Transfiguração do Senhor: Vi meu Amado… – Segundo Domingo da Quaresma – Ano C

 “Este é o meu Filho, o Escolhido.
Escutai o que Ele diz!” (Lc 9,35)
Na Liturgia do 2º Domingo da Quaresma (ano C), somos agraciados com a Liturgia da Palavra que nos apresenta a Transfiguração do Senhor, com a passagem do Evangelho de Lucas (Lc 9,28b-36).
Ela é um momento fundamental na vida do discípulo missionário, vivido pelos três apóstolos (João, Pedro e Tiago), e muito nos ajuda ao iniciar nossa caminhada Quaresmal.
Quaresma é Tempo de:
– renovar e revigorar nossa aliança e confiança em Deus, como Abraão, modelo de crente, que confia, se entrega, busca, espera, jamais se instala (1ª Leitura – Gn 15,5-12.17-18);
– nos tornar amigos da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, sempre acompanhados da mudança, da transformação e da conversão, que deve acontecer primeiramente em nosso coração (2ª Leitura – Fl 3,17-4,1);
– redimensionar a nossa vida a partir da provisoriedade e precariedade de nosso corpo, até que possamos receber, na Ressurreição, um corpo glorioso, um corpo celestial, uma morada eterna;
– sentir antecipadamente a alegria da Vitória Pascal que passa pela obediência ao Pai e a fidelidade no carregar da cruz, como nos revela a Transfiguração do Senhor (Lc 9,28b-36);
– fazer silêncio, afastando-nos de todos os ruídos que nos distraiam e não nos possibilitem a escuta do Filho muito amado, que tem sempre algo de muitíssimo especial para nos dizer, para que sejamos felizes, realizados e plenos de vida;
– de subir a Montanha Sagrada contemplar a presença do Senhor, escutá-Lo atentamente, descer à planície e testemunhar Sua Palavra com nossa vida;
– renovar a graça de sermos “cidadãos dos céus”. Como cristãos, estamos no mundo, mas não somos do mundo, como podemos ver nos primeiros ensinamentos da Igreja;
– subir ao Monte Santo para contemplar Cristo Glorioso e Transfigurado, mas também de corajosamente descer a montanha e renovar compromissos solidários com os “Cristos” desfigurados que clamam por vida, alegria, dignidade, amor e paz;
– de subidas e descidas. Subir ao Monte Sagrado para revitalização da graça divina para a fé, esperança e caridade; na planície viver confiantes sempre no Senhor,  testemunhando que conhecemos e cremos em Alguém, Jesus, que transformou e transforma continuamente a nossa vida;
– recuperar as forças indo à Fonte das fontes, Jesus, nutrir pela  Sua Palavra, alimentar-se com o Pão da Imortalidade, inebriar a alma com a Verdadeira Bebida; porque verdadeiramente Jesus na Eucaristia, comungamos a Palavra que se faz Pão, trigo que se faz Pão, vinho que se faz Sangue de Redenção, isto é o que contemplamos, saboreamos e cremos, ao participar do Banquete da Eucaristia.
Jesus nos acolhe com nossos cansaços, dificuldades, imperfeições, limitações próprias do ser humano.
Jesus ama a cada um de nós como somos para nos fazer melhores, para nos aperfeiçoar, para que a imagem de Deus possa transparecer em nosso olhar, em nossos pensamentos, palavras e atitudes, para que transpareça que há Alguém que faz morada no mais profundo de nós e nos acompanha em todo instante.
Celebrar a Transfiguração do Senhor nos convida a  renovação de sagrados compromissos com a Boa Nova do Reino.
http://peotacilio.blogspot.com/2020/03/vi-meu-amado-homilia-2-domingo-da.html
A Palavra do Pastor
Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu – Homilia

Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu – Homilia

Pedro e Paulo, o Amor de Cristo os seduziu Celebramos a Solenidade dos Apóstolos Pedro e Paulo, que viveram total...
Read More
Livres para seguir o Senhor – XIII Domingo do Tempo Comum Ano C

Livres para seguir o Senhor – XIII Domingo do Tempo Comum Ano C

A Liturgia do 13º Domingo do Tempo Comum (Ano C) nos convida a refletir sobre o discipulado na fidelidade ao...
Read More
Assumir a Cruz quotidiana com a força da Oração – 12º Domingo do Tempo Comum

Assumir a Cruz quotidiana com a força da Oração – 12º Domingo do Tempo Comum

A Liturgia do 12º Domingo do Tempo Comum (Ano C) nos interroga a respeito de Jesus: Quem é Ele para...
Read More
Pentecostes: O Espírito Santo de Deus nos foi enviado 

Pentecostes: O Espírito Santo de Deus nos foi enviado 

“Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós. Recebei o Espírito Santo” Com a Solenidade de...
Read More
Ascensão: irradiar amor, vida e alegria – Homilia – Solenidade da Ascensão do Senhor

Ascensão: irradiar amor, vida e alegria – Homilia – Solenidade da Ascensão do Senhor

“Ali ergueu as mãos e abençoou-os” (Lc 24,50) A Solenidade da Ascensão aponta para o fim último de todos nós,...
Read More
A promessa do Paráclito- Homilia VI Domingo da Páscoa – Ano C

A promessa do Paráclito- Homilia VI Domingo da Páscoa – Ano C

A promessa do Paráclito A Liturgia do 6º Domingo da Páscoa (Ano C) tem como mensagem a promessa de Deus...
Read More
Amar como Jesus Ama: desafio e missão – Homilia – V Domingo da Páscoa – Ano C

Amar como Jesus Ama: desafio e missão – Homilia – V Domingo da Páscoa – Ano C

Amar como Jesus Ama: desafio e missão “Vede como eles se amam” (Tertuliano) A Liturgia do 5º domingo da Páscoa...
Read More
A voz do Bom Pastor – Homilia 4º Domingo da Páscoa – Ano C

A voz do Bom Pastor – Homilia 4º Domingo da Páscoa – Ano C

“Eu sou o Bom Pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem,  assim como o Pai me conhece e Eu...
Read More

“Ele está no meio de nós!” Aleluia! – Homila III Domingo de Páscoa Ano C

“Ele está no meio de nós!” Aleluia! Com a Liturgia do terceiro Domingo da Páscoa (Ano B), refletimos sobre o modo de...
Read More
A Fé no Ressuscitado é missão de paz! Segundo Domingo Tempo pascal – Ano C

A Fé no Ressuscitado é missão de paz! Segundo Domingo Tempo pascal – Ano C

A Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano C), também chamado de Domingo da Misericórdia, nos convida a refletir sobre...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: