Bruno Costa Ribeiro

Carta ao Povo de Deus – Sínodo

Querido Povo de Deus da Diocese de Guanhães,
Graça e Paz da parte de Nosso Senhor Jesus Cristo

Expressando nossa comunhão com o Papa Francisco, que nos propõe o XVI Sínodo dos Bispos, a ser realizado em Roma, no mês de outubro de 2023, com o tema: “Por uma Igreja Sinodal: Comunhão, Participação e Missão”, como Diocese, Igreja particular de Guanhães, celebraremos na Catedral, e em todas as Paróquias e Comunidades, no próximo final de semana, o início de nossos trabalhos.

Neste sentido, na conclusão das preces, faremos esta oração: “Vinde, Espírito Santo! Vós que suscitais línguas novas e colocais nos lábios palavras de vida, livrai-nos de nos tornarmos uma Igreja de museu, bela, mas muda, com tanto passado e pouco futuro. Vinde estar conosco, para que na experiência sinodal não nos deixemos dominar pelo desencanto, não debilitemos a profecia, não acabemos por reduzir tudo a discussões estéreis. Vinde, Espírito Santo de amor, e abri os nossos corações para a escuta. Vinde, Espírito de santidade, e renovai o santo Povo fiel de Deus. Vinde, Espírito Criador, e renovai a face da terra. Amém!”.

O Sínodo não terá como finalidade a produção de mais documentos; “destina-se a inspirar as pessoas a sonhar com a Igreja que somos chamados a ser, a fazer florescer as esperanças das pessoas, a estimular a confiança, a vendar as feridas, a tecer relações novas e mais profundas, e aprender uns com os outros, a construir pontes, a iluminar mentes, a aquecer corações e a dar força de novo às nossas mãos para a nossa missão comum” (Documento de Preparação n.32).

Com as missas e as celebrações mencionadas, daremos o primeiro passo respondendo ao questionário, a ser apresentado oportunamente pela equipe responsável pelos trabalhos, após a reunião do clero, dia 27 de outubro próximo, que deverá ser amplamente respondido.

Vivamos esta etapa que se estenderá até o final de março do próximo ano, acolhendo com alegria esta graça que o Papa nos concede, como um sopro do Espírito, para que sejamos uma Igreja missionária, misericordiosa, da proximidade, compaixão e ternura,

Aguardem novas orientações e outras etapas que vivenciaremos, em plena comunhão e oração, exortando para que todos se empenhem, com ampla e fervorosa participação, e rogo a Deus copiosas bênçãos sobre todos e todas.

“Para mim o viver é Cristo” – “Mihi vivere Christus est” (Fl 1,21).

Guanhães, 14 de outubro de 2021

+Dom Otacilio Ferreira de Lacerda
Bispo Diocesano de Guanhães – MG

 

Minicurso de Contabilidade para não contadores

Nesta terça-feira, 28 de setembro de 2021, a contadora Marina de Carvalho Costa, juntamente com sua equipe, orientou as secretárias e secretários das paróquias da Diocese de Guanhães tratando do tema “Contabilidade para não contador (a)”. Todas as paróquias marcaram presença e também alguns padres. Este encontro foi o primeiro presencial desde o início da pandemia respeitando todos os protocolos sanitários.

Na igreja prevalece como identidade a dimensão espiritual. Conforme disse o Papa Francisco sem o Espírito Santo a Igreja seria uma mera ONG. No entanto, como “coisa jurídica” a igreja tem suas obrigações as quais decorrem também dos direitos (isenções) concedido pelas autoridades civis.

Por isso é necessária uma atualização contínua.

A seguir veja alguns registros fotográficos e no link:https://www.facebook.com/341747999257314/posts/4234484333316975/

 

 

 

Reunião sobre o “retorno” da catequese em São Sebastião do Maranhão – MG

Respeitando as recomendações comunicadas por Dom Otacilio ao clero e as recomendações dadas pela coordenação diocesana, a catequese em São Sebastião do Maranhão se prepara para retomar suas atividades. No entanto, algumas paróquias da diocese de Guanhães não pausaram suas atividades, pois  se adaptaram ao contexto da pandemia. “Não podemos ser pessimistas e nem tão otimistas, mas pés no chão” disse a coordenadora diocesana da catequese, Eliana Alvarenga Guimarães por videochamada em reunião com os catequistas da paróquia São Sebastião.

Sendo assim, essa reunião não se tratou apenas do retorno a catequese presencial, mas sim do retorno da catequese em qualquer que seja a modalidade. Padre Bruno deixou claro que “não é obrigatório o retorno presencial da catequese em todas as comunidades: as comunidades, as coordenações, catequistas e as  famílias irão  avaliar sobre essa possibilidade – assim como as missas presenciais ainda não retornaram em todas as comunidades, porém  não podemos continuar parados, pois já existem possibilidades (modalidades) que têm dado certo e  e na nossa diocese também há e têm dado certo.

A coordenadora diocesana da catequese, Eliana, orientou aos catequistas sobre essas modalidades da catequese e formação de catequistas: as formações têm acontecido por videoconferência e muito conteúdo já foi abordado desde o início da pandemia; o conteúdo da catequese não presencial é disponibilizado pela coordenação conforme  solicitação dos catequistas.

As turmas voltarão a se reunir presencialmente com a devida autorização dos pais (assinada), seguindo os protocolos de vigilância sanitária. Aqueles que ainda não se sentirem à vontade poderão dar continuidade a preparação catequética em suas casas – a igreja doméstica – e não ficarão prejudicados por isso.

Esta reunião foi uma experiência nova já que os catequistas estavam no salão paroquial de São Sebastião do Maranhão (MG) e a coordenadora de catequese estava em Guanhães e participou por videochamada; “Um encontro virtual, porém real” e que deu pistas de ação para o trabalho catequético nesta paróquia.

A coordenadora Eliana falou da alegria de   “se fazer presente” nesse encontro , agradeceu ao Pe Bruno pelo convite, parabenizou-o pela iniciativa  de promover esse encontro , colaborar com os trabalhos da catequese e orientar aos catequistas. Ela falou sobre as quatro comunidades da Diocese que estão realizando encontros virtuais com pais e crianças  e que estão ficando muito bons.

Concluindo,  ela também agradeceu aos catequistas pelo lindo trabalho realizado e parabenizou-os pelo Dia da Catequista.

PASCOM Paróquia São Sebastião do Maranhão – MG

 

 

 

 

 

Posse de Dom Marcello e outros párocos na diocese de Guanhães

No dia 10 de agosto de 2021, o nosso Bispo diocesano Dom Otacílio presidiu missa de posse de Dom Marcello Romano como pároco de Dores de Guanhães – MG. Participaram da celebração Pe Edmilson, pároco de Santana de Ferros, e Pe Salomão, pároco de São João Evangelista, representando o Clero da diocese de Guanhães.

O povo de Deus se fez presente, manifestando sua alegria e gratidão por receber o novo pároco.

Desde o mês de Julho Dom Otacilio tem visitado as paróquias empossando os respectivos pároco que acabam de chegar ou que já estão atuando há algum tempo mas por conta da pandemia não pode ser empossado como tal mas apenas apresentado, a saber:

Pe Guilherme Soares Lage, pároco na Paróquia São Pedro em São Pedro do Suaçuí – MG e tomou posse dia 22/07 às 19h;

Pe João Gomes Ferreira, pároco na Paróquia N Sra da Pena em Rio Vermelho – MG e tomou posse dia 29/7 às 19h;

Pe Edmilson Henrique Candido, pároco na Paróquia Sant’Ana em Ferros – MG e tomou posse dia 30/7 às 19h;

Pe Ivani Rodrigues, vigário na Paróquia N Sra da Conceição em Conceição do Mato Dentro – MG.

Em outro comunicado de transferências ao clero foi divulgado as posses dos padres:

Pe. José Aparecido de Pinho assumiu a Paróquia de Santo Antônio, em Peçanha – MG (missa de posse dia 17/08 às 19 horas).

Pe. José Aparecido dos Santos assumiu a paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Virginópolis – MG (missa de posse dia 18/08 às 19 horas)” e o Pe. João Carlos de Sousa é vigário em Peçanha – MG (missa de apresentação dia 18/08 às 19 horas).

Outras posses também foram realizadas:

Pe José Martins, administrador na Paróquia N Sra do Pilar em Morro do Pilar – MG (Missa de posse dia 28/05/2021 às 19 horas);

Pe Daniel Bueno Borges, pároco na Paróquia Sant’Ana em Água Boa – MG (missa de posse dia 25/07 às 09 horas);

Pe José Geraldo da Silva, pároco na Paróquia São Sebastião em Sabinópolis – MG (missa de posse dia 15/08/2021 às 19 horas) e apresentação do Pe Valter Guedes de Oliveira nesta mesma paróquia;

Pe André Eleotério Lomba, pároco na Paróquia São José em Paulistas – MG (missa de posse dia 19/08/2021, ás 18 horas).

Após um dos comunicados ao clero sobre as posses, já foram realizadas:

dia 01/08: missa de posse do Pe. Marinho em Dom Joaquim – MG às 09:30h;

dia 06/08: missa de posse do Pe. Derci em Divinolândia de MIinas – MG às 19:00h;

dia 13/08: missa de posse do Pe. Eduardo Dornelas em Matelândia – MG às 19:00h.

E, ainda, conforme o Chanceler da Cúria em comunicado ao clero, serão realizadas as seguintes:

dia 20/09 missa de Posse do Pe. Dilton e apresentação do Pe. Luiz Maurício em Santa Maria do Suaçuí às 19:00h;

dia 04/10 missa de Posse do Pe. Salomão em São João Evangelista às 19:00h”

Rezemos pelo bom êxito pastoral de cada um desses nossos irmãos que, como pároco, “são o pastor próprio da paróquia a ele confiada e “exerce o cuidado pastoral da comunidade que lhe foi entregue, sob a autoridade do bispo diocesano, em cujo ministério de Cristo é chamado a participar, a fim de exercer em favor dessa comunidade o múnus de ensinar santificar e governar, com a cooperação também de outros presbíteros ou diáconos e com a colaboração dos fiéis leigos, de acordo com o direito.” (CIC 519)

Foto: PASCOM de Dores de Guanhães

Comunicado de Transferências

No início da tarde desta quarta-feira (28/07/2021), o Bispo Diocesano Dom Otacilio Ferreira de Lacerda, através do Chanceler da Cúria Diocesana Pe Dilton Maria Pinto, emitiu o comunicado ao clero na qual faz a transferência dos reverendíssimos padres:

Pe. José Aparecido de Pinho deixará a Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Virginópolis – MG e assumirá a Paróquia de Santo Antônio, em Peçanha – MG (missa de posse dia 17/08 ás 19 horas). O Pe. José Aparecido dos Santos deixará a Paróquia Santo Antônio, em Peçanha – MG e assumirá a paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Virginópolis – MG (missa de posse dia 18/08 às 19 horas)” O Pe. João Carlos de Sousa será vigário em Peçanha – MG (missa de apresentação dia 17/08 ás 19 horas). “Rezemos pelo bom êxito pastoral de nossos irmãos.”

Outras posses também foram agendas, conforme o Chanceler da Cúria em comunicado ao clero:

30/07 missa de Posse do Pe. Edmilson em Ferros às 19:00h;
01/08 missa de Posse do Pe. Marinho em Dom Joaquim às 09:30h
06/08 missa de Posse do Pe. Derci em Divinolândia às 19:00h
13/08 missa de Posse do Pe. Eduardo Dornelas em Matelândia às 19:00h
20/09 missa de Posse do Pe. Dilton e apresentação do Pe. Luiz Maurício em Santa Maria do Suaçuí às 19:00h
04/10 missa de Posse do Pe. Salomão em São João Evangelista às 19:00h”

Dom Otacilio emite novo comunicado sobre transferência do Clero

No final da tarde desta quarta-feira (07/07/2021), o Bispo Diocesano Dom Otacilio Ferreira de Lacerda, através da Chancelaria Diocesana emitiu o comunicado ao clero no qual faz a transferência dos reverendíssimos padres:

Pe Guilherme Soares Lage, atualmente vigário na Paróquia N Sra da Conceição em Conceição do Mato Dentro – MG, será pároco na Paróquia São Pedro em São Pedro do Suaçuí – MG e toma posse dia 22/07 às 19h;

Pe João Gomes Ferreira, atualmente administrador da Paróquia Sant’Ana em Ferros – MG, será pároco na Paróquia N Sra da Pena em Rio Vermelho – MG e toma posse dia 29/7 às 19h.

Pe Edmilson Henrique Candido, atualmente administrador da Paróquia N Sra da Pena em Rio Vermelho – MG, será pároco na Paróquia Sant’Ana em Ferros – MG e toma posse dia 30/7 às 19h;

Pe Ivani Rodrigues, atualmente administrador da Paróquia São Pedro em São Pedro do Suaçuí – MG será vigário na Paróquia N Sra da Conceição em Conceição do Mato Dentro – MG.

Rezemos pelos sacerdotes para que sejam bem acolhidos em sua nova missão e cumpram com amor e dedicação o serviço para com a Paróquia e a parte do Rebanho do Senhor a qual lhes foram confiados.

Primeira Reunião virtual da Pastoral Presbiteral

No dia de oração pelo Clero – Solenidade do Sagrado Coração de Jesus -, Dom Otacilio reuniu-se por videoconferência com a equipe da Pastoral Presbiteral da Diocese de Guanhães a qual tem a missão de ajudar aos Presbíteros que atuam na Diocese oferecendo condições necessárias para a sua própria realização humana e vocacional, ajudando-os na missão de configurar-se a Cristo Bom Pastor inserido no contexto social, junto ao povo. Esta zela pela saúde física, psíquica e afetiva do presbítero além de proporcionar os meios necessários para uma formação permanente nas dimensões comunitária, espiritual, humana, intelectual e pastoral.

O motivação principal desta reunião foi tratar da atividade da Pastoral Presbiteral em favor dos padres neste contexto pandêmico em que estamos vivendo o qual nos expõe à variadas mazelas.

A especialista em estresse e trauma, Elke Van Hoof, previu há um ano que o confinamento da pandemia seria “o maior experimento psicológico da história”. Isso terá efeitos na saúde mental de todos: “As pessoas cairão devido ao esgotamento e transtornos relacionados ao estresse, que chamamos de languidez ou esgotamento do coronavírus (coronavirus burnout), em alguns países.” Os presbíteros não estão imunes disso.

Num discurso em audiência desta segunda-feira, 7/6/2021, o Papa Francisco ressalta o que é a essência do Sacerdócio, e disso faz parte também a fragilidade entendida por ele como um lugar teológico de encontro com Deus: “Os padres ‘superman’ terminam mal, todos. O padre frágil, que conhece suas fraquezas e fala sobre elas com o Senhor, este irá bem. Com José (São José), somos chamados a retornar à experiência dos simples atos de acolhimento, de ternura, do dom de si”.

Levando em consideração toda essa realidade a Pastoral Presbiteral reorganiza suas atividades para ajudar o clero a atravessar esta pandemia que já se prolonga. Conforme o bispo, Dom Otacilio, as ações de atuação da Pastoral Presbiteral terá como “objetivo, dentre outros, fortalecer a comunhão presbiteral, a solidariedade entre os presbíteros, a amizade, o diálogo, a comunhão entre si e com o bispo da igreja particular” e assim nos tornarmos cada vez mais propositivos num ministério fecundo em favor do Reino.

Pe Bruno Costa Ribeiro, PASCOM Diocesana

Na linha superior da esquerda para direita: Dom Otacilio, Pe Derci e Pe Edmilson. Na linha inferior da esquerda para direita: Pe Bruno, Pe José Geraldo e Pe Mario

 

Ministério do Leitorato

  • É com imensa alegria que a Diocese de Guanhães (MG), no dia 26.06.2021, renderá graças a Deus por mais um passo dado rumo ao Ministério ordenado dos Seminaristas Filipe Ferreira Coelho, Thiago Dione Vileforte e Vinicius Lucas Brandão, que estão no 4ª ano de Teologia, serão instituídos ao ministério do Leitorato.
A Igreja orienta que, para o seminarista receber a admissão às Ordens Sacras, precisa ter alcançado suficiente desenvolvimento dos traços de personalidade que o caracterizem como um homem público na Igreja e membro da hierarquia, habilitando-o a agir em nome de Deus, de Jesus Cristo e da Igreja. Conforme traz o Ritual das Ordenações, atingido suficiente amadurecimento, realiza-se o Rito de Admissão, mediante o qual, o seminarista “se apresenta diante da Igreja para ser admitido entre os candidatos às Ordens Sacras”, isto é, “manifesta publicamente seu propósito de consagrar-se ao serviço de Deus e da humanidade”, dispondo-se a preparar-se devidamente para a recepção das Sagradas Ordens (cf. CNBB 93, n. 192-194 e c. 1034).
Já para a recepção do Leitorato é exigido que o formando tenha alcançado suficiente desenvolvimento dos traços de personalidade que caracterizam um homem bíblico e o capacitem ao Ministério da Palavra, em vista do anúncio da salvação. Ao longo do itinerário pastoral e acadêmico, o candidato reserve tempo especial de dedicação à Palavra de Deus, a fim de ajudá-lo a entrar por inteiro no universo da Revelação, e, assim, passar, definitivamente, a ter em mente, “não as coisas dos homens, mas, sim, as coisas de Deus” (cf. Mt 16, 23).
Rogamos à Santa Mãe de Deus e a proteção do Glorioso São Miguel, padroeiro de nossa Diocese, as bênçãos sobre esses quatros Seminaristas que seguem firmes no itinerário de discernimento vocacional!

Papa Francisco convida a rezar diante do sacrário

O Papa Francisco convidou as pessoas a irem a uma igreja próxima de suas casas para rezar diante do sacrário.

“Eu convido vocês a que façam uma pausa para ir à igreja mais próxima, para se sentar um momento diante do sacrário. Deixem-se olhar pelo amor infinito e paciente de Jesus, que ali os espera, e contemplem-no com os olhos da fé e do amor. Ele nos dirá muitas coisas ao coração. Que Deus os abençoe e a Virgem Santa os cuide”, disse o papa na Audiência Geral de 5 de maio.

O Santo Padre dedicou a sua catequese semanal à “oração da contemplação” e sublinhou que “esta ação de amor em diálogo silencioso com Jesus faz tão bem à Igreja”, por isso recordou que “há apenas uma grande chamada no Evangelho, que é seguir Jesus no caminho do amor”.

Da mesma forma, o papa destacou que “em Jesus Cristo, na sua pessoa e no Evangelho não há oposição entre a contemplação e a ação”.

“Há apenas uma grande chamada no Evangelho, que é seguir Jesus no caminho do amor. Este é o ápice e o centro de tudo. Neste sentido, caridade e contemplação são sinônimos, dizem a mesma coisa”, disse o papa.

“São João da Cruz afirmava que um pequeno gesto de amor puro é mais útil para a Igreja do que todas as outras obras juntas”, disse o papa e acrescentou: “o que nasce da oração e não da presunção do nosso ego, o que é purificado pela humildade, mesmo que seja um gesto de amor isolado e silencioso, é o maior milagre que um cristão pode realizar”.

“Ser contemplativo não depende dos olhos, mas do coração. E nisto entra em jogo a oração, como um ato de fé e amor, como ‘respiro’ da nossa relação com Deus. A oração purifica o coração e, com ele, ilumina também o olhar, permitindo que captemos a realidade sob outro ponto de vista”, afirmou.

Por isso, o Santo Padre recordou que o Catecismo da Igreja Católica descreve essa transformação do coração através da oração, citando um famoso testemunho da Santa Cura d’Ars: “A contemplação é o olhar da fé, fixado em Jesus. ‘Eu olho para Ele e Ele olha para mim’ – dizia, no tempo do seu santo Cura, um camponês d’Ars em oração diante do sacrário. […] A luz do olhar de Jesus ilumina os olhos do nosso coração; ensina-nos a ver tudo à luz da sua verdade e da sua compaixão para com todos os homens”.

“Tudo nasce disto: de um coração que se sente visto com amor. Então a realidade é contemplada com olhos diferentes. ‘Eu olho para Ele, e Ele olha para mim!’. Pois bem: na contemplação amorosa, típica da oração mais íntima, não há necessidade de muitas palavras: basta um olhar, basta estarmos convencidos de que a nossa vida está rodeada por um grande e fiel amor do qual nada nos pode separar”, explicou o papa.

Fonte: www.acidigital.com

1º encontro internacional do COMISE de Guanhães

No último dia 03 de maio, festa dos apóstolos São Tiago e São Filipe, nosso grupo de seminaristas, junto com o Diácono Guilherme Lage, nos reunimos para nosso 1º encontro internacional do Comise de Guanhães, auxiliados por Dom Willian Skudlarek, osb, que partilhou conosco um pouco da sua vasta vivência missionária.

Dom Willian esteve em nossa Diocese, na paróquia do Morro do Pilar, por um período na década de 80, quando, como disse, desejou fazer uma experiência pastoral. Dentre tantas contribuições, Dom Willian, como alguém que veio de outra cultura, nos ajudou a perceber algumas riquezas do nosso povo, sobretudo como a presença de Deus é tão notável em nossas conversas. Usamos sempre aquelas frases como “se Deus quiser”, “Deus queira”, “graças a Deus”, “Deus te abençoe”, “vai com Deus”, entre tantas outras.

A riqueza dessa conversa nos ajudou a ver com outros olhos a nossa realidade. No trabalho missionário, nos lembrava ele, nós não plantamos, nós colhemos o que Deus faz crescer na sua seara. No final, Dom Skudlarek nos deixou uma palavra de incentivo: Não se perder no fazer missionário, alimentando nossa intimidade com Deus, que é fonte e sentido da missão, apoiado naquela palavra de Jesus “Sem mim nada podeis fazer”, ressaltando a importância de permanecer em Jesus (Cf. Jo 15, 1-8), nos permitindo ser surpreendidos pela graça de Deus manifestada na bondade do bom povo de Deus. Louvamos a Deus pela vida desse monge missionário, ilustre filho de São Bento!

Sobre o COMISE (Conselho Missionário de Seminaristas):
O COMISE é o organismo encarregado de animação, formação, articulação e cooperação missionária de seminaristas diocesanos e alunos das casas de formação religiosa.

O COMISE existe para fomentar, nos futuros presbíteros e candidatos à Vida Religiosa Consagrada, a consciência da missão como identidade do cristão e favorecer-lhes uma sólida espiritualidade e formação missionária que os tornem capazes de enfrentar os desafios da ação evangelizadora da Igreja: na pastoral, na nova evangelização e na missão ad gentes (aos povos).

A Palavra do Pastor
Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

O sopro do Concílio nos desafiou a assumir as alegrias e tristezas, angústias e esperanças da humanidade, como Igreja de...
Read More
Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Todos os dias são dias de missão, e a Igreja que vive no tempo é missionária, por sua natureza, tendo...
Read More
Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

No 28º Domingo do Tempo Comum (ano B), somos convidados a refletir sobre o essencial e o efêmero em nossa...
Read More
Somos um povo peregrino e evangelizador .

Somos um povo peregrino e evangelizador .

“Nós vimos o Senhor” (Jo 20,25) Na Exortação Evangelii Gaudium, o Papa afirma que “A Evangelização é dever da Igreja. Este sujeito da...
Read More
O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

  No 27º Domingo do Tempo Comum (Ano B), refletimos sobre a aliança matrimonial que, no Projeto de Deus, consiste...
Read More
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More
“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“A quem iremos, Senhor?” Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre nossas opções, sobre o discernimento que...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto:

Arquivo