A Diocese de Guanhães diz: Obrigado, Dom Darci!

Em 31 de julho de 2018, celebrando a memória de Santo Inácio de Loiola, presbítero, Dom Darci José Nicioli, CSsR, iniciou os trabalhos pastorais como administrador Apostólico na sede vacante de nossa diocese. E por isso nós o agradecemos por este ano em que se fez “presente” e “presença” da igreja nesta porção do Povo de Deus.

Um ano se passou, quanta coisa bonita aconteceu. Agradecemos a Deus por esse tempo e pela presença de dom Darci em nosso meio, nos ajudando e guiando-nos como pastor e pai.

Recordando seu lema episcopal, “Que tua luz brilhe”, quantas luzes se acenderam e ganharam energia pra continuar brilhando em nossa caminhada diocesana, durante esse ano.

Que Deus nos permita a aprender de seu exemplo, como nos motiva o Papa Francisco na mensagem para o Dia Mundial das Missões deste ano: A Igreja está em missão no mundo: a fé em Jesus Cristo dá-nos a justa dimensão de todas as coisas, fazendo-nos ver o mundo com os olhos e o coração de Deus…

Isso é a verdadeira luz, a qual precisamos. Obrigado, dom Darci.

 

SIGNUM TUUM LUCEAT!
(Que a tua luz Brilhe!)

Dom Darci, quando o senhor chegou à nossa diocese, por diversas circunstâncias caminhávamos meio que andando na penumbra de nós mesmos e, de fato, o senhor foi uma grande “lanterna” que, ao utilizar a luz do Cristo, nos trouxe à claridade.

A luz, às vezes dói. Que o diga Saulo que, ao encontrar-se com a Luz, ficara três dias dolorido e cego (At 9,9), mas a luz também nos lança a uma perspectiva nova, pois o mesmo Saulo se tornara Paulo (At 13,9) para ser o Evangelizador sob a luz do Cristo.

É por essa perspectiva nova que queremos agradecer-lhe: o senhor nos proporcionou, no momento em que caminhávamos às apalpadelas, aquilo que precisávamos para recobrar nossas forças e voltar a caminhar com passos firmes; foi o nosso Ananias (At 9,17), a injeção de ânimo (de luz) de que precisávamos.

Nossos três dias, na verdade, foram um ano, mas a vontade que temos agora é a mesma do apóstolo dos gentios: sermos discípulos missionários para que também sejamos apóstolos do Senhor, enviados a testemunhar o reino de Deus.

A presença do senhor foi muito importante, porque redescobrimos que também somos lançadores de luz. É essa a missão do padre: lançar a luz do ressuscitado e de sua Igreja por toda parte.

Nossa palavra é de gratidão! Em nome do Clero de nossa diocese, queremos dizer muito obrigado! Que o senhor continue sendo um instrumento de Deus para que a luz do Cristo continue a brilhar.

Pe. Salomão Rafael
Representante dos presbíteros da Diocese de Guanhães

 

Querido Dom Darci!

Permita-me dirigir ao Senhor desta forma, pois neste pouco mais de 1 ano nos conduzindo e conduzindo essa Igreja Diocesana de Guanhães, o senhor foi se tornando cada vez mais querido pelo nosso clero e posso afirmar que por todo o povo da Diocese de Guanhães.

O senhor chegou e, com seu dinamismo e de um jeito “eletrizante”, foi logo fazendo propostas e nos encorajando a todos a descruzarmos os braços e nos empenharmos na evangelização.

Sua disponibilidade e desejo de atender a todas as paróquias fizeram com que o senhor fosse estabelecendo laços de amizade com todos os padres e com os paroquianos de cada paróquia visitada.

Hoje, em nome da Associação Presbiteral Monsenhor Nogueira (ASPREMONO), da qual sou o atual presidente, quero dizer-lhe: Um muito obrigado teria significação muito restrita para referenciar o todo que o senhor representou e representa para nós e para nossa Diocese nesse curto período à frente desta Igreja Particular de Guanhães.

Esperamos tê-lo sempre que possível nos visitando, pois a sua presença foi e será para todos nós motivo de muita alegria!

De coração, receba o nosso abraço de gratidão!

Pe. Dilton Maria Pinto
Pela ASPREMONO

 

Nossa gratidão, Dom Darci!

Dom Darci, a sua presença em nossa Diocese neste período de vacância atualizou a presença confortante e consoladora de Jesus Bom Pastor em nosso meio.

Todos nós, catequistas, coordenadores e o padre assessor da catequese, somos profundamente agradecidos pelo seu zelo e presteza em realizar o sacramento da Crisma e visitas pastorais a todas as paróquias. A forma com que o senhor conduziu as visitas foi marcante: o seu carinho com as crianças, a atenção com os jovens, o cuidado com as famílias, o afeto com os idosos, as palavras paternas e encorajadoras com os agentes de pastoral e, principalmente, com os catequistas, que se sentiram completamente encantados e motivados a continuarem firmes na missão.

A alegria e a gratidão das pessoas por poderem ver de perto o arcebispo que foi ao encontro delas no lugar onde elas vivem; por poderem escutar seus ensinamentos e falar diretamente com ele foi algo maravilhoso de se ver e acompanhar.

Em nome da Pastoral Catequética da Diocese e do padre Osmar, agradeço de coração pela sua presença forte e significativa que nos confirmou na fé, nos orientou no caminho do bem e infundiu em nós pensamentos e gestos de esperança, convidando-nos ao seguimento fiel de Jesus na sua Igreja.

Que Deus o cumule de bênçãos e graças, e o recompense pelo bem semeado entre nós, dando-lhe a oportunidade de descobrir novas maneiras de amar e servir no exercício da missão episcopal.

Nossa diocese será sempre a sua casa e sua grande família eclesial. Obrigada por tudo!

Eliana Maria de Alvarenga Guimarães,
da Comissão Diocesana de Catequese

A Palavra do Pastor
Missão: graça divina, resposta nossa (Homilia – Ascensão do Senhor – Ano A)

Missão: graça divina, resposta nossa (Homilia – Ascensão do Senhor – Ano A)

Missão: graça divina, resposta nossa  “Ide pelo mundo e ensinai todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do...
Read More
Jesus prometeu e cumpriu: enviou-nos um Defensor (Homilia VI Domingo do Tempo Pascal)DTPA)

Jesus prometeu e cumpriu: enviou-nos um Defensor (Homilia VI Domingo do Tempo Pascal)DTPA)

 “O Espírito da Verdade, que o mundo não é capaz de receber, porque não O vê nem O conhece” No...
Read More
Jesus, o Caminho que nos conduz ao Pai – Quinto Domingo da Páscoa (Ano A)

Jesus, o Caminho que nos conduz ao Pai – Quinto Domingo da Páscoa (Ano A)

      Sejamos cristãos alegres, corajosos, convictos a caminho do céu, vivendo  no tempo presente a nossa fé em...
Read More
A fraqueza do rebanho e a fortaleza do Pastor – Homilia do IV Domingo de Páscoa (Ano A)

A fraqueza do rebanho e a fortaleza do Pastor – Homilia do IV Domingo de Páscoa (Ano A)

No IV Domingo da Páscoa (Ano A), o Dia do Bom Pastor, que é o próprio Jesus e também Dia...
Read More
Faça arder nosso coração, abra nossos olhos, Senhor! – Homilia para o 3º Domingo de Páscoa

Faça arder nosso coração, abra nossos olhos, Senhor! – Homilia para o 3º Domingo de Páscoa

Que a Boa Nova da Ressurreição de Jesus seja nossa força na missão: A Ressurreição de Jesus se descobre caminhando....
Read More
O Senhor nos comunicou o Seu Espírito _ Segundo Domingo de Páscoa

O Senhor nos comunicou o Seu Espírito _ Segundo Domingo de Páscoa

  “... Como o Pai me enviou, também eu vos envio. E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles...
Read More
“A fé que se torna missão” (Homilia  do Segundo Domingo de Páscoa)

“A fé que se torna missão” (Homilia do Segundo Domingo de Páscoa)

A fé que se torna missão” Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano A), também chamado de “Domingo...
Read More
“Caminha conosco, Senhor”

“Caminha conosco, Senhor”

  Na Liturgia das Horas, encontramos esta oração nas Vésperas da Segunda-feira da Quarta Semana, que nos remete ao Evangelho...
Read More
O mais belo amanhecer

O mais belo amanhecer

Quantos amanheceres já pudemos contemplar, e quantos ainda poderemos? Mas não há amanhecer como aquele que Maria Madalena viveu, quando...
Read More
Crer  no Ressuscitado é buscar as coisas do alto!

Crer no Ressuscitado é buscar as coisas do alto!

Crer no Ressuscitado é buscar as coisas do alto! Quem nunca se encantou diante da beleza de uma montanha? Não...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: