Avaliação da Equipe diocesana de coordenação de catequese: muitas bênçãos e graças foram alcançadas, na XI Semana Catequética e Jubileu dos catequistas

DSCF5875

Desejamos ” flores a vocês” !

Sentimento de gratidão, é o que a Equipe Diocesana de catequese, está vivenciando, após o término  da ‘Semana’ Catequética. Ela avalia os trabalhos como: muitas bênçãos e graças alcançadas . Por isto, vem tornar público, os mais sinceros agradecimentos:

– Primeiramente a Deus, que possibilitou-nos este acontecimento. Sem Ele, nada seria possível!
– Ao Dom Jeremias e ao Clero, que tiveram a feliz ideia de propor-nos a realização do Jubileu do catequista e pelo lugar escolhido para a realização do mesmo: Conceição do Mato Dentro;
– Aos nossos queridos coordenadores paroquiais, catequistas, padrinhos das áreas que trabalham juntamente com a Equipe Diocesana;
– A todos os sacerdotes, que se empenharam, apoiaram, participaram e se responsabilizaram pela  formação nas áreas, se esforçaram e investiram em seus catequistas;
– A todos os catequistas, que deixaram o seu lado “Marta, em casa”, para liberarem seu lado “Maria”que deixou tudo para ouvir o Senhor!
– Aos padres João Evangelista, Valter e Itamar, ao pessoal da casa, ao número enorme de voluntários, à equipe de coordenação paroquial de catequese, em Conceição do mato Dentro, pela acolhida, carinho,zelo e por tudo. (O grupo realmente se sentiu em casa);
-Ao Padres Hermes e  João Evangelista que desenvolveram com tanta riqueza de detalhes, carinho, zelo, os complexos temas propostos pela equipe. Saímos dos dois dias, mais amadurecidos e fortalecidos;
– Aos queridos : Pe José Adriano, Osmar e ao André, pela presença efetiva e afetiva, durante a Semana.
-Ao Pe José Adriano, que ajudou-nos a falar com Deus com muita poesia, através do canto e animação. E pelo belíssimo presente que nos ofertou: A letra e a melodia da música que ele compôs para este momento: Sinais de Deus.
– Aos Padres: Adão e Salomão que se fizeram presentes, no Jubileu e concelebraram com Dom Jeremias ;
– Aos nossos maridos, esposas e familiares, pelo apoio e compreensão de nossa ausência, nestes períodos que os deixamos para subirmos à montanha…
-Ao maridos que nos acompanham, em especial, ao maridão José Geraldo que se fez presente durante os dias;
– Ao Dom  Jeremias, por estar conosco para presidir o Lucernário, pela sua presença carinhosa, em nosso meio, pelos ensinamentos proferidos em sua homilia e durante a palestra, no desenvolvimento dos  temas propostos.
   Mas, acima de tudo, exceto de Deus, agradecemos as dificuldades, aos cansaços, porque é a superação delas que faz com que nós cheguemos ao cumprimento dos nossos objetivos, são as dificuldades que nos fazem crescer, diante delas temos que avaliar nossa realidade e agregar conhecimentos ao desenvolvimento do nosso objetivo.
   Muito obrigada  a todos, de coração, pelo   tempo disponibilizado para dividir conosco a realização da XI  ‘Semana’ Catequética e principalmente, pelas oportunidades que nos foram dadas: a passagem pela Porta da Misericórdia e pelos momentos de meditação, sobre o apelo de nosso querido papa Francisco: Contemplarmos Jesus Cristo, por inteiro, o ano inteiro e sempre, buscando a nossa permanente conversão. Com certeza, depois dessa passagem, somos pessoas ‘melhoradas’, conforme nos disse  Dom Jeremias.
OBSERVAÇÕES:
 1) Abaixo, a letra da música, Sinais de Deus – Letra e melodia de pe José Adriano Barbosa.
2) Há muitas fotos, de todos os momentos incluindo os de lazer, no blog da Catequese: catecom.blogspot.com.br
3) Os conteúdos ministrados por Pe João, Pe Hermes e palestra de Dom Jeremias estarão disponibilizados, em breve, através de apostilas que serão enviadas aos escritórios paroquiais.

SINAIS DE DEUS

LETRA E MELODIA :  Pe José Adriano Barbosa

São muitos os sinais de Deus por aí

Que os olhos não conseguem enxergar.

Não falo das estrelas do céu,

Nem mesmo a natureza

ou nada que esteja longe de nós.

Enquanto O procurarmos distante

Difícil ficará para encontrá-Lo

Por isso se quisermos buscá-lo

É só olhar a vida ao redor.

As coisas do mundo, tudo nos fala de DeusDSCF5497

São sacramentos, sinais de um amor maior

Sacramentos, oásis de misericórdia

Nos desertos da vida, nos momentos de dor

O Senhor nos convida a beber desse amor.

Mas o melhor sacramento

É poder ensinar a ter fé

Trilhando a misericórdia

Catequista, assim você é.

 

                                                                                DEUS SEJA LOUVADO, HOJE E SEMPRE!
                                                       Eliana Alvarenga
                                                             Pela equipe
A Palavra do Pastor
Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

O sopro do Concílio nos desafiou a assumir as alegrias e tristezas, angústias e esperanças da humanidade, como Igreja de...
Read More
Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Todos os dias são dias de missão, e a Igreja que vive no tempo é missionária, por sua natureza, tendo...
Read More
Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

No 28º Domingo do Tempo Comum (ano B), somos convidados a refletir sobre o essencial e o efêmero em nossa...
Read More
Somos um povo peregrino e evangelizador .

Somos um povo peregrino e evangelizador .

“Nós vimos o Senhor” (Jo 20,25) Na Exortação Evangelii Gaudium, o Papa afirma que “A Evangelização é dever da Igreja. Este sujeito da...
Read More
O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

  No 27º Domingo do Tempo Comum (Ano B), refletimos sobre a aliança matrimonial que, no Projeto de Deus, consiste...
Read More
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More
“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“A quem iremos, Senhor?” Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre nossas opções, sobre o discernimento que...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: