Peregrinação da Cruz Missionária

Com o Jubileu de N. Sra. Aparecida em Divinolândia de Minas foi feita a abertura oficial do Mês Missionário Extraordinário, conforme o comunicado do Pe. José Aparecido dos Santos, membro da Animação Missionária Diocesana, tendo em vista a proposta do papa Francisco e da CNBB, como segue:

“Em 22 de outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco durante o ângelus anunciava publicamente para toda Igreja sua intenção de proclamar um Mês Missionário Extraordinário em outubro de 2019 para celebrar o centenário da carta Apostólica Maximum Illud de seu predecessor o Papa Bento XV. Neste mesmo dia o santo Padre enviou uma carta ao Cardeal Fernando Filoni, prefeito da Congregação para Evangelização dos Povos e presidente do comité supremo das Pontifícias Obras Missionárias (POM), encomendando “a tarefa de preparar este evento. Papa Francisco escolheu para o Mês Missionário Extraordinário o tema ‘Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo’”.

Segundo o assessor da ‘Animação Missionária Diocesana’ a ideia central neste processo de preparação para o Mês Missionário Extraordinário é inserir dentro da programação ordinária e habitual das Igrejas locais, a temática e o espírito do mês missionário, visando a conversão pastoral missionária. Será uma ocasião para despertar, animar e não cansar as comunidades.

A peregrinação da cruz missionária já iniciou na Paróquia Santo Antônio em Peçanha (29/09 a 03/10) no entanto a ‘Animação Missionária Diocesana’ apresenta mais algumas atividades possíveis dentro da proposta do Mês Missionário Extraordinário, visando organizar nossa agenda paroquial:

A nível Diocesano:

I – Que a abertura do Mês Missionário Extraordinário seja durante o Jubileu de N. Sra. Aparecida em Divinolândia de Minas. Cada paróquia poderá manifestar a unidade diocesana participando em um dia;

II – Assumir no DNJ 2019 a temática do Mês Missionário Extraordinário: Batizados e Enviados;

III – Rezar pelas missões e realizar a coleta missionária no terceiro final de semana;

IV – A visita da Cruz missionária em todas as paróquias, como símbolo de unidade diocesana. Significado e programação a seguir. A criatividade fica com cada paróquia.

A nível Paroquial:

I – Preparação, abertura do Mês Missionário Extraordinário e lançamento do material da Campanha Missionária, entre os dia 01 a 06 de outubro.

II – Realizar vigília 19/10/19, visitas missionárias e coleta no Dia Mundial das Missões (19 e 20/10).

III – Realizar a novena missionária com os testemunhos da Campanha Missionária.

IV – Inserir na novena dos padroeiros a temática do Mês Missionário Extraordinário.

V – Criação e fortalecimento dos COMIPAs (Conselho Missionário Paroquial).

Peregrinação da Cruz Missionária 2019 – 2020:

Peçanha/ Cantagalo (29/09 a 03/10), Divinolândia de Minas (03 a 12/10),Virginópolis (13 a 20/10), Braúnas (20 a 27/10), Joanésia (27/10 a 03/11), Dores de Guanhães/ Carmésia (03 a 10/11), Ferros (10 a 17/11), Santo Antonio do Rio Abaixo/ Morro do Pilar (17 a 24/11), Conceição do Mato Dentro/ Córregos/ Santo Antônio do Norte – Tapera (24/11 a 01/12), Dom Joaquim (01 a 08/12), Senhora do Porto (08 a 15/12), Sabinópolis (15 a 22/12), Materlândia (22 a 29/12), Paulistas (29/12 a 05/01), Rio Vermelho (05 a 12/01),  S. S. do Maranhão (12 a 19/01), Água Boa (19 a 26/01), Santa Maria do Suaçuí/ José Raydan (26/01 a 02/02), São Pedro do Suaçuí (02 a 09/02), S. J. do Jacuri (09 a 16/02), Coluna/Frei Lagonegro (16 a 23/02), São João Evangelista (23/02 a 01/03), N Sra Aparecida/ Guanhães (01 a 08/03), São Miguel e Almas e Catedral/Guanhães (08 a 15/03).

 

Sobre a Cruz missionária


A cruz missionária recorda a Páscoa de Jesus que ilumina nossa vida e missão.

1. A haste está em forma de espiral ascendente. Recorda o movimento característico da missão, da encarnação em direção a Páscoa de Jesus, crucificado e ressuscitado que ilumina e transformando a realidade.

2. Os cravos, testemunham o martírio de Jesus na Cruz.

3. As flores que brotam da cruz, representam a vida nova que nasce da Páscoa de Jesus Cristo. Em meio a dor e sofrimento, Deus se manifesta e faz ressurgir a esperança e alegria do Evangelho.

4. A inscrição IHS, significa: Jesus, Filho de Deus, Salvador dos Homens.

5. Relíquia de Santa Nazária, fundadora de uma Congregação Missionária feminina na Bolívia.

A cruz missionária neste formato faz memória as missões jesuítas da Bolívia e a Evangelização dos povos da América Latina. Ela expressa o amor infinito de Deus e salvação da humanidade. Hoje, a cruz continua inspirando a evangelização dos povos e animando nossa espiritualidade da ação missionária.

O Papa Francisco no dia 9 de julho de 2015, em sua visita na Bolívia, abençoou 40 cruzes missionárias neste formato e as entregou para representante dos vinte três países do continente Americano como forma de preparação ao 5º Congresso Missionário Americano (CAM 5) que aconteceu em julho de 2018 em Santa Cruz de La Sierra na Bolívia.
Para dar continuidade aos congressos missionários em âmbito de América e Brasil, propomos que a cruz missionária seja nosso grande símbolo para a preparação do Mês Missionário Extraordinário convocado pelo Papa Francisco para outubro de 2019 com objetivo de: “despertar em medida maior a consciência da missio ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral”.

Aprovado pelo Conselho Permanente CNBB.
22 de novembro de 2018.

PASCOM Diocesana com informações de Pe. José Ap. dos Santos

A Palavra do Pastor
A vigilância e a espera ativa

A vigilância e a espera ativa

Com a Liturgia do 19º Domingo do Tempo Comum (Ano C), refletimos sobre a vigilância, a pobreza e a busca...
Read More
“Buscai as coisas do alto” – XVIII Domingo do Tempo Comum- Ano C

“Buscai as coisas do alto” – XVIII Domingo do Tempo Comum- Ano C

“Buscai as coisas do alto” A Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum (Ano C) nos convida a refletir sobre...
Read More
“Mestre, ensina-nos a rezar” _ Homilia

“Mestre, ensina-nos a rezar” _ Homilia

“ “Mestre, ensina-nos a rezar” A Liturgia da Palavra do 17º Domingo do Tempo Comum (Ano C) nos convida à...
Read More
A Igreja do Bom Samaritano – Homilia XV do Tempo Comum -Ano C

A Igreja do Bom Samaritano – Homilia XV do Tempo Comum -Ano C

“Mestre, que devo fazer para receber em herança a vida eterna?” Com a Liturgia do 15º Domingo do Tempo Comum...
Read More
Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu – Homilia

Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu – Homilia

Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu Celebramos a Solenidade dos Apóstolos Pedro e Paulo, que viveram total...
Read More
Livres para seguir o Senhor – XIII Domingo do Tempo Comum Ano C

Livres para seguir o Senhor – XIII Domingo do Tempo Comum Ano C

A Liturgia do 13º Domingo do Tempo Comum (Ano C) nos convida a refletir sobre o discipulado na fidelidade ao...
Read More
Assumir a Cruz quotidiana com a força da Oração – 12º Domingo do Tempo Comum

Assumir a Cruz quotidiana com a força da Oração – 12º Domingo do Tempo Comum

A Liturgia do 12º Domingo do Tempo Comum (Ano C) nos interroga a respeito de Jesus: Quem é Ele para...
Read More
Pentecostes: O Espírito Santo de Deus nos foi enviado 

Pentecostes: O Espírito Santo de Deus nos foi enviado 

“Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós. Recebei o Espírito Santo” Com a Solenidade de...
Read More
Ascensão: irradiar amor, vida e alegria – Homilia – Solenidade da Ascensão do Senhor

Ascensão: irradiar amor, vida e alegria – Homilia – Solenidade da Ascensão do Senhor

“Ali ergueu as mãos e abençoou-os” (Lc 24,50) A Solenidade da Ascensão aponta para o fim último de todos nós,...
Read More
A promessa do Paráclito- Homilia VI Domingo da Páscoa – Ano C

A promessa do Paráclito- Homilia VI Domingo da Páscoa – Ano C

A promessa do Paráclito A Liturgia do 6º Domingo da Páscoa (Ano C) tem como mensagem a promessa de Deus...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: