Primeiro Encontro Diocesano de Coordenadores Paroquiais de Catequese de 2020

“ Tornar-se Alimento: um itinerário Bíblico-Eucarístico de conversão “
”O caminho não escolhe os pés, mas os pés escolhem o caminho.” É com este espírito missionário de anunciadores de Jesus Cristo que os coordenadores paroquiais de catequese da Diocese de Guanhães se reuniram no primeiro dia do mês de fevereiro no salão da Catedral.
Nesse dia, foram repassados resumidamente os temas estudados no Encontro Regional/Leste II, em BH; temas provocativos, convite a se tornar pão, que toda vida é pão.. O catequista torna-se um alimento espiritual para seu catequizando com o estudo da Palavra; faz um anúncio querigmático, portanto, a catequese terá que ser querigmática.
Quem está na função de coordenador ou catequista deverá ter a consciência de que gera vida espiritual nos outros como um pai e uma mãe.

Dom Otacilio visitou o grupo, deixando várias mensagens. ”Ser catequista é graça e missão; é fazer resplandecer a luz divina; é deixar-se modelar nas mãos do oleiro e que todos nós precisamos ser modelados pelas mãos divinas. Pessoas são pássaros! Às vezes nos levam a voos maravilhosos!”
Foi entregue a Dom Otacilio o livreto “ Fortaleçamos o pilar da Palavra” – Uma coletânea de textos escritos por ele sobre “ Proclamemos a Palavra”, textos que serão trabalhados nas áreas no mês de março.
Com a música de Pe Francys, rezamos pedindo : “…Jesus, teu jeito seja o meu jeito/ Eu quero ser bem mais do que já sou Jesus, teu jeito seja o meu jeito /Ensina – me a ser tão bom.” A ser sal, ser fermento, tornar-me alimento de salvação para o outro.
“A catequese é sempre uma jovem senhora. É senhora porque é amadurecida desde as primeiras comunidades, mas conserva um ar jovial impressionante. O ponto comum, desde as primeiras comunidades é mantido intacto: o anúncio de Jesus Cristo”. (Dom Joaquim Mol).
Ainda indicando o caminho por onde os pés devem passar, fez-se uma síntese das “DGAEs que hão de inspirar todas as instâncias eclesiais: comissões pastorais da Conferência Episcopal, Regionais, Igrejas particulares, paróquias, seminários, pastorais, comunidades ambientais, movimentos, associações, novas comunidades, organismos, universidades e escolas católicas, meios de comunicação eclesiais, entre outros; se o Senhor não construir a casa, em vão trabalham os que a constroem e se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia aquele que a guarda”. (Sl 127,1)
Que construamos a nossa casa comum com os pilares da Palavra, do Pão, da Caridade e da Missão.
Também se apresentou a CF2020, cujo tema é Fraternidade e vida: Dom e Compromisso. E o lema: Viu, sentiu compaixão e cuidou dele. (Lc 10, 23-24) É preciso que atendamos ao apelo de nosso papa.
“Seja responsável por este mundo e pela vida de cada homem. Pense que cada injustiça contra um pobre é uma ferida aberta e diminui a sua própria dignidade. A vida não cessa com a sua existência e neste mundo virão outras gerações que sucederão a nossa e tantas outras ainda. E cada dia peça a Deus o dom da coragem. Lembre-se que Jesus venceu por nós o medo. Ele venceu o medo! O nosso inimigo mais difícil não pode nada contra a fé. E quando você estiver com medo diante de qualquer dificuldade da vida, lembre-se que você não vive somente por si mesmo.” ( Papa Francisco).
”O caminho não escolhe os pés, mas os pés escolhem o caminho.” O Planejamento Pastoral Catequético para 2020 foi apresentado, contemplando 4 projetos a serem colocados em prática, no decorrer deste ano. Quanto maior o desafio, maior a força de Deus.
“Que os meus pés me levem pelo caminho que escolhi e que ele seja perfeito para mim e se não for, que eu possa corrigi-lo sempre que necessário, sem lamentações, apenas acertar o rumo. O caminho não escolhe os pés, mas os pés escolhem o caminho”. ( Poema de Rosi Coelho).

                                                                                                                                         Vera Pimenta/ Pela Comissão da Catequese

 

 

 

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: