Carta do Pe Jacy ao Povo de Deus na Diocese de Guanhães

Pezado Sr. Bispo Dom Jeremias Antônio de Jesus

Senhores Padres, Religiosos (as), Seminaristas,

Coordenadores de Pastorais, Lideranças eclesiais e

Povo de Deus da Diocese São Miguel de Guanhães.

 

Acolho o convite do Santo Padre o Papa Francisco para o espiscopado com temor por causa de minhas limitações e fraquezas, mas com  confiança e alegria pois sei que posso acreditar na misericórdia e na graça do Senhor que sempre esteve ao meu lado.

Espero poder servir à Diocese de São Luiz de Cáceres MT trabalhando com todas as minhas forças pelo bem da Igreja, do presbitério, dos religiosos e pela porção do povo de Deus que me está sendo confiada.

Sou grato a Deus que sempre me confiou grandes coisas. Tenho que agradecer a muitas pessoas e instituições que me ajudaram ao longo de minha caminhada: A minha família, a Diocese de Barreiras/BA com seu presbitério, o seu primeiro Bispo Dom Ricardo Weberberger (falecido)  que me ordenou sacerdote. A Diocese de Guanhães, o seu presbitério e Dom Emanuel que me acolheu na volta para a Diocese de origem. Dom  Jeremias e os colegas padres meus companheiros de missão. Um agradecimento especial a todo o povo de Deus nas diversas Paróquias por onde passei na Bahia e nestes últimos 15 anos no Estado de Minas Gerais: As Paróquias de Ferros, Virginópolis, Santa Maria do Suaçuí, Sabinópolis, Guanhães e atualmente Coluna. Em todos os lugares o povo sempre foi muito caridoso com minhas limitações, me apoiando e perdoando-me sempre.

Muito pouco conheço da Diocese de São Luiz de Cáceres mas vou com disposição de servir somando-me ao irmão Bispo Emérito e aos presbíteros, aos religiosos e lideranças eclesiais da Diocese e região com os quais vou caminhar. Generosa foi a acolhida do Senhor Bispo Dom José Vieira de Lima, atual Administrador da Diocese de Cáceres, que me trouxe alento nestes dias de silêncio e apreensão.

Peço as orações de todos para que eu seja fiel ao chamado e que possa levar o abraço amoroso do Pai por onde eu for e em especial àqueles que me foram confiados.

Coluna, 10 de Maio de 2017

 

BREVE HISTÓRICO

 

Pe. Jacy Diniz Rocha é Filho de José Neto Rocha (falecido) e Eunice Silva Diniz Rocha, nascido no distrito de Nelson de Sena, município de São João Evangelista, Minas Gerais, aos 29 de Agosto de 1958. Foi batizado no mesmo ano na Cidade de  Dom  Joaquim,MG. Estudou o primário na Escola Estadual Major Lermino Pimenta no distrito de Nelson de Sena, município de São João Evangelista.  Estudou no Seminário de Diamantina por três anos. Em 1975 transferiu-se para Brasília e dois anos depois entrou para o Seminário Nossa Senhora de Fátima onde concluiu o segundo grau e o curso de Filosofia.

Numa missão de férias, conheceu a Diocese de Barreiras e, como seminarista, nela pediu ingresso em 1981. Estudou dois anos no Seminário da Barra, BA e por fim, concluiu seus estudos teológicos na Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte. Foi ordenado Diácono no dia 10/12/1983 na Catedral São João Batista pelo Bispo Diocesano  de Barreiras, Dom Ricardo Weberberger. Em março de 1984 concluiu a convalidação de sua licenciatura em Filosofia e no dia 26/05/1984 foi ordenado Presbítero no distrito de Nelson de Sena, São João Evangelista, pelo Bispo Diocesano de Barreiras.

Na Bahia trabalhou na cidade de Tabocas do Brejo Velho, no Bairro de Barreirinhas em Barreiras, no Bairro Sandra Regina em Barreiras, na cidade de Formosa do Rio Preto e na cidade de São Desidério. Assumiu várias atividades Diocesanas como a Pastoral Vocacional, a Cáritas, a Pastoral do Menor, a Coordenação  de Pastoral e a Representação do Clero.

Com o objetivo de fazer um tratamento continuado em Belo Horizonte, pediu incardinação na Diocese de Guanhães, MG e  em julho de 2003 foi acolhido pelo Bispo Diocesano Dom Emanuel Messias de Oliveira e seu presbitério. Na sua Diocese de origem, trabalhou nas cidades de Ferros, Virginópolis, Santa Maria do Suaçuí, Sabinópolis, Guanhães e Coluna, onde é Pároco atualmente. Entre os serviços desenvolvidos na Diocese de Guanhães, destacam-se a Coordenação Diocesana de Pastoral, o Colégio dos Consultores, a Pastoral Presbiteral e a Coordenação da Escola Diocesana de Teologia Pastoral.

 

Pe. Jacy Diniz Rocha

Praça Herculano Torres, 47 – Centro

39.770.000 Coluna – MG

Fone: (33) 3435.1790

rochapintos@gmail.com

 

 

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: