Jesus, o Senhor e o centro de nossa vida ( Homilia Cristo Rei -ano C )

 

Ao celebrar a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo (ano C), a Liturgia nos convidará a refletir sobre o modo diferente de Sua realeza.

A realeza de Jesus se expressa numa vida marcada pelo amor vivido, no serviço, na doação de Sua vida e no perdão, concedido a quem se põe numa atitude sincera de arrependimento e conversão.

Com a Festa de Cristo Rei, celebramos a festa da soberania de Cristo sobre a comunidade que n’Ele professa a fé, em total e incondicional adesão, tornando-se, como Ele, servidora do Reino, para  com Ele também reinar.

Na primeira Leitura, ouvimos uma passagem do Livro de Samuel, que nos apresenta Davi, como o rei de Israel, e um tempo marcado pela felicidade, abundância e paz (2 Sm 5,1-3).

Tempos depois, o Povo de Deus viveria situações totalmente adversas, e, com isto, o anúncio profético da vinda de seu descendente, que devolveria a este a alegria, a vida e a paz: o próprio Jesus.

Na segunda Leitura, ouvimos a passagem da Carta de Paulo aos Colossenses (Cl 1, 12-20), que nos apresenta a soberania de Jesus Cristo sobre toda a criação, sendo Ele a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda criatura (herdeiro principal), e também a fonte de vida plena para toda a humanidade, porque n’Ele, por Ele e para Ele, todas as coisas foram criadas.

Com isto, podemos afirmar que Jesus deve ter a centralidade em nossa vida, e n’Ele crer, implica numa nova conduta, novos pensamentos e sentimentos, porque a Ele totalmente configurados.

Na proclamação do Evangelho, ouvimos a passagem de Lucas (Lc 23, 35-43), com a realização da promessa que fora feita desde os tempos dos Profetas: Jesus é o Messias, o Rei, o enviado por Deus que vai transformar a realidade do povo, inaugurando o Reino de Deus, não edificado sobre a força, a violência, na lógica do extermínio, tão pouco na imposição, mas tem como pilares o amor, o perdão e o dom da vida.

A narrativa de Lucas nos apresenta Jesus crucificado entre dois malfeitores, e, diante de Si, um povo silencioso, perplexo, e sobre Sua Cruz a inscrição:

“Este é o rei dos judeus”: “Ele não está sentado num trono, mas pregado numa Cruz; não aparece rodeado de súditos fiéis que o incensam e adulam, mas dos chefes dos judeus que o insultam e dos soldados que O escarnecem. Ele não exerce autoridade de vida ou de morte sobre milhões de homens, mas está pregado numa Cruz, indefeso, condenado a uma morte infamante… Não há aqui qualquer sinal que identifique Jesus com poder, com autoridade, com realeza terrena” (1).

É exatamente na Cruz que Jesus manifesta plenamente a Sua realeza. A Cruz é o Seu trono. Reinar com o Senhor implica também que os discípulos tenham a coragem de tomar a sua cruz quotidiana, com as renúncias necessárias, para segui-Lo com disponibilidade, fidelidade.

Reinar com Jesus é experimentar a força desarmada do amor, e tão somente assim se torna digna e frutuosa a celebração da Solenidade de Cristo, Rei e Senhor do Universo.

Finalizando, é preciso repensar nossa existência como discípulos missionários do Senhor.

Reflitamos:

– Como testemunhamos Jesus, um rei despojado de tudo e pregado numa Cruz?

– vivemos um discipulado despido de pretensões de honras, glórias, títulos, aplausos, reconhecimento, ibope, glamour?

Uma vez que proclamamos Jesus como nosso Rei e Senhor, reinemos com Ele, no amor, no perdão e na entrega da vida, em sincera e frutuosa doação em favor da vida plena e feliz para todos.

Reinemos com Jesus, fazendo d’Ele e de Sua Palavra o centro de nossa vida.

Dom Otacilio Ferreira de Lacerda

(1) www.Dehonianos.org/portal

https://peotacilio.blogspot.com/2019/11/jesus-o-senhor-e-o-centro-de-nossa-vida.html

A Palavra do Pastor
Sejamos instrumentos nas mãos de Deus (Homilia do 3º Domingo do Ano A)

Sejamos instrumentos nas mãos de Deus (Homilia do 3º Domingo do Ano A)

No 3º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre o Projeto de Salvação e de Vida plena que Deus...
Read More
FORTALEÇAMOS O PILAR DA PALAVRA DE DEUS

FORTALEÇAMOS O PILAR DA PALAVRA DE DEUS

As novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil (2019-2023), Documento nº. 107 da Conferência Nacional do Brasil  (CNBB), nos apresentam...
Read More
Apresentar e testemunhar Jesus, a luz das Nações ( Homilia para o 2º Domingo do Tempo Comum-ano A)

Apresentar e testemunhar Jesus, a luz das Nações ( Homilia para o 2º Domingo do Tempo Comum-ano A)

Apresentar e testemunhar Jesus, a Luz das Nações “Melhor é calar-se e ser do que falar e não ser. Coisa...
Read More
Ser batizado é ouvir a voz do Filho Amado

Ser batizado é ouvir a voz do Filho Amado

  O Batismo do Senhor é apresentado de diferentes modos: os Evangelhos de São Marcos e São Lucas apenas fazem...
Read More
A Evangelização nos desafia: É tempo de sermos epifânicos!

A Evangelização nos desafia: É tempo de sermos epifânicos!

  A Evangelização nos desafia: É tempo de sermos epifânicos! Há de brilhar e brilhou… Uma estrela há dois milênios,...
Read More
Epifania: Jesus é o Salvador de todos os povos ( Homilia da Epifania do Senhor)

Epifania: Jesus é o Salvador de todos os povos ( Homilia da Epifania do Senhor)

Epifania: Jesus é o Salvador de todos os povos Celebraremos com toda a Igreja, a Solenidade da Epifania do Senhor,...
Read More

Deus seja louvado! Olhando para o ano que está terminando, faltando apenas dois dias, vi que: Amo o que faço! Creio...
Read More
Sagrada Família, modelo de fidelidade e coragem

Sagrada Família, modelo de fidelidade e coragem

Sagrada Família, modelo de fidelidade e coragem Celebrar a Festa da Sagrada Família (ano A), é para todos nós, uma...
Read More
Ah, se nossas famílias escutassem o Anjo do Senhor…

Ah, se nossas famílias escutassem o Anjo do Senhor…

Ah, se nossas famílias escutassem o Anjo do Senhor... Na Liturgia da Palavra na Festa da Sagrada Família (ano A),...
Read More
O silêncio dos inocentes

O silêncio dos inocentes

O silêncio dos inocentes... “Levante-se, pegue a Criança e a Sua mãe e fuja para o Egito. Fiquem lá até...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: