MISSA DE POSSE DO PADRE GUILHERME NA PARÓQUIA SÃO PEDRO

Na missa da Festa de Santa Maria Madalena(22/07/2021), com Rito de Posse Canônica, presidida pelo Bispo Dom Otacilio Ferreira de Lacerda e concelebrada por vários presbíteros da diocese, tomou posse como pároco da Paróquia São Pedro, em São Pedro do Suaçuí, o padre Guilherme Soares Lage.
Nos ritos iniciais, padre Dilton Maria Pinto, Chanceler da Cúria, leu a Provisão de Pároco. Após, entregou-a a Dom Otacilio, que repassou ao padre Guilherme que, em seguida, a apresentou a toda a assembleia participante a qual o saudou com palmas.
Antes da proclamação do Evangelho, padre Guilherme recebeu o Evangeliário de Dom Otacilio com as exortações próprias do rito e assumiu o compromisso de anunciar a Palavra de Deus a todas as pessoas.
No início da homilia, Dom Otacilio saudou os presentes e os que participavam por meio das redes sociais e os padres que concelebraram: Luiz Mauricio Silva, José Geraldo da Silva, José Aparecido dos Santos, Mário Gomes da Silva, Valter Guedes de Oliveira (cerimoniário) Padre Salomão Rafael Gomes Neto, Padre Hermes Firmiano Pedro e Padre Dilton Maria Pinto. Após, fez saudação aos seminaristas Filipe Ferreira Coelho, Alisson Sandro Anacleto da Silva, Thiago Dione Vileforte e o irmão Igor Soares. O prefeito municipal Euzébio Teixeira e demais autoridades foram acolhidos juntamente com os pais do padre Guilherme: Alberto Soares de Brito e Maria Aparecida Pereira Lage.
Em suas palavras, dom Otacilio destacou a vida de Santa Maria Madalena, a primeira testemunha de Jesus, vivo e ressuscitado. Ressaltou que há dois meses, celebrava a ordenação de padre Guilherme na festa de Santa Rita de Cássia e que na festa de hoje inicia seus trabalhos como pároco. Dando continuidade, destacou a missão do presbítero na paróquia. Dialogou com a assembleia perguntando se o novo padre poderia contar com o apoio da comunidade para o exercício de sua missão.
Após a homilia, aconteceu o Rito da Renovação das Promessas Sacerdotais. Nesse momento, Padre Guilherme foi interrogado publicamente para manifestar sua disposição de cooperar com o bispo, trabalhando em comunhão com ele e cuidando com zelo da Paróquia que lhe está sendo entregue.
Os próximos ritos foram da Profissão de Fé e o Juramento de Fidelidade, quando segurou o evangeliário e pronunciou a fórmula aprovada pela Santa Sé, conforme determina a disciplina da Igreja.
Nos ritos finais, padre Dilton fez a leitura da ata de posse sendo ela assinada pelo bispo diocesano e por todos os presbíteros presentes. Após, padre José Geraldo, representante de todos os presbíteros, dirigiu palavras de acolhida ao padre Guilherme, apresentou a disponibilidade dos irmãos do sacerdócio de colaborar na missão confiada e desejou sucesso na condução da primeira paróquia a qual denominou de “primeiro amor”.
A cristã leiga Marcia Peixoto Temponi, coordenadora da Comunidade Nossa Senhora das Graças, dirigiu ao pároco empossado uma mensagem de acolhida representando as lideranças comunitárias.
Antes da bênção final, Padre Guilherme manifestou-se aos seus paroquianos dizendo que gostaria de ser um pai de cada uma dessas ovelhas que a Igreja ora lhe confia. Ressaltou que o nome Guilherme significa cuidador e que ele deseja ser o bom pai do povo a ele confiado. Conclui pedindo forças a Deus e a intercessão de Santa Rita de Cassia, Santa Maria Madalena e São Pedro em sua missão.
A comunidade participou com júbilo desse momento marcante para história de nossa paróquia com 133 anos de caminhada. Rogamos ao Senhor para que abençoe o padre Guilherme e proteja em sua nova missão. Que São Pedro, nosso padroeiro, que foi o primeiro a receber as chaves do Reino, o inspire em sua missão de abrir portas e caminhos em São Pedro do Suaçuí.
Texto: Alessandro Gomes Alexandre
Revisão: Mariza Pimenta Dupim

Fotos: Paulo Henrique Alves Nunes

Publicação: Eliana Maria de Alvarenga Guimarães

 

A Palavra do Pastor
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More
“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“A quem iremos, Senhor?” Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre nossas opções, sobre o discernimento que...
Read More
A missão e o Alimento indispensável – Homilia 19º Domingo Comum – Ano B

A missão e o Alimento indispensável – Homilia 19º Domingo Comum – Ano B

A Liturgia do 19º Domingo do Tempo Comum (ano B), continuamos a refletir sobre um tema de extrema importância: Jesus...
Read More

Temos fome e sede de Deus – XVIII Domingo do Tempo Comum

Com a Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre o Jesus, o Pão da Vida, e,...
Read More
A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

“Qual é o lugar que concedemos a Deus na nossa vida? Na cultura contemporânea está presente um indubitável processo de...
Read More
Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Com a Liturgia do 17º Domingo do Tempo Comum (ano B), contemplamos a ação de Deus: é próprio do Seu...
Read More
“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade” Reflitamos à luz deste parágrafo do Sermão sobre os pastores, escrito pelo Bispo...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: