Circular nº 09 de Dom Jeremias -Solenidade de Cristo, Rei Do Universo

Bispo diocesano, Dom Jeremias Antônio de Jesus, divulga circular com sugestões para as celebrações da Solenidade de Cristo, Rei do Universo, e o encerramento do Ano Litúrgico e o Dia dos Cristãos Leigos e Leigas.

brasaoepiscopal

Caros Irmãos Presbíteros!

Saudações Fraternas!

Dias 21(Missa Vespertina) e dia 22 de Novembro toda a Igreja celebrará a Solenidade de Cristo, Rei do Universo, e o encerramento do Ano Litúrgico. Como em todos os anos, no Brasil, celebraremos também o Dia dos Cristãos Leigos e Leigas. Por isso, peço aos senhores padres uma palavra de gratidão e afeto a todos os homens e mulheres que, com o seu testemunho de fé e participação, ajudam a Igreja de Jesus Cristo a ser sinal de salvação no mundo. Temos muito que agradecer aos nossos irmãos e irmãs, presentes nas nossas comunidades, assumindo trabalhos desafiadores, doando o seu tempo para que as comunidades tenham vida. Leigos e leigas que atuam nas nossas paróquias anunciando Jesus Cristo. Leigos e leigas, presentes na sociedade, como Igreja, fermento na massa, sal e luz, fazendo a diferença no mundo em que vivem. Homens e mulheres de fé atuando na edificação do Reino de Deus.

Estou lhes enviando algumas sugestões para as celebrações dos dias 21 e 22. Sugiro também que façam uma Hora Santa Eucarística na intenção dos leigos e leigas, convidando todos os agentes de pastoral e aqueles que na sociedade dão o seu testemunho de fiéis discípulos e discípulas de Jesus Cristo a serviço do Reino. Envio-lhes ainda dois anexos produzidos pelo CNLB que podem servir de inspiração na preparação das celebrações.

Desejo a todos santas e piedosas celebrações; e lhes agradeço, invocando as Graças e Bênçãos do Bom Deus!

Em Cristo Jesus,

 

Dom Jeremias Antonio de Jesus

Bispo Diocesano

“Fiat Voluntas Tua”

 

SOLENIDADE DE CRISTO REI! DIA NACIONAL DOS CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS (Sugestões para a Celebração da Santa Missa e/ou Celebração da Palavra)

1- Destacar o Círio Pascal ou a Cruz ornada com um pano branco e com uma palma, que simboliza a vitória; destacar também a mesa da Palavra e da Eucaristia.

 2- ACOLHIDA INICIAL (sugestão): Caríssimos/as, alegremo-nos por sabermos filhos de Deus, o que nos impulsiona a sermos sal, luz e fermento no mundo em que vivemos. Somos convocados para um encontro pessoal com Jesus Cristo vivo e testemunhas de seu Evangelho. Ele é nosso Rei, nosso caminho, nossa vida, nossa salvação. O Reino de Deus chegou, ele já está aqui e nós somos os herdeiros da promessa, por isso devemos ser “cidadãos, discípulos missionários, sujeitos na Igreja e na Sociedade. A Igreja fecha, hoje, o ano litúrgico refletindo sobre a identidade, vocação e espiritualidade de homens e mulheres, verdadeiros sujeitos eclesiais, cidadãos, discípulos missionários.

3- Organizar a procissão de entrada trazendo a luz (Círio Pascal), a Cruz ornada com um pano branco e a palma da vitória, a Palavra, o sal e o Documento de Estudos 107-A.

4- CANTO DE ENTRADA: “Jesus Cristo, ontem, hoje, sempre ou “Vitória, tu reinarás”.

Pode-se acender o Círio Pascal, enquanto a assembléia aclama cantando.

5- RECORDAÇÃO DA VIDA: Fazer memória de leigos e leigas, sujeitos na Igreja e na Sociedade, que deram a vida pelo Reino de Deus.

6- ATO PENITENCIAL: pode ser por aspersão!

7- ORAÇÃO PARA A BÊNÇÃO DA ÁGUA: “Ó Deus, bendito sejais pela água que fecunda a terra e dá vida a toda a vossa criação. Ela não apenas refaz nossas forças, mas é sinal de que nos renovais interiormente em vossa aliança. Por esta água, venha sobre nós o vosso Espírito, para fazer de nós criaturas novas, um povo de sacerdotes, profetas e reis, agora e sempre. Amém!”

8- HINO DE LOUVOR: Louvemos pelo imenso trabalho dos cristãos leigos e leigas, “sal da terra, luz do mundo e fermento na massa”.

9- LITURGIA DA PALAVRA – Durante a Proclamação do Evangelho, pessoas com velas (leigos e leigas) se aproximam da mesa da Palavra. Incensar o Evangeliário.

Ao final da Proclamação do Evangelho repetir o canto de aclamação ou cantar o refrão: “Honra, glória, poder e louvor; a Jesus nosso Deus e Senhor!”

10- CREIO: Distribuir uma vela a cada um e fazer a renovação das promessas batismais.

 11- PRECES: Preparar as preces com a resposta: “Venha a nós o vosso Reino!”

Incluir a oração do dia do leigo e da leiga.

 12- APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS: Junto ao pão e vinho, apresentar os trabalhos e campos de atuação do leigo e da leiga na Igreja e na sociedade local, e cestos de pães para a partilha.

13- AVISOS: Lembrar que no Domingo seguinte inicia-se o Tempo do Advento.

14- Enviar os leigos e leigas para a missão do anúncio e da construção do Reino.

15- RITOS FINAIS: Partilha dos pães (se possível) como compromisso profético de ser fermento na massa.

A Palavra do Pastor
“Vós sois meus amigos” Homilia do VI Domingo da Páscoa – dom Otacilio F. de Lacerda

“Vós sois meus amigos” Homilia do VI Domingo da Páscoa – dom Otacilio F. de Lacerda

Reflexão à luz da passagem do Evangelho de João (Jo 15,12-17), em que Jesus nos dá o Mandamento do amor: “Este...
Read More
Precisamos da Seiva do Amor do Senhor! Homilia – 5º Domingo do Tempo Pascal

Precisamos da Seiva do Amor do Senhor! Homilia – 5º Domingo do Tempo Pascal

“Eu sou a Videira e vós sois os ramos” A Liturgia do 5º Domingo da Páscoa (Ano B) é um...
Read More

A voz do Bom Pastor – Homilia – 4º Domingo da Páscoa

“Eu sou o Bom Pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem,  assim como o Pai me conhece e Eu...
Read More
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: