Dom Jeremias preside a Missa da Solenidade do Corpo e Sangue de Jesus

A Celebração Eucarística iniciou-se  na catedral. Depois os fiéis saíram em procissão para a Igreja matriz, para a bênção final.

 

Trechos da homilia de Dom Jeremias:
Que bom estarmos reunidos para  a grande festa do Corpo e sangue de Jesus , quando manifestamos publicamente

a nossa fé no Cristo ressuscitado.

No dia de hoje, recordamos que Jesus ao celebrar a sua páscoa,  reuniu com os apóstolos, pegou o pão e disse

“Isto é meu corpo que será entregue a vocês; pegou o cálice e disse ” Este é o meu sangue derramado por vós”.

No contexto, ele lava os pés dos discípulos e diz com eles para fazerem o mesmo.

O corpo de Cristo representa todo o seu ser, Ele se doa por inteiro, nada fica reservado a Ele.
O sangue significa sacrifício, sangue derramado, numa aliança que ninguém poderá romper.
Eucaristia significa humildade, simplicidade, sacrifício. Jesus nos diz que se não lavarmos os pés dos irmãos,

não teremos parte com ele. É um compromisso que assumimos cada vez que comungamos.

Após a Missa , sairemos em procissão em plena luz do dia, conforme nos orienta a Liturgia, para que possamos

professar publicamente a nossa fé. 

O apóstolo Paulo recorda a instituição da Eucaristia. Na Comunidade de Corinto também existia o contra

testemunho: pobres de um lado que festejavam pouco e ricos do outro, que festejavam muito. Paulo dizia que

não podia haver divisões.

A Eucaristia é o sacramento da unidade. Quem recebe a eucaristia e não se preocupa com a unidade e com a

partilha, comunga a sua própria condenação.

A Eucaristia nos torna uma única família, pois reúne ao redor da mesa, todo o rebanho. Ele se faz pão e vinho para

nos alimentarmos e fortalecermos em nossa missão que é a de propagarmos o seu reino.

No Evangelho de hoje, um outro contexto de Eucaristia. Jesus providencia o alimento, organizando  todos os

presentes em grupos de 50,conforme o que orienta-nos a Igreja, em pequenos grupos, formando redes de

comunidade.

No milagre da multiplicação dos pães, vemos que o pouco  torna-se bastante. Temos pouco. No Evangelho, é da

criança que acontece o milagre.  E hoje, Deus conta conosco: “Dai-lhe vós mesmos de comer…Ele com conta com a

nossa disponibilidade. Somos chamados ao trabalho:  darmos de comer a quem tem fome.

Jesus é o nosso pão da vida que nos dá força.
A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: