A Pandemia da Solidariedade

Já se passaram quase dois meses, desde que as nossas Igrejas estão vazias e, algumas, de portas fechadas. O país vive num impasse entre o relaxamento do isolamento social imediato para preservar a economia e a manutenção do isolamento para preservar nosso sistema de saúde e as vidas dos doentes que não vão ter acesso a um tratamento eficaz.

Estamos enfrentando uma pandemia que “contagiou” vários aspectos da vida humana (econômico, existencial, psicológico etc) e expôs muitos de nossos irmãos que enfrentam sérias dificuldades econômicas por conta da crise da Covid-19. E assim alavancou uma Pandemia da Solidariedade.

A palavra pandemia é de origem grega (a junção de “pan” que significa “tudo/ todo(s)” e “demos” que significa “povo”). Sendo assim quando nos referimos a Pandemia da Solidariedade quer dizer que – inspirados na Campanha da Fraternidade 2020 cujo tema é: “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34) –, vamos em socorro dos que mais precisam, antes mesmo deles nos pedirem.

Em tempos de pandemia, muitas iniciativas da Igreja no Brasil tem se inspirado na Campanha da Fraternidade 2020 e promovido relações de cuidado mútuo entre as pessoas. Uma delas é a Ação Solidária Emergencial proposta pela CNBB e a Cáritas Brasileira, com o lema “É tempo de Cuidar”, cujo enfoque é promover iniciativas de apoio material, emocional e religioso aos afetados pelo avanço do coronavírus.

Atenta a estas iniciativas que ocorrem no país inteiro, a Comissão para a Ação Social Transformadora incentiva – através da carta assinada pelo bispo referencial da Comissão, Dom Otacílio Ferreira de Lacerda – os projetos solidários. Tal carta pode ser lida na íntegra nesta site.

Agradecido pela generosidade fraterna de todos, o padre André informa que a Paróquia São José, de Paulistas/MG, realizou a “campanha mesa da caridade” e conseguiu 75 cestas básicas na Matriz e 23 cestas básicas na comunidade São Geraldo do Baguari, para ajudar as famílias necessitadas, neste tempo de pandemia.

A Paróquia São Miguel e Almas, em Guanhães/MG, com a ajuda de toda comunidade, arrecadou alimentos não perecíveis para doar às famílias mais necessitadas, neste momento.

Oremos: “Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver, criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo como um jardim a ser cultivado com amor.

Dai-nos um coração acolhedor para assumir a vida como dom e compromisso.

Abri nossos olhos para ver as necessidades dos nossos irmãos e irmãs, sobretudo dos mais pobres e marginalizados.

Ensinai-nos a sentir a verdadeira compaixão expressa no cuidado fraterno, próprio de quem reconhece no próximo o rosto do vosso Filho.

Inspirai-nos palavras e ações para sermos construtores de uma nova sociedade, reconciliada no amor.

Dai-nos a graça de vivermos em comunidades eclesiais missionárias, que, compadecidas, vejam, se aproximem e cuidem daqueles que sofrem, a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida, e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil.

Por Jesus, o Filho amado, no Espírito, Senhor que dá a vida.

Amém!” (Oração da Campanha da Fraternidade 2020)

Padre Bruno Costa Ribeiro

A Palavra do Pastor
Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

O sopro do Concílio nos desafiou a assumir as alegrias e tristezas, angústias e esperanças da humanidade, como Igreja de...
Read More
Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Todos os dias são dias de missão, e a Igreja que vive no tempo é missionária, por sua natureza, tendo...
Read More
Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

No 28º Domingo do Tempo Comum (ano B), somos convidados a refletir sobre o essencial e o efêmero em nossa...
Read More
Somos um povo peregrino e evangelizador .

Somos um povo peregrino e evangelizador .

“Nós vimos o Senhor” (Jo 20,25) Na Exortação Evangelii Gaudium, o Papa afirma que “A Evangelização é dever da Igreja. Este sujeito da...
Read More
O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

  No 27º Domingo do Tempo Comum (Ano B), refletimos sobre a aliança matrimonial que, no Projeto de Deus, consiste...
Read More
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More
“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“A quem iremos, Senhor?” Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre nossas opções, sobre o discernimento que...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: