O ano da vida consagrada

O Ano da Vida Consagrada – 30/11/14 a 02/02/2016 – proclamado pelo Papa Francisco foi uma benção para todos os Institutos de Vida Consagrada Secular e Religiosa. Para o Instituto Secular das Cooperadoras da Família foi muito significativo, dado que a vida institucional foi marcada por dois acontecimentos “chaves” para o presente e para o futuro do Instituto: a realização da Assembleia Geral realizada em fevereiro de 2015 em Fátima – Portugal e a realização da Assembleia Regional realizada em julho de 2015 em Guanhães – Brasil; este último acontecimento foi marcado pela visita da Coordenadora e Vice-Coordenadoras Gerais.

O Instituto “consciente da sua dimensão e missão eclesial quer sentir e viver em Igreja e com a Igreja, em comunhão com todos os batizados em geral e, em especial com a Hierarquia” (Constituições do Instituto – Art. 14). Assim, o Instituto procura pautar a sua vida e ação pelas orientações da Igreja Universal e da Igreja Local. Neste espírito eclesial o Instituto sentiu como que dirigida a cada Cooperadora e Formanda o convite do Papa Francisco para se deixar encontrar pessoalmente por Jesus Cristo, em toda e qualquer situação em que se encontrar, fazendo da sua vida uma doação permanente ao Senhor da Messe, através das mais diferentes profissões em que trabalha no seu cotidiano e nas diferentes pastorais e serviços da Igreja e da sociedade. Com o intuito de viver a sua consagração com alegria e descrição ao ritmo da Igreja, as Cooperadoras em 2015 tiveram como lema para a sua formação e ação: “Testemunhar a alegria de ser chamada e enviada”. Assim ao longo do ano, foram aprofundando alguns temas de formação que contribuíram para manter viva a chama do amor de Deus que nos faz tomar consciência de que a vocação é um dom que precisa ser cultivado e aprimorado através da missão que vivenciamos com alegria e gratidão.

Para nós é muito gratificante estarmos inseridas nas diversas pastorais e serviços que direta ou indiretamente nos proporcionam viver a missão de sermos cooperadoras da família a serviço da vida. É por isso que fazemos questão de nos inserirmos nas pastorais eclesiais, assim como participar dos conselhos municipais e de instituições sociais onde se discutem problemas e se procuram soluções para a promoção e santificação da família. Temos consciência que ficamos muito aquém de fazermos comunhão com outros Institutos de Vida Consagrada, apesar de estarmos integradas no núcleo da CRB a nível diocesano e do Regional dos Institutos Seculares. A messe é grande e os trabalhadores são poucos, por isso pedimos insistentemente ao Senhor da Messe que envie operários para a Sua Messe e dê a perseverança e a fidelidade a todas quantas estamos em caminhada, para que possamos nos abrir a novos desafios que a missão nos propicia em tempos de modernidade, em que muita coisa mudou e que precisa de uma presença evangelizadora, que mesmo sem palavras se torne suscetível de provocar mudança de mentalidades e de atitudes.

Arminda Jesus Batista

A Palavra do Pastor
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More
Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

“Ai de mim se seu não evangelizar” (1 Cor 9,16). A Evangelização na cidade tem inúmeros e grandes desafios, de modo...
Read More
“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

No 1º Domingo da Quaresma (Ano C), repensamos nossas opções de vida, tomando consciência das tentações que nos impedem de...
Read More
Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse:  “Eu quero: fica curado!”. No mesmo instante  a lepra...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: