Primeiro Congresso missionário do Regional Leste II em Ipatinga

No Primeiro Congresso Missionário do Regional Leste II da CNBB, fomos convidados a reconsiderar a missão a partir da celebração do Ano Santo da Misericórdia. O Papa Francisco ressaltou em mais de uma ocasião o sentido de toda ação pastoral, como “o exercício da maternidade da igreja”. A missão, antes de anúncio explícito de uma verdade de fé, significa proporcionar a experiência desse encontro com Deus que se revela para nós, misericórdia e compaixão como mãe e pai que acolhem os seus filhos. Com efeito, a missão brota do coração misericordioso de Deus. Esse é o sentido profundo da missão D’Ele, de onde decorre a missão da igreja: somos enviados pelo próprio Jesus, a anunciar a misericórdia do Pai , como ele  o fez. Por isso a Igreja Missionária não pode deixar de ser mãe, de coração aberto. O tema do lº Congresso Missionário Regional Leste 2 foi: Missão, fruto da Misericórdia e o lema: Como o pai me enviou Eu também vos envio (Jo 20-21).   Iniciou-se no dia 22 de setembro de 2016 às 19:00 com abertura do congresso feita pelos bispos presentes, dentre eles o bispo da diocese de Itabira e Coronel Fabriciano Dom Marco Aurélio. No dia 23 de setembro de 2016  iniciou-se o primeiro dia de trabalhos  que foi realizado na paróquia Cristo Libertador no Santuário São Judas Tadeu em Ipatinga. Começamos às 8:00 horas da manhã com oração da manhã e a partir das 8:30 com a palestra ministrada pelo Padre Sidney com o tema “ A misericórdia é o próprio coração da missão de Deus.” Segunda parte do período da manhã tivemos a segunda palestra ministrada pelo mesmo assessor e como tema:  Contemplar o Mistério da Misericórdia o cotidiano da missão de Jesus. Logo após, tivemos um momento de partilha entre os participantes do evento e em seguida o almoço.  No período da tarde realizou-se oficinas de trabalhos missionários realizados  por bispos e padres diversos. Em seguida, aconteceu a apresentação de cada grupo e encerrou-se o primeiro dia  com a celebração eucarística presidida por Dom Esmeraldo e concelebrada por demais bispos e padres presentes. Participaram desse congresso mais de 300 pessoas: bispos, padres, consagrados, leigos e leigas de várias dioceses que compõem o Regional leste II. A Diocese de Guanhães tem como representantes Padre Dilton, seminarista Tharley e vários leigos e leigas de várias paróquias da nossa Diocese de Guanhães.

No dia 24, o segundo dia, os trabalhos  foram intensos, o tema apresentado foi: A MISSÃO DA IGREJA: “O SERVIÇO MATERNO DA MISERICÓDIA”.  Palestra esta administrada pelo Padre Sidney que abordou pontos fundamentais, tendo como base o Documento 108 da CNBB, juntamente com as palavras do Papa Francisco sobre o que significa a Misericórdia.

A missão missionaria é o paradigma de toda obra da igreja, a missão mesma, provém desse impulso da misericórdia, que brota do coração de Deus: por isso, a “missão é o coração da igreja.” É este o exercício da maternidade da igreja que o Papa Francisco apresenta e espera que seja sua atividade pastoral, sendo concretizado por uma pedagogia que vai desde a primeira aproximação, passando uma contínua e progressiva atitude de acolhida. A igreja como mãe, deve educar seus filhos por meio da misericórdia, por seus atos e palavras, nos encontros e atividades administrativas, pessoal e coletivamente.

Deve-se a todo instante ter essa comunhão missionária de anunciar o evangelho a todos e em todos os lugares, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnância e sem medo. O fruto da missão misericordiosa se estabelece pela busca do mistério no caminho missionário, e para isso, apontam-se cinco passos para a missão:

– Primeiro acompanhar: para que assim o outro se sinta acompanhado no espirito missionário da evangelização;

– Segundo frutificar: seria o gesto de discernir os valores missionários e valorizar as conquistas e avanços;

– Terceiro Festejar: a celebração é o ápice do jubilo em agradecer na ação litúrgica do encontro com o Cristo à vida de cada pessoa;

Na segunda parte do dia trabalhou-se o seguinte tema: “CAMINHOS PARA DESENVOLVER DE MISERICÓDIA A NOSSA MISSÃO”. Nesta etapa o palestrante Dom Esmeraldo trabalhou os desafios da missão. A presença do Cristo entre nós é a verdadeira certeza, do verbo que se fez carne e traçou sua missão nos tortuosos caminhos da Galileia. A sua gratuidade de estar em missão, de levar sua palavra de amor e esperança aos mais sofredores e fazer deles novos missionários para que testemunhassem sua misericórdia. Lembrando que a iniciativa é sempre de Deus, que por amor a humanidade envia seu filho em missão neste mundo, mas não deixa de retornar novamente à glória celeste.

Um grande missionário se fez Paulo, que para nós foi um missionário de grande bravura no seu testemunho de conversão e amor ao Cristo. A missão vivida pelos primeiro cristãos abre o itinerário para viver a cristandade missionária no caminhar e na misericórdia infinita.  Assim como o pai envia seu filho, hoje ele nos pede para sermos missionários da missão em comunidade e desenvolver a misericórdia com amor incondicional para com todos.

No dia 25 , foram apresentadas as propostas do congresso de maneira geral e também apresentado o tema da campanha missionária de 2016,  que traz como tema: “CUIDAR DA CASA COMUM É NOSSA MISSÃO”. Momento este trabalhado pelo Padre Mauricio da Silva Jardim que é o diretor das Pontifícias Obras Missionarias no Brasil (POM). Foi apresentado um vídeo falando sobre a campanha missionária do mês de outubro que é o mês missionário e também sobre como são aplicadas as ofertas da campanha em obras missionárias nos cinco continentes do mundo.

Este ano de 2016 a Campanha Missionária está em comunhão com a encíclica do Papa Francisco “Laudato Sí” sobre o cuidado com a casa comum. A coleta nacional acontecerá nos dias 22 e 23 de Outubro de 2016.  Nas considerações finais,foram apontados os objetivos do que foi proposto durante os três dias de trabalhos e tudo aconteceu com  uma organização constante, e participação de todos durante os momentos de partilhas de experiências, testemunhos e falas.

Às 10:40 foi realizada no santuário São Judas Tadeu a Missa de Encerramento I, sendo presidida por Dom Marco Aurélio bispo de Itabira e Coronel Fabriciano e demais bispos e sacerdotes presentes. Em uma de suas falas, Dom Marco Aurélio mencionou a alegria de estar cumprindo com o dever de receber este evento de grande porte e do sucesso realizado. Dirigiu palavras de agradecimento a CNBB pela missão a diocese confiada e a todos os Bispos, sacerdotes, consagrados (as), leigos (as) e seminaristas pela presença. Parabenizou os organizadores e as equipes pelo trabalho e também as famílias que cederam seus lares para acolherem todos os congressistas para o evento.

O congresso missionário teve como objetivo, anunciar a misericórdia infinita do pai e explorar a missão de evangelizar e não desanimar nas estradas da vida; o longínquo horizonte é testemunhar a missão do Sul ao Norte, do leste ao Oeste; em todos os cantos, onde o fruto da misericórdia seja o verdadeiro amor pela missão evangelizadora, porque ser missionário é uma dádiva do Pai celeste.

Tharley Kelves

Seminarista

 

A Palavra do Pastor
A Quarta- Feira de Cinzas no Mistério da fé

A Quarta- Feira de Cinzas no Mistério da fé

Com a Quarta-feira de Cinzas, a Igreja inicia a Quaresma, Tempo favorável da Salvação e os fiéis recebem as Cinzas...
Read More
Servidores da Paz e do Amor Pleno – Jesus (Homilia 7º Domingo Tempo Comum- ano A)

Servidores da Paz e do Amor Pleno – Jesus (Homilia 7º Domingo Tempo Comum- ano A)

Servidores da Paz e do Amor Pleno – Jesus “...Bem-aventurados os mansos porque herdarão a terra... Bem aventurados os que...
Read More
A graça de ser Padre

A graça de ser Padre

“Irmãos, cuidai cada vez mais de confirmar a vossa vocação e eleição. Procedendo assim, jamais tropeçareis. Desta maneira vos será...
Read More
Só Deus nos garante a verdadeira felicidade ( Homilia 6º Domingo Tempo Comum – Ano A)

Só Deus nos garante a verdadeira felicidade ( Homilia 6º Domingo Tempo Comum – Ano A)

  Só Deus nos garante a verdadeira felicidade "Enquanto o amor humano tende a apossar-se do bem que encontra no...
Read More
Sejamos Sal e luz na planície do quotidiano ( Homilia do 5º Domingo do Tempo Comum- Ano A)

Sejamos Sal e luz na planície do quotidiano ( Homilia do 5º Domingo do Tempo Comum- Ano A)

Sejamos Sal e luz na planície do quotidiano ... quando atraímos o olhar de todos para Deus, e não para...
Read More
Festa da Apresentação do Senhor: Jesus Cristo é a nossa Luz e Salvação ( Homilia- Domingo 02 de fevereiro)

Festa da Apresentação do Senhor: Jesus Cristo é a nossa Luz e Salvação ( Homilia- Domingo 02 de fevereiro)

“Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma” ( Lc 2,35) No dia 2 de fevereiro, celebramos a Festa...
Read More
Ser Padre: missão de resplandecer a luz de Cristo no rosto da Igreja

Ser Padre: missão de resplandecer a luz de Cristo no rosto da Igreja

“O Concílio deseja ardentemente iluminar todos os homens com a claridade de Cristo, luz dos povos, que brilha na Igreja,...
Read More
Sejamos instrumentos nas mãos de Deus (Homilia do 3º Domingo do Ano A)

Sejamos instrumentos nas mãos de Deus (Homilia do 3º Domingo do Ano A)

No 3º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre o Projeto de Salvação e de Vida plena que Deus...
Read More
FORTALEÇAMOS O PILAR DA PALAVRA DE DEUS

FORTALEÇAMOS O PILAR DA PALAVRA DE DEUS

As novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil (2019-2023), Documento nº. 107 da Conferência Nacional do Brasil  (CNBB), nos apresentam...
Read More
Apresentar e testemunhar Jesus, a luz das Nações ( Homilia para o 2º Domingo do Tempo Comum-ano A)

Apresentar e testemunhar Jesus, a luz das Nações ( Homilia para o 2º Domingo do Tempo Comum-ano A)

Apresentar e testemunhar Jesus, a Luz das Nações “Melhor é calar-se e ser do que falar e não ser. Coisa...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: