Encerramento da Primeira Experiência da Juventude Missionária do estado de Minas Gerais em Santa Maria

A primeira experiência missionária da Juventude Missionária do estado de Minas Gerais aconteceu com o apoio  de Pe. Dilton, na paróquia Santa Maria Eterna, na cidade de Santa Maria do Suaçuí.
Os jovens de seis paróquias da diocese de Guanhães, de outras dioceses do estado se juntaram aos jovens das comunidades para  percorrerem os caminhos de Emaús, meditando em cada passo sobre o que é ser missionário e doar-se um pouco à aqueles que necessitam.
Na terça e na quarta, os jovens participaram do momento de formação ministrado pelos jovens  Francine Novais  (coordenadora diocesana da IAM da Diocese de Campanha, membro da equipe estadual e tem como experiência missionária a participação na primeira experiência missionária das POM em Ananindeua ,além de ser criança missionária desde os 3 anos de idade;  o Jovem Marcelo Bleme  (membro da equipe estadual e tem como experiência missionária a participação na primeira experiência missionária das POM em Ananindeua, missão CNBB na Amazônia e missão no Paraguai). Eles foram  orientados e acompanhados por Pe. Dilton, missionário que já se doou para a missão além fronteiras.
De quinta a sábado os jovens visitaram as famílias e realizaram ações em conjunto com as comunidades.
Jovens Missionários, sempre solidários!

No domingo, pela manhã, foi presidida a Celebração Eucarística. Uma celebração muito bonita, com a igreja repleta de fiéis. Durante a celebração, uma senhora da paróquia, portadora de deficiência auditiva pode acompanhar a santa missa, através de um jovem intérprete. Em sua homilia, pe Dilton disse que como Deus chamou Samuel, Ele continua chamando a todos nós. Cada  jovem é chamado a levar o Cristo que traz em si, ao outro. Falou também da alegria por receber os 66 jovens para essa linda Missão. Terminou  agradecendo  todos as pessoas envolvidas.

Eliana Alvarenga

“Por entre as ruas e becos e até no mercado estivemos. aquela sensação de ‘tá acabando’ já provoca lágrimas e abraços mais demorados porém ser missionário é assim é saber vir, mas também é preciso partir.
Foram dias de intensa atividade, formações, celebrações, risadas, caminhadas e muita Alegria.
Temos a certeza que chegamos em Santa Maria do Suaçuí com uma vontade imensa de ajudar e ensinar, mas saímos hoje com a absoluta convicção de que aprendemos muito mais que ensinamos e fomos modificados muito mais que modificamos. Obrigado Pe. Dilton Pinto pela acolhida e carinho. Obrigado Paróquia Santa Maria Eterna por tão grande abertura e obrigado servo de Deus Lafayette da Costa Coelho pois sabemos que intercedeu por cada missionário e família que foi visitada. Vamos à missão pois o sentimento é de gratidão”.

Jovens Missionários, sempre Solidários.

Texto do Felipe Diniz coordenador Estadual da Juventude Missionária

 

Curta Nossa Fanpage:

Empresas que possibilitam este projeto: