O segredo é amar

 

amordedeus

Deus bondosamente criou oásis de amor por causa do deserto que o mundo está. São eles: os grupos, as pastorais, as comunidades, os movimentos. Precisamos cultivá-los, não podemos perdê-los!

Numa casa de recuperação de alcoólatras ou drogados, todos estão em recuperação; assim também na Igreja, todos estamos em busca de vida nova. Erramos, temos falhas, mas, graças a Deus, estamos na casa de recuperação. Na casa de Deus somos refeitos à Sua imagem e semelhança e restaurados à imagem de Maria. Esse é um trabalho longo, no qual o Senhor investe todas as Suas forças.

Você não pode jogar seus irmãos na “lata do lixo” só porque falharam. Nas casas de recuperação os pacientes têm recaídas e até ficam depressivos. É natural, pois estão em recuperação.

O mesmo acontece conosco: o que deve existir entre nós é o amor, a misericórdia, o perdão. Se as pessoas fora da Igreja nos condenam, nos caluniam, não querem saber de nós, precisamos ser compassivos, afinal somos irmãos, estamos em processo de recuperação. Temos que ser advogados uns dos outros.

O amor precisa ser maior do que qualquer briga, desentendimento e diferença de opinião. Nesta busca pelo céu, não podemos perder ninguém. Por isso, quando o irmão errar com você, a palavra de ordem deverá ser: “Vai corrigi-lo, tu e ele a sós!”

Quando expomos uma pessoa, cometemos um pecado maior do que o erro cometido por ela contra nós, pois estamos colocando-a em risco. Silencie. Isso é amor! Quando insistimos em falar, pecamos contra ele, contra a Igreja. Calar não destrói, enquanto falar do outro causa destruição.

Jesus é enfático: “Amem uns aos outros”, não é possível divisões, indiferenças, nariz virado para o irmão. Se você não é capaz de amar, saia da comunidade. Claro que este amor é suado, custa, mas é possível.

Se você fica uma hora inteira orando e não ama, fique cinco minutos orando e o resto amando. Exercite-se em amar, peça este dom, exercite-se no perdão, em desculpar e deixar que as pessoas sejam elas mesmas. O segredo é amar!

 

 Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP). É um dos religiosos que mais se destacou utilizando os meios de comunicação na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina. Autor de 48 livros, Cd´s e DVD´s, além de várias palestras em áudio e vídeo.

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: