A paróquia de Santa Maria Eterna celebra o 56º aniversário de falecimento do Servo de Deus Cônego Lafayette da Costa Coelho

A paróquia de Santa Maria Eterna, em Santa Maria do Suaçuí durante dez dias realizou a Novena e festejou, celebrando o aniversário de falecimento de Cônego Lafayette. Em cada dia da Novena, a missa foi presidida por padres da diocese e até de outros estados.

Um paroquiano, da paróquia de São Pedro do Suaçuí, Alessandro Gomes, participou da Missa das 10h e emocionado com o que presenciou, enviou para  ser publicado no site, o seguinte depoimento:

Registro aqui minhas impressões como participante da Missa no dia em que a cidade de Santa Maria do Suaçuí, celebrou o 56º aniversário de falecimento do Servo de Deus Cônego Lafayette. Ao chegarmos,  foi possível, verificando as placas dos veículos, que peregrinos de todas partes de nossa Diocese,  e de outros Estados da federação se fazem presentes ali para agradecerem e celebrar as maravilhas que Deus faz na vida de seu povo, no exemplo de fé que foi o Servo de Deus Lafayette. Ao subirmos os morros que dão acesso ao Santuário deparamos com uma multidão que se espreme sob intenso sol para se alimentar da Palavra e da Eucaristia na Santa Missa, às 10h. Padre Dilton, com seu carisma e acolhida sem igual, animava juntamente com padre José Adriano os que ali chegavam para a celebração. Percebemos que uma grande equipe estava envolvida para tudo acontecer de forma tão bonita. Dom Jeremias iniciou pedindo o silêncio e a piedade orante. E mesmo sob o calor e cobertos por inúmeros guarda-chuvas, que ali se transformaram em guarda-sóis, o povo fez o possível para manter o silêncio. As leituras da Liturgia da festa de São Mateus  inspirou o nosso Pastor Dom Jeremias a proferir uma linda homilia/reflexão. Ele olhava no rosto daquela multidão, inspirado no mesmo olhar de Jesus. Estava tranquilo e sereno. Fez uma catequese e tanto. Ele lembrou-nos da importância de todos nós assumirmos a nossa vocação na comunidade cristã, e que Jesus veio para chamar os pecadores e ressaltou da misericórdia do Pai. Agradeceu a presença de nossos párocos que com toda dedicação atendem os que buscam o Sacramento da Reconciliação. A equipe de Liturgia cuidou para que tudo fosse perfeito. Interessante foi no momento da Eucaristia, Padre Dilton pediu ao povo que fechasse os guarda-sóis para facilitar a visibilidade dos ministros e padres que iriam distribuir a comunhão. Foi bonito ver, inspirados na melodia do canto, o povo que ali estava, desamarrar as sandálias e descansar, naquela chão que é terra Santa e  com todos chegando ao banquete e renovando as esperança no Senhor para  assumir o compromisso para  onde for, levar a sua Luz. No alto da colina, o barulho do vento captado pelo microfone, repetia a melodia do salmo 18: Seu som ressoa e se espalha em toda a terra. Foi simplesmente emocionante e é impossível sairmos daquele local sem nos transformarmos.

Alessandro Gomes Alexandre.

A Palavra do Pastor
A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

“Qual é o lugar que concedemos a Deus na nossa vida? Na cultura contemporânea está presente um indubitável processo de...
Read More
Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Com a Liturgia do 17º Domingo do Tempo Comum (ano B), contemplamos a ação de Deus: é próprio do Seu...
Read More
“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade” Reflitamos à luz deste parágrafo do Sermão sobre os pastores, escrito pelo Bispo...
Read More
A incomparável Compaixão Divina – Homilia – 16º Domingo do Tempo Comum ( Ano B)

A incomparável Compaixão Divina – Homilia – 16º Domingo do Tempo Comum ( Ano B)

Com a Liturgia do 16º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre o Amor e a solicitude de Deus...
Read More
Alegria da missão e da vocação profética – Homilia do XV Domingo do Tempo Comum Ano B

Alegria da missão e da vocação profética – Homilia do XV Domingo do Tempo Comum Ano B

“A missão de Jesus é a nossa missão” A Liturgia da Palavra do 15º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Vençamos o medo na travessia – XII Domingo do Tempo Comum

Vençamos o medo na travessia – XII Domingo do Tempo Comum

“‘Silêncio! Cala-te!’ O vento cessou e houve uma grande calmaria. Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos?...
Read More
O Reino de Deus germina silenciosamente- Homilia 11° Domingo do Tempo Comum Ano B

O Reino de Deus germina silenciosamente- Homilia 11° Domingo do Tempo Comum Ano B

O Reino de Deus germina silenciosamente No 11º Domingo do Tempo Comum (Ano B), a Liturgia da Palavra nos convida...
Read More
Iluminados pela “Verbum Domini”, alegria Pascal transbordante

Iluminados pela “Verbum Domini”, alegria Pascal transbordante

Vivendo o Tempo Comum, sejamos cada vez mais fortalecidos pela Palavra, que é fonte divina de nossa conversão, como discípulos...
Read More
O desafio da Evangelização na rede – Dom Otacilio F. de Lacerda

O desafio da Evangelização na rede – Dom Otacilio F. de Lacerda

Retomando a citação do Papa Emérito Bento XVI em que ele ressalta a missão da Igreja que é chamada a...
Read More
A Amizade Divina e a felicidade desejada – Homilia- 10º Domingo do Tempo Comum -Ano B.

A Amizade Divina e a felicidade desejada – Homilia- 10º Domingo do Tempo Comum -Ano B.

A Amizade Divina e a felicidade desejada A Liturgia do décimo Domingo do Tempo Comum (ano B) nos convida a...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: