radicalmente a nossa vida. A presença do Filho de Deus no mundo reacende a nossa esperança de dias melhores.  Mesmo diante de tantos obstáculos que nos inibem de promover o bem, a graça de Deus nos dá a possibilidade de nascer com Cristo cotidianamente. E é exatamente isso o que vemos quando encontramos um cristão/ã leigo/a cumprindo a missão de discípulo do Senhor.

Incansáveis, veem-se leigos/as em todos os espaços sociais, porque não se cansam de professar a fé de Jesus Cristo. Em nossa comunidade paroquial existem muitos/as. Eles/as são organismos vivos. (…) assim nós, embora sejamos muitos, formamos um só corpo em Cristo, e cada um de nós é membro um do outro (Romanos 12,5).A igreja respira por meio deles. A beleza que nos encanta a todos/as, nas celebrações, no serviço pastoral e missionário, na atenção com os mais necessitados de cuidado, no trabalho, em casa, nos espaços de convivência, você encontra nas mãos e no coração dos cristãos/ãs leigos/as.

Não estão assim à espera de uma novidade? Não são testemunhas fiéis da Boa Nova? Eu me pergunto enquanto escrevo este texto. Não resta dúvida de que a resposta é sim. Com ouvidos e olhos atentos, cristãos/ãs leigos/as anunciarão a eterna novidade do mundo. Quando, novamente, celebrarmos o Natal, você ouvirá homens e mulheres de fé cantando: Nasceu Jesus!

Luís Carlos Pinto

Dom Jeremias faz pronunciamento ao vivo pela Vida Nova FM sobre encaminhamentos pastorais

O Revmo. Bispo Diocesano de Guanhães, Dom Jeremias Antonio de Jesus, fez um pronunciamento, na tarde desta sexta-feira, 11/08, transmitido ao vivo pela Vida Nova FM a respeito dos encaminhamentos pastorais.

Ouça na íntegra:

O padre Inácio Rocha, Administrador da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Pito, e da Paróquia Nossa Senhora do Porto, emitiu uma nota para esclarecer sobre o seu pedido de transferência para outra Paróquia:

“Querido povo de Deus,

Primeiramente agradeço o gesto de carinho dispensado a mim por tantas pessoas queridas que acompanham o meu trabalho enquanto Administrador da Paróquia Nossa Senhora Aparecida no Pito.

Contudo é necessário fazer alguns esclarecimentos sobre o assunto de minha transferência para uma outra Paróquia.

Quero reafirmar publicamente que Sua Excelência Dom Jeremias, Bispo desta Diocese, é um pastor zeloso e se mostra todos os dias um grande pai e amigo. Não entrarei no mérito de transferências de padres e suas normas que são normais dentro da Igreja.

Mas é preciso dizer e deixar bem claro a todos e a todas, que desde a minha chegada na Diocese, deixei sempre e de uma forma transparente, que sou contemplado com um convênio entre a minha Comunidade Religiosa, pois sou um padre pertencente a uma Congregação Religiosa “PEQUENOS IRMÃOS DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO”, e a Diocese de Guanhães.

Esclareço a todos e a todas que eu, Padre Inácio Rocha, solicitei ao senhor Bispo a possibilidade de fazeruma nova experiência em outra Paróquia, haja vista meu cansaço físico e mental em administrar duas Paróquias.

Saliento que este pedido não foi do agrado de Dom Jeremias, mas como sempre, é muito atento às nossas necessidades, me pediu um tempo para rezar e refletir sobre o assunto.

Sem mais,

Padre Inácio.”

Foto: Joel Fernandes/Rádio Vida Nova FM

Tradicional Festa Nossa Senhora do Rosário de Sabinópolis começa nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, 03 de agosto, começará a tradicional A Festa de Nossa Senhora do Rosário, em Sabinópolis. A Festa é a mais tradicional da cidade. Cada ano, um casal é selecionado para ser rei e rainha e, na maioria das vezes, as pessoas se vestem assim, como forma de agradecimento por uma graça, e realizam a festa juntamente com uma comissão organizadora. Continue lendo

Curta Nossa Fanpage:

Empresas que possibilitam este projeto:

Arquivo