POSSE CANÔNICA DE DOM OTACÍLIO FERREIRA DE LACERDA-4º. BISPO DE GUANHÃES MG

“A lgreja diocesana de Guanhães, esta jovem esposa de apenas 33 anos, presente em 30 municípios e 27 paróquias, com os seus 28 sacerdotes e 3 diáconos, seminaristas e centenas de lideranças leigas, ganha um Bispo bom, um servidor do Povo, um Pastor segundo o Coração de Jesus”.

                                                                                                                   Dom Darci José Nicioli

Após três  anos de ministério episcopal, como bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, Dom  Otacilio Ferreira de Lacerda, foi nomeado pelo Papa Francisco, como bispo da Diocese de Guanhães, pertencente ao Regional Leste II da CNBB, na Província Eclesiástica de Diamantina, e assumiu o cargo na manhã do dia 14 de setembro, em uma solene cerimônia na Catedral de São Miguel Arcanjo.

“Bendito e louvado seja Deus, o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo com bênção espiritual de toda sorte” (Ef 1, 3). Somente pela graça de Deus é que somos possibilitados a escrever, hoje, mais uma página na história de nossa, tão amada, Diocese de Guanhães.

Milhares de fiéis, das 27 paróquias da diocese de Guanhães, dioceses vizinhas, da diocese de Guarulhos/SP, da arquidiocese de Belo Horizonte, além de inúmeros bispos, arcebispos, padres, diáconos e seminaristas, participaram fervorosamente da solene celebração na Catedral São Miguel, onde  realizou-se  a Posse Canônica e a Missa Estacional segundo o Rito. Uma grande ação de graças ao Senhor da História por nossa história, que com a presença de Dom Otacílio, escreve mais um capítulo.

Acreditamos firmemente que Deus, sempre esteve presente conosco ao longo desses anos, e conosco estará a cada momento do futuro, indicando-nos o caminho a seguir e fortalecendo-nos a cada passo. Ele é quem nos assegura: “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,20b).

DISCURSO DE DOM DARCI:

Durante meses a lgreja particular de Guanhães, esperançosa, rezou fervorosamente: “Ó Deus, Pastor Eterno, que governais o vosso Povo com solicitude constante, no vosso amor de Pai, concedei à Diocese de Guanhães um Bispo que vos agrade pela virtude e que vele solícito por nós”. E prometeu: “Fazei que, neste tempo de espera do nosso novo Pastor, continuemos unidos na Fé e na oração, na comunhão fraterna e na participação ativa, em todas as paróquias e comunidades.” E Deus ouviu o clamor do seu Povo!

O escolhido, Dom Otacilio Fereira de Lacerda, é mineiro de Itapiruçu, distrito da cidade de Palmas, na Diocese de Leopoldina. Filho de João Ferreira de Lacerda e Nerília, já falecidos. São seus irmãos: Walter, Carmem, Selma, Célia e Cleonice. Logo criança fez-se migrante com a família na busca de melhores dias e foi para a grande São Paulo, precisamente para a cidade de Guarulhos. Levou consigo a religiosidade mineira e integrou-se na vida paroquial: foi

catequista, Ministro da Eucaristia e Coordenador da Capela de Sta. Luzia, hoje paróquia do Jardim Alvorada. Participando ativamente da comunidade descobriu a vocação sacerdotal e há 31 anos é padre.

Procurou qualificar-se para melhor servir… Além dos estudos preliminares e das faculdades de Filosofia e Teologia, formou-se em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de SP, de onde sua especial atenção para os desafios sociais, segundo a Doutrina Social da Igreja.

Como diácono e sacerdote teve larga experiência de paroquiato, tanto na Diocese de Guarulhos SP e no Norte do Brasil, quando missionou enviado pela Igreja no Estado de Rondônia, na diocese de Ji-Paraná. Em seu trabalho ministerial, já como jovem sacerdote, salta aos olhos a sua índole missionária. D. Otacilio é homem simples, gente boa! Destaca-se por ser um trabalhador incansável e por uma característica que Ihe é muito peculiar: a proximidade. É gente que entra pela porta da cozinha e se aconchega no coração das pessoas!

Foi feito bispo pelo Papa Francisco no ano de 2016 e enviado para a Arquidiocese de Belo Horizonte. Como bispo auxiliar presidiu a região Episcopal N. Sra. Aparecida, que abrange as paróquias e comunidades presentes em 14 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Articulando a pastoral de conjunto, dedicou-se com especial atenção às Pastorais Sociais, aos projetos de ação no mundo do trabalho e habitação. Recentemente foi reeleito

presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora do Regional Leste II, da CNBB. Inspirou-se na espiritualidade de São Paulo, o grande apóstolo dos gentios, de onde tirou o lema episcopal que orienta a sua vida: “Para mim o viver é Cristo” e, também, na espiritualidade mariana, para estar à disposição de uma Igreja servidora e missionária.

Deus ouviu a oração do seu Povo e o Papa Francisco nomeou, no dia 19 junho passado, a D. Otacilio como o 4º. Bispo diocesano de Guanhães. A lgreja diocesana de Guanhães, esta jovem esposa de apenas 33 anos, presente em 30 municípios e 27 paróquias, com os seus 28 sacerdotes e 3 diáconos, seminaristas e centenas de lideranças leigas, ganha um Bispo bom, um servidor do Povo, um Pastor segundo o Coração de Jesus.

O Povo de Deus presente em toda a Província Eclesiástica formada pelas dioceses de Almenara (D. Cabral), Araçuaí (D. Marcello), Teófilo Ottoni (D. Messias) e por mim em Diamantina, Ihe dizemos Dom Otacílio: Bem-vindo à terras do centro norte de Minas Gerais, aos vales do Mucuri, Jequitinhonha e Rio Doce.

Juncti Valemus!

Darci José Nicioli, CSSR

Arcebispo Metronolitano do Diamantina

 

 

 

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: