Relatório do encontro de orientação para a 5ª Assembléia Diocesana de Pastoral da Diocese de Guanhães

A Assembleia Diocesana tem a função de transformar as Diretrizes em planos pastorais, que são o conjunto de atividades articuladas entre si para se chegar a um objetivo. Sem um plano, os sonhos são conseguem tocar o chão da realidade.

Aos 14 dias do mês de maio de 2016, reuniram-se o bispo diocesano Dom Jeremias, os padres e representantes de todas as paróquias, num total de 99 pessoas, para uma preparação em vista de realizar a 5ª Assembleia Diocesana de Pastoral. Iniciamos com a Oração ao Espírito Santo, meditação do texto Jo 15,1-17 e a oração para a 5ª Assembleia Diocesana. Foi comentado pelo Padre José Aparecido dos Santos, através de slides, o documento CNBB 100, capítulo 6, lembrando as doze características fundamentais para que a paróquia se torne uma comunidade de comunidades:

1-Formar pequenas comunidades facilita o diálogo;

2-Lectio Divina (leitura Orante da Bíblia);

3- Eucaristia e Comunhão, perceber o significado da Eucaristia e nossa vida;

4- Organizar Retiros, momentos de oração comunitária;

5-Valorizar a participação dos leigos;

6-Pastoral da Acolhida;

7- Viver a Caridade e opção pelos pobres;

8- Estimular centros de irradiação da fé e espiritualidade;

9- Dar atenção aos condomínios e Residenciais populares;

10- Evangelizar em comunhão com toda a diocese;

11-Utilizar os novos recursos de comunicação;

12-Ser uma Igreja “em Saída”, missionária.

Dom Jeremias leu e comentou o questionário que será a base para a realização das várias etapas da Assembleia: setorial e comunitária, paroquial, Área Pastoral e Diocesana, que aborda cinco EIXOS: Pastoral, Missionário, Espiritualidade, Formação Permanente e Diretório Pastoral. Para a realização desta Assembleia vários elementos foram considerados: Uma oportunidade para avaliar a nossa caminhada, compreender o momento presente olhando para a história passada e planejar o futuro da nossa Igreja Particular. O objetivo da Igreja no Brasil: “Evangelizar a partir de Jesus Cristo, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida, rumo ao Reino Definitivo”; Em comunhão com toda a Igreja desejamos dar uma resposta às urgências contempladas nas D.G.A.E. 2015-2019 e, ao mesmo tempo, realinhar a nossa caminhada e as nossas atividades com as urgências pastorais aprovadas na Assembléia de Pastoral do Regional Leste 2 realizada de 03 a 05 de novembro de 2.015:  Ser uma Igreja, comunidade de comunidades em missão; trabalhar a iniciação à vida cristã na comunidade e o Cuidado com a Casa Comum; a organização do nosso Diretório Diocesano de Pastoral. As Diretrizes contempladas no Documento 102 da CNBB são um farol a iluminar o nosso caminhar; os documentos do papa Francisco Laudato Si e Amoris Laetitia; O documento CNBB100: sobre a Paróquia como rede de comunidades.

A Assembleia Diocesana tem a função de transformar as Diretrizes em planos pastorais, que são o conjunto de atividades articuladas entre si para se chegar a um objetivo. Sem um plano, os sonhos são conseguem tocar o chão da realidade.

As Diretrizes respondem à questão: aonde precisamos chegar? Os planos respondem a outras questões: como (passos ou etapas), quem (responsáveis), com o quê (recursos) e quando (prazos). É a partir da articulação entre estes itens que surgem os planos. Sem respostas adequadas a estes itens, os planos não saem do papel” (DGAE p.73-74).

Lembramos ainda que:

No mês de Junho se faça um estudo nas sedes das paróquias, em Julho e agosto nas comunidades e paróquias, em setembro nas áreas pastorais e, dia 15 de novembro a realização da Assembleia Diocesana;

Para facilitar o trabalho prevê-se que haja o estudo dos seguintes documentos: Diretrizes da CNBB, 2015 a 2019; Doc. 100 da CNBB;  Amoris Laetitie e Laudato Si;

Cada comunidade ou pastoral deve realizar o estudo do questionário para responder  aos desafios atuais

Várias notícias foram comunicadas: A coleta em solidariedade ao XVII e estado do Pará, dia 12 de Junho; a próxima reunião com os leigos e padres, dia 02 de Julho 08h30.

Dom Jeremias pediu esforço para que cada um, batizado em Cristo, assuma a Missão de evangelizar e tenha mais atenção com a celebração da Missa.

Foi apresentada a nova setorização das paróquias:

ÁREAS PASTORAIS PARA A 5ª ASSEMBLEIA DIOCESANA DE PASTORAL 2016

COM OS SEUS COORDENADORES

Área 1: Água Boa, Santa Maria do Suaçuí, São Sebastião do Maranhão; Pe. Bruno

Área 2: São João Evangelista, Peçanha, Paulistas, São José do Jacuri, Coluna e São Pedro do Suaçui. Pe João Carlos

Área 3:Joanésia e Braúnas. Pe. Amarildo

Área 4: Conceição do Mato Dentro, Córregos, Tapera, Morro do Pilar, SARA, Dom Joaquim. Pe José Geraldo

Área 5 :Senhora do Porto, Dores de Guanhães, Ferros e Carmésia. Pe. João Gomes

Área 6:Guanhães (São Miguel e Nossa Senhora Aparecida), Virginópolis e Divinolândia. Pe Hermes

Área 7: Sabinópolis,  Materlândia e Rio Vermelho. Pe Salomão.

Relatório enviado pelo  coordenador de Pastoral Pe José Aparecido dos Santos.

A Palavra do Pastor
“Coragem, Ele te chama” Homilia para o 30º Domingo do Tempo Comum

“Coragem, Ele te chama” Homilia para o 30º Domingo do Tempo Comum

  Joguemos o manto e saltemos ao encontro do Amor. No 30º Domingo do Tempo Comum (Ano B) refletimos sobre...
Read More
Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

O sopro do Concílio nos desafiou a assumir as alegrias e tristezas, angústias e esperanças da humanidade, como Igreja de...
Read More
Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Todos os dias são dias de missão, e a Igreja que vive no tempo é missionária, por sua natureza, tendo...
Read More
Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

No 28º Domingo do Tempo Comum (ano B), somos convidados a refletir sobre o essencial e o efêmero em nossa...
Read More
Somos um povo peregrino e evangelizador .

Somos um povo peregrino e evangelizador .

“Nós vimos o Senhor” (Jo 20,25) Na Exortação Evangelii Gaudium, o Papa afirma que “A Evangelização é dever da Igreja. Este sujeito da...
Read More
O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

  No 27º Domingo do Tempo Comum (Ano B), refletimos sobre a aliança matrimonial que, no Projeto de Deus, consiste...
Read More
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: