A paróquia de Santa Maria Eterna celebra o 56º aniversário de falecimento do Servo de Deus Cônego Lafayette da Costa Coelho

A paróquia de Santa Maria Eterna, em Santa Maria do Suaçuí durante dez dias realizou a Novena e festejou, celebrando o aniversário de falecimento de Cônego Lafayette. Em cada dia da Novena, a missa foi presidida por padres da diocese e até de outros estados.

Um paroquiano, da paróquia de São Pedro do Suaçuí, Alessandro Gomes, participou da Missa das 10h e emocionado com o que presenciou, enviou para  ser publicado no site, o seguinte depoimento:

Registro aqui minhas impressões como participante da Missa no dia em que a cidade de Santa Maria do Suaçuí, celebrou o 56º aniversário de falecimento do Servo de Deus Cônego Lafayette. Ao chegarmos,  foi possível, verificando as placas dos veículos, que peregrinos de todas partes de nossa Diocese,  e de outros Estados da federação se fazem presentes ali para agradecerem e celebrar as maravilhas que Deus faz na vida de seu povo, no exemplo de fé que foi o Servo de Deus Lafayette. Ao subirmos os morros que dão acesso ao Santuário deparamos com uma multidão que se espreme sob intenso sol para se alimentar da Palavra e da Eucaristia na Santa Missa, às 10h. Padre Dilton, com seu carisma e acolhida sem igual, animava juntamente com padre José Adriano os que ali chegavam para a celebração. Percebemos que uma grande equipe estava envolvida para tudo acontecer de forma tão bonita. Dom Jeremias iniciou pedindo o silêncio e a piedade orante. E mesmo sob o calor e cobertos por inúmeros guarda-chuvas, que ali se transformaram em guarda-sóis, o povo fez o possível para manter o silêncio. As leituras da Liturgia da festa de São Mateus  inspirou o nosso Pastor Dom Jeremias a proferir uma linda homilia/reflexão. Ele olhava no rosto daquela multidão, inspirado no mesmo olhar de Jesus. Estava tranquilo e sereno. Fez uma catequese e tanto. Ele lembrou-nos da importância de todos nós assumirmos a nossa vocação na comunidade cristã, e que Jesus veio para chamar os pecadores e ressaltou da misericórdia do Pai. Agradeceu a presença de nossos párocos que com toda dedicação atendem os que buscam o Sacramento da Reconciliação. A equipe de Liturgia cuidou para que tudo fosse perfeito. Interessante foi no momento da Eucaristia, Padre Dilton pediu ao povo que fechasse os guarda-sóis para facilitar a visibilidade dos ministros e padres que iriam distribuir a comunhão. Foi bonito ver, inspirados na melodia do canto, o povo que ali estava, desamarrar as sandálias e descansar, naquela chão que é terra Santa e  com todos chegando ao banquete e renovando as esperança no Senhor para  assumir o compromisso para  onde for, levar a sua Luz. No alto da colina, o barulho do vento captado pelo microfone, repetia a melodia do salmo 18: Seu som ressoa e se espalha em toda a terra. Foi simplesmente emocionante e é impossível sairmos daquele local sem nos transformarmos.

Alessandro Gomes Alexandre.

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: