Ele está pra chegar!

A figura de Maria se faz presente em nossa vida e na vida da igreja. Liturgicamente falando, no tempo do advento e do Natal, ela se torna um personagem que provoca em nós muitas reflexões: Escuta, abertura ao novo, esperança, serviço, saída ao encontro do outro, ser luz na vida de alguém e dar a luz a alguém, acolhimento à Palavra de Deus; “nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens’’; (Jo 1,4). Advento e Natal, tempo com características especiais, levam-nos a revermos nosso compromisso com a vida em todas as circunstâncias. É sim um tempo de esperança durante o qual recordamos as promessas de Deus a respeito da nossa salvação. Deus é fiel e o que Ele promete é cumprido; mas também tempo de revisão: como está sendo meu compromisso com o Deus fiel, o Deus da vida?

Maria, essa figura sensível e forte, dentro da sua simplicidade agiu concretamente ao dizer sim ao Plano de Deus. Tenhamos em mente, não uma jovem que magicamente aparece grávida, mas uma jovem atenta aos apelos do seu tempo, do seu povo, da sua gente. Que não mediu circunstâncias nem quais seriam as dificuldades futuras; disse sim à vida com todas as suas consequências. Na sua presteza, Maria nos ensina o grande segredo do serviço; escuta à Palavra, atenção aos fatos, à realidade e atitude de saída ao encontro do outro. Ser portador de Jesus é estar atento a todos esses fatos. Se queremos ser “cristãos”, somos chamados a trazer para realidade à nossa volta sinais de esperança, de atenção, de escuta dos apelos que clamam por vida tanto humana quanto ecológica. Viver o Natal é estar em harmonia com toda natureza, assim nos ensinou Francisco de Assis quando montou o primeiro presépio e nele incluiu os elementos da natureza e os animais.

Que, ao prepararmos nosso presépio, tenhamos em mente uma ecologia integral, onde tudo e todos estejam voltados para Ele, com Ele e por Ele, o grande presente esperado e celebrado por toda a humanidade. E que não faltem em nossa lista de presentes, intensa caridade e solidariedade para com os pobres, doentes e todos que sofrem. Que eles se sintam presenteados e lembrados por Deus por meio de nossa fraternidade; assim criamos um clima para o Natal; Com Maria e José caminhemos rumo a Belém, nossa casa do Pão, da fraternidade universal.

Feliz Natal a todos e um 2020 repleto de fraternidade!

Maria Madalena dos Santos Pires
Equipe de articulação CNLB/ Guanhães

A Palavra do Pastor
O Senhor e o milagre do amor

O Senhor e o milagre do amor

  A Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum (ano A) nos convida a refletir sobre a grandiosidade do amor...
Read More
O Reino de Deus é a nossa maior riqueza – Homilia para o XVII Domingo do Tempo Comum do Ano A

O Reino de Deus é a nossa maior riqueza – Homilia para o XVII Domingo do Tempo Comum do Ano A

  Com a Liturgia da Palavra do 17º Domingo do Tempo Comum (ano A) refletiremos à luz das Parábolas da...
Read More
Deus é paciente, misericordioso e espera a nossa conversão – Homilia para o XVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

Deus é paciente, misericordioso e espera a nossa conversão – Homilia para o XVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

A Liturgia da Palavra do 16º Domingo do Tempo Comum – (ano A) nos leva a refletir, à luz das...
Read More
A Divina Paciência – Homilia XVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

A Divina Paciência – Homilia XVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

O Missal Dominical nos oferece uma reflexão enriquecedora para a Liturgia do 16º Domingo do Tempo comum (Ano A). Algumas...
Read More
Que o nosso coração seja fecundo – Homilia do XV do Tempo Comum do Ano A

Que o nosso coração seja fecundo – Homilia do XV do Tempo Comum do Ano A

“Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são...
Read More
Como é maravilhoso ser Presbítero!

Como é maravilhoso ser Presbítero!

O que a Palavra de Deus nos diz e a Igreja nos ensina, sobre o ser Presbítero? O Presbítero é:...
Read More
Humildade e pequenez diante de Deus – Homilia – 14º Domingo do Tempo Comum

Humildade e pequenez diante de Deus – Homilia – 14º Domingo do Tempo Comum

                                       ...
Read More
Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu (Homilia)

Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu (Homilia)

Pedro e Paulo, Apóstolos tão exemplares, exemplos de fidelidade e testemunho de Jesus Vivo e Ressuscitado. O primeiro com Jesus conviveu,...
Read More
” Não tenhais medo”. Homilia do 12º Domingo do Tempo Comum ( Ano A)

” Não tenhais medo”. Homilia do 12º Domingo do Tempo Comum ( Ano A)

  “Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma!” A Liturgia do 12º Domingo...
Read More
Fidelidade à missão que o Senhor nos confia  – Homilia para o XI Domingo do Tempo Comum do Ano A

Fidelidade à missão que o Senhor nos confia – Homilia para o XI Domingo do Tempo Comum do Ano A

  Com a Liturgia do 11º Domingo do tempo Comum (ano A), somos convidados a refletir sobre a missão que...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: