Ordenação Presbiteral dos padres André, Daniel e Edmilson

No dia 21 de fevereiro, às 19h, na Catedral São Miguel, em Guanhães, foram ordenados três novos presbíteros numa solene Celebração Eucarística presidida pelo bispo diocesano, Dom Otacilio Ferreira de Lacerda.

Foram ordenados Pe. André Luiz Eleotério da Lomba que adotou como lema “Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou”  (João 4, 34); Pe. Daniel Bueno Borges  escolheu como lema “Restaurar todas as coisas em Cristo” (Ef. 1, 10); Pe. Edmilson Henrique Cândido  assumiu como lema “Fazer a vontade daquele que me enviou”  (João 4, 34).

Com alegria, a Diocese de Guanhães acolheu o seu Clero, Dom José Aristeu Vieira- bispo diocesano de Luz (MG)-, os familiares dos ordenandos e grande número de padres e fiéis de diversas localidades.

Em sua homilia, Dom Otacilio refletiu as leituras propostas para a celebração e, dirigindo-se aos ordenandos,  exortou-os ao seguimento de Jesus, o Bom Pastor, na dedicação ao Povo de Deus, além de destacar a missão do sacerdote. “Não se cansem de ser misericordiosos  na boa confissão e dedicação total como o Pai foi misericordioso com vocês; gastem tempo visitando os doentes,  agradem a Deus e não a si mesmos; a alegria sacerdotal se encontra exclusivamente seguindo este caminho, tentando agradar a Deus”.

Ao final da celebração, Pe. Salomão Rafael, representante dos presbíteros, acolheu os novos padres no presbitério da diocese, demonstrando imensa alegria pela ordenação deles e os incentivando a viverem o ministério com disposição e gosto. Pe. André agradeceu aos familiares, às mães que geraram os novos padres para a Igreja, aos formadores, aos incentivadores de suas vocações e terminou dizendo: “o longo tempo do diaconato acabou, agora inicia a diaconia”.

Em sua homilia, Dom Otacilio refletiu as leituras propostas para a celebração e, dirigindo-se aos ordenandos,  exortou-os ao seguimento de Jesus, o Bom Pastor, na dedicação ao Povo de Deus, além de destacar a missão do sacerdote. “Não se cansem de ser misericordiosos  na boa confissão e dedicação total como o Pai foi misericordioso com vocês; gastem tempo visitando os doentes,  agradem a Deus e não a si mesmos; a alegria sacerdotal se encontra exclusivamente seguindo este caminho, tentando agradar a Deus”.

Louvado seja Deus pelos novos Servidores da grande Messe do Senhor presente na Igreja Diocesana de Guanhães, acolhidos com muita alegria.  Segundo a imagem de Cristo – sumo e eterno Sacerdote -, eles são consagrados para anunciar e testemunhar  o Evangelho, apascentar os fiéis e celebrar o Culto Divino.

Desejamos que eles tenham  fecundo ministério junto ao povo a eles confiado! Que  sejam dóceis e  vivam intensamente anunciando Jesus, o Evangelho vivo. Deus os abençoe e os conduza sempre mais à perfeição.

 

 

 

 

 

 

Confira o album de fotos no link: https://bit.ly/38OcvXz

Pela Pascom, Michel Araújo

 

 

 

 

A Palavra do Pastor
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More
“A Deus o que é de Deus” – Homilia – XXIX Domingo do Tempo Comum do Ano A

“A Deus o que é de Deus” – Homilia – XXIX Domingo do Tempo Comum do Ano A

A Liturgia do 29º Domingo do Tempo Comum (ano A) tem como tema principal a subordinação de nossa existência a...
Read More
O Banquete do Cordeiro e a “veste” apropriada (-Homilia- XXVIII Domingo do Tempo Comum -Ano A

O Banquete do Cordeiro e a “veste” apropriada (-Homilia- XXVIII Domingo do Tempo Comum -Ano A

O Banquete do Cordeiro e a “veste” apropriada A Liturgia, do 28º Domingo do Tempo Comum (Ano A), apropria-se de...
Read More
A Vinha do Senhor e os frutos esperados por Deus – Homilia- XXVII Domingo Comum do Tempo A

A Vinha do Senhor e os frutos esperados por Deus – Homilia- XXVII Domingo Comum do Tempo A

  Com a Liturgia do 27º Domingo do Tempo Comum (ano A), refletiremos sobre os frutos abundantes que  o Senhor...
Read More
O imperativo da conversão no trabalho da Vinha do Senhor- Homilia para o XXVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

O imperativo da conversão no trabalho da Vinha do Senhor- Homilia para o XXVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

  Com a Liturgia do 26.º Domingo do Tempo Comum (ano A), contemplamos um Deus que chama a todos para...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: