Em entrevista, dom Manoel João Francisco fala sobre o significado e o sentido do tempo litúrgico

A Igreja através de sua experiência milenar encontrou maneiras de preparar suas festas principais. Por isto instituiu o Advento, como tempo propício de preparação, que antecede o Natal do Senhor. A palavra “Adventus”, do latim, era usada por ocasião da vinda de Jesus Cristo.

A liturgia da Igreja fala, durante o Advento, na preparação de duas vindas do Senhor: a primeira, acontecida com o nascimento de Jesus, em Belém, que é tornada presente no Natal. A segunda, celebrada como expectativa da vinda de Cristo no fim dos tempos. Por este duplo motivo, o Advento se apresenta como um tempo de piedosa e alegre expectativa.

Por ocasião deste tempo litúrgico, que este ano tem início no dia 02 de dezembro, o portal da CNBB entrevistou o bispo de Cornélio Procópio, no Paraná, dom Manoel João Francisco, que também é membro da Comissão Episcopal de Texto Litúrgicos da CNBB, a Cetel. Ele falou sobre o significado e sentido do tempo litúrgico, assim como sobre a cor litúrgica desse tempo.  Confira, abaixo, a entrevista na íntegra:

Dom Manoel, qual é o significado e o sentido litúrgico do Advento?

Advento como diz a palavra significa a vinda do Senhor ou também chegada do Senhor. O Advento nos lembra a memória da primeira vinda de Cristo na Terra e com isso nos preparamos para o Natal, mas também o Advento nos faz lembrar a segunda vinda. Fazendo memória da primeira vinda, nós nos preparamos para a segunda vinda do Senhor no final dos tempos, porque quando ele voltou para junto do Pai, ele prometeu que haveria de voltar e não nos disse nem o dia, nem a hora, mas que iria voltar; então nós precisamos estar preparados para essa segunda vinda, aliás as leituras e as orações desse período, principalmente as primeiras semanas do Advento colocam-nos nesse clima de vigilância, de oração, de expectativa da segunda vinda.

Também entre a primeira vinda, da qual nós temos memória e a segunda vinda para a qual nós nos preparamos existe várias vindas do Senhor, são vindas misteriosas, sacramentais. O Senhor se torna presente ou vem para nós através da sua Palavra, através de todos os sacramentos, especialmente da Eucaristia, através da pessoa dos irmãos e irmãs, de modo especial na pessoa dos necessitados, empobrecidos, excluídos, e nós só nos preparamos adequadamente para a segunda vinda na medida em que nós acolhamos o Senhor que vem nessas vindas misteriosas, nessas vindas sacramentais no nosso estar, na nossa vida presente, então esse é o sentido do advento: fazer memória da primeira vinda, nos preparar para a segunda vinda acolhendo o Senhor que vem agora de diversas formas.

Qual é a cor litúrgica desse tempo?

A cor é o roxo porque no Advento nós ficamos nessa expectativa e nos preparando para a segunda vinda que pede penitência e o roxo é sinal de penitência, mas uma penitência alegre, uma alegre expectativa digamos assim… E no terceiro domingo do Advento essa alegria se manisfesta de uma forma um pouco mais clara, e por isso que no terceiro domingo do Advento também é possível usar o paramento de cor rosa.

O Advento é um tempo penitencial?

É penitencial porque pede um pouco de penitência, sem dúvida, ao nos prepararmos. Pede conversão! A vida cristã inteira pede conversão e de uma forma toda especial durante a Quaresma, que é a preparação para a Páscoa, mas também no Advento esse pedido de conversão manifestado e por isso mesmo ele é penitencial, mas não tão penitencial quanto a Quaresma.

Fonte: CNBB/Disponível em: http://www.cnbb.org.br/em-entrevista-dom-manoel-joao-francisco-fala-sobre-o-significado-e-o-sentido-do-tempo-liturgico/

 

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: