FESTA DOS 32 ANOS DA DIOCESE DE GUANHAES E O PROTAGONISMO DOS LEIGOS E LEIGAS

“No dom de ser cristão, todos se tornam discípulos missionários”.
No dia 1º de maio, quando se comemorou o aniversário da Diocese de Guanhães, se fizeram presentes cristãos leigos e ordenados das comunidades locais, como também de outras províncias. Festa linda, alegria total! Sinal de unidade em Cristo! Parabéns a todos e todas!
Tudo foi cuidadosamente preparado pelos ordenados – bispo e padres – e pelos leigos. Na caminhada pelas ruas da cidade, com participação significativa de padres e leigos, entre orações e cantos, tendo à frente o banner oficial do Ano do Laicato que está visitando todas as paróquias da diocese, meditamos o que se segue:
“Hoje nos reunimos para celebrarmos com muita alegria os 32 anos de nossa Diocese. Estamos vivendo também no contexto da Igreja que somos, O Ano do Laicato. Tema: Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na sociedade. Lema: Sal da Terra e Luz do Mundo, (Mt 5,B-14). Aqui está o nosso Banner que está passando por todas as paróquias de nossa Diocese.

Ao lançar o Ano Nacional do Laicato(2017/2018), a CNBB teve o objetivo de fazer com que os cristãos leigos e leigas sejam motivados a engajar-se nas causas sociais através do compromisso batismal, assumindo seu papel transformador em defesa dos menos favorecidos. O cristão leigo recebe no Batismo a missão de ser ‘Sal da terra e Luz no mundo’. A Igreja vive dentro deste mundo globalizado, interpelada a um permanente discernimento. O desafio do cristão será sempre viver no mundo se ser do mundo. Discernir significa aprender a separar as coisas positivas das negativas que fazem parte da vida atual.
Em 1967, o então Papa Paulo VI dizia que: ‘A sua primeira e imediata tarefa do Cristão leigo não é a instituição e desenvolvimento da comunidade eclesial, esse é o papel específico dos pastores. A tarefa dos leigos é o vasto e complicado mundo da política, da realidade social e da economia, como também o da cultura, das ciências e das artes. A partir da sua vocação específica, cristãos leigos vivem o seguimento de Jesus na família, no trabalho profissional, nas diversas participações na sociedade civil, colaborando assim na construção de uma sociedade justa e solidária’.
‘Sal da Terra e Luz do Mundo’ (Mt 5,13-14). Foi assim que Jesus definiu a missão aos seus discípulos. As imagens do sal e da luz são particularmente significativas se aplicadas aos cristãos leigos. Nem o sal, nem a luz, nem a Igreja e nenhum cristão vive para si mesmo. No caso dos cristãos, somente surtirão o efeito da Boa Nova se estiverem ligados a Jesus Cristo. O grande campo de ação dos cristãos é o mundo. A Igreja está dentro deste mundo, não fora dele. Na relação com o mundo a Igreja se vê pequena: Somos o povo de Deus, pequeno rebanho, sal na comida, fermento na massa, semente lançada na terra.
O Papa Francisco destaca que a atuação voluntária dos leigos na obra evangelizadora revela a revolução da ternura; o prazer de ser povo e a nova consciência de que a vida de cada pessoa é uma missão. Podemos afirmar, com alegria e renovada esperança, que os cristãos leigos são os grandes protagonistas desses avanços em unidade com os pastores.” (texto meditado por padres da diocese e fiéis em 3 paradas ao longo da caminhada pelo centro de Guanhães).
Na celebração eucarística, dom Jeremias Antonio de Jesus, bispo diocesano, destacou a presença dos leigos, agradeceu pelo trabalho evangelizador, exortou a todos que sejam firmes no seguimento de Jesus Cristo, na Igreja e no Mundo – especialmente no mundo da política.
Nossos agradecimentos a todos que contribuíram para que a alegria e a paz reinassem entre nós neste dia tão importante de nossa diocese.
Mariza C. Pimenta Dupim – Equipe de articulação para criação do Conselho de Leigos na Diocese.

A Palavra do Pastor
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More
Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

“Ai de mim se seu não evangelizar” (1 Cor 9,16). A Evangelização na cidade tem inúmeros e grandes desafios, de modo...
Read More
“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

No 1º Domingo da Quaresma (Ano C), repensamos nossas opções de vida, tomando consciência das tentações que nos impedem de...
Read More
Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse:  “Eu quero: fica curado!”. No mesmo instante  a lepra...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: