CNBB abre oficialmente o Tempo da Quaresma e a Campanha da Fraternidade/2019

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abre oficialmente nesta quarta-feira de cinzas, 6/3, a Campanha da Fraternidade (CF) 2019 com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27). O lançamento acontecerá na sede provisória da entidade em Brasília (DF).

Nesta Campanha, a ser desenvolvida mais intensamente no período da Quaresma, a Igreja Católica buscará chamar a atenção dos cristãos para o tema das políticas públicas, ações e programas desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis. Além disso, a

Nesta CF 2019, a Igreja no Brasil pretende estimular a participação dos cristãos em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade.  O texto-base da campanha, que será distribuído aos jornalistas na abertura, descreve, entre outros tópicos, sobre o ciclo e etapas de uma política pública e faz a distinção entre as políticas de governo e as políticas de Estado, bem como apresenta os canais de participação social, como os conselhos previstos na Constituição Federal de 1988.

Todos os anos, a CNBB apresenta a CF como caminho de conversão quaresmal. É uma atividade ampla de evangelização que pretende ajudar os cristãos e pessoas de boa vontade a vivenciarem a fraternidade em compromissos concretos, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de temas específicos. Em 2019, a Conferência convida todos a percorrer o caminho da participação na formulação, avaliação e controle social das políticas públicas em todos os níveis como forma de melhorar a qualidade dos serviços prestados ao povo brasileiro.

Tempo da Quaresma

O Tempo da Quaresma, que começa com a Quarta-feira de Cinzas é um “tempo litúrgico que nos prepara para a grande festa da Páscoa”; ele nos propõe “oração, jejum e esmola” para “sair renovados com este tempo de salvação”.

O centro do ano  litúrgico é a Páscoa do Senhor, na qual “celebramos solenemente, todos os anos, este acontecimento central da vida de Cristo: sua paixão, morte e ressurreição”. E a “trazemos presente na memória,  em cada celebração Eucarística que realizamos todo o ano”.

Entre essas pautas está “a oração mais abundante, mais bem feita. Em suma, voltar para Deus através da conversão da vida e receber dele as luzes que motivam nosso caminho de vida”.

Neste sentido,  “a oração é como a respiração da alma. Se não há oração, não há vida de relacionamento com Deus”; e por essa razão “a Igreja, como boa mãe, nos lembra e insiste que voltemos a Deus, intensifiquemos nosso relacionamento com Ele, revisemos nossa oração”.

Propõe também na oração “a leitura da Palavra de Deus, uma participação mais assídua nos sacramentos da penitência e da eucaristia”, bem como a “oração do terço como oração contemplativa desde o coração de Maria, que contempla os mistérios da vida de Cristo”.

“A Quaresma é um chamado ao deserto para ouvir a declaração de amor de Deus e partir para o caminho do combate e da penitência”. E nesse caminho penitencial, outra pauta é o jejum. O jejum é se privar de algo para ser mais ágil no trato com Deus e no serviço ao próximo. Há muitas coisas que vão se acumulando e nos impedem de seguir o caminho mais leve”.

o incentivo ao “jejum de comida para compartilhar com aqueles que não têm nem mesmo o essencial. Jejum de comodidades, para não se deixar levar pela preguiça e acídia. Jejum de descanso e diversões para que o espírito não relaxe”. Ainda que o jejum “esteja na moda para outros fins não religiosos, como esportes ou saúde”, “a Igreja nos manda jejuar, com um pequeno símbolo de não comer, mas com a intenção de nos convidar à privação de tantas coisas que nos estorvam. Coisas que são boas e legítimas, mas que tornam a corrida pesada”.

Ou seja, caminhar “com a bagagem leve para percorrer o caminho do amor a Deus e ao próximo”.

Como terceiro elemento desta pauta de vida para a Quaresma, a Igreja propõe a esmola, isto é, “generosidade com os outros. Se nos voltamos verdadeiramente para Deus e nos privamos daquilo que nos estorva, é para abrir nossos corações (e nossos bolsos) para os outros em tantas formas de serviço”.

“A Quaresma é um tempo para chegar àqueles que mais necessitam”, tempo “para compartilhar com os pobres nosso tempo, as nossas qualidades, nosso dinheiro” e “prolongar a misericórdia de Deus, que é bom com todos, especialmente com seus filhos mais fracos”.

“Oração, jejum, esmola. É o tripé da Quaresma. Entremos de cabeça desde o começo, Deus nos surpreenderá com sua graça e poderemos sair renovados com este tempo de salvação”.

A Palavra do Pastor
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More
Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

“Ai de mim se seu não evangelizar” (1 Cor 9,16). A Evangelização na cidade tem inúmeros e grandes desafios, de modo...
Read More
“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

No 1º Domingo da Quaresma (Ano C), repensamos nossas opções de vida, tomando consciência das tentações que nos impedem de...
Read More
Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse:  “Eu quero: fica curado!”. No mesmo instante  a lepra...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: