Descanse em paz, querido pe Itamar

Estimados (…),

neste nosso dia, elevemos ao Bom Pastor ação de graças pelo dom da vocação sacerdotal.
Peçamos pela nossa fidelidade e perseverança no serviço a Deus, servindo ao seu santo Povo com amor e gratuita dedicação.
Agradeço a cada um de vocês, a riqueza das diferenças e a unidade na missão. Muito obrigado pela oferta da sua vida nesta querida Igreja de Guanhães MG.
Hoje Deus acolheu o Pe, Itamar, que foi “dom sacerdotal” também para nós. Combateu o bom combate e guardou a fé: Deo Gratias!
Rezo por você, reze por mim.
Com o meu abraço e benção!

+ Darci José, CSsR

 

Estou triste pela notícia do falecimento do querido Padre Itamar. Sempre nos é triste a partida de pessoas queridas, mesmo sabendo de seus limites. Padre Itamar foi entre nós um lutador pela causa do Reino de Deus. Como recomenda o Apóstolo S. Paulo: insistiu a tempo e fora de tempo, quer agrade ou desagrade, lutou pela justiça e o direito dos pobres e sofredores. Tinha um coração de criança que sabia com muito bom humor alegrar- se com as pequenas coisas! Tive a alegria de participar de várias missões, as quais ele também se fazia presente. “Espera um pouquinho, meu santo, vou conversar um pouco com aquele outro santo”, isso se dava no meio da estrada, muitas vezes empoeirada. Na Celebração Eucarística, não lhe faltava vigor para cantar: “Benza Deus, quanta gente na igreja, abençoa, Senhor, essa gente, esse povo bonito, esse povo santo, que beleza!” Resta-nos acompanhá-lo agora com nossas orações, como fizemos na missa de despedida na Catedral quando partiu de volta para Araçuaí, sua pátria de origem, após muitos anos evangelizando em nossa diocese.

 

A todos que o conheceram e à sua família, apresento as condolências e minha gratidão. Que padre Itamar descanse em paz, na presença de Deus, por quem viveu na dedicação total aos irmãos e irmãs. Que seu exemplo seja imitado e sua memória abençoada.

(Michel Hoguinele – Belo Horizonte – colaborador da Pascom diocesana)

 

– Por aqui passou um homem de Deus. Era um pessoa  simples e de grande sabedoria. Na despedida dele, na catedral estava também se despedindo de nós . Obediência, pedindo ao bispo autorização para voltar a Diocese de Araçuaí, sua origem . Agora, Senhor , deixa o seu servo descansar em paz . “Combati o bom combate guardei a fé” . Com certeza, para ele está reservado a coroa da justiça, que o justo juiz o dará . Exemplo de fé para todos nós.

(Sr Alcides _ Guanhães/ São Miguel).. 

 

– É  com muita tristeza e ao mesmo tempo agradecida por ter convivido com padre Itamar, homem simples, sorriso alegre, carinhoso, AMIGO. Quantas vezes me apoiei em suas falas, aqui na capela Nossa Senhora Aparecida. Muitas vezes ele celebrou conosco. Nosso “santinho” de nossa diocese era muito amável. Deixou um legado invejável: um exemplo de vida simples.

(Socorro – Morro do Pilar/MG)

 

Que Deus lhe dê um descanso merecido. Muitas saudades vai deixar!!

(Dorotéia – Espírito Santo/ES).

 

Hoje, Dia do padre, Deus chamou para junto de si o grande sacerdote, padre Itamar. Louvemos a Deus por seu ministério em nossa diocese. 91 anos de idade e 60 anos dedicados ao ministério sacerdotal. DESCANSE EM PAZ, PROFETA DA PAZ E DA ESPERANÇA.

(Pe José Aparecido dos Santos – Peçanha/MG)

 

Que ele descanse e paz! E que Deus o recompense por todo esse tempo dedicado ao seu povo!

(Aparecida – Frei Lagonegro/MG)

 

Que carreguemos em nós um pouquinho de tudo que ele era: paciência, humildade e subserviência!

(Gláucia – Conceição do Mato Dentro/MG)

 

Combateu o bom combate , encerrou a  missão!

(Madalena – Pito -Guanhães/MG)

 

Descanse em paz. Mais um anjo no céu!

(Andréia – Peçanha/MG)

 

Logo cedo fomos surpreendidos com a notícia do falecimento do Pe Itamar. Um senhorzinho esperto, de muitas histórias pra contar. Amigo pessoal de Dom José Maria Pires, algo que o orgulhava. Não se cansava de repetir os feitos junto ao amigo de anos. Dos mais de 25 anos de prestação de serviço, raríssimas vezes atendi a um padre tão atencioso e carinhoso, pelo menos comigo. Tinha sempre essa fala quando chegava: “Como está, minha Santa? Olha, paciência com os padres” e soltava logo aquele sorriso fácil. Fazia questão de ir à cúria, independente de qualquer acerto. E dizia: “vim te fazer uma visitinha e não tomarei muito o seu tempo” mas, aí assentava e vinham os casos e conselhos e pedidos de oração por ele e por todos os padres. Não tenho palavras para descrever o quanto foi saudável para mim e, acredito, para a diocese, a presença do Pe. Itamar. Companheiro, amigo, obediente aos seus superiores, atencioso, preocupado com o próximo. Um padre povo! Ele fazia questão de  sair caminhando com a gente até o carro ou ônibus, nos abençoando e pedindo a intercessão de Deus para que retornássemos em paz. Um padre de Deus e Santo, exemplo para outros padres e para cada um de nós. De oração e espiritualidade. Sei que o céu, neste momento, o recebe com festa. Pe Itamar, guardarei  em meu coração os seus conselhos e palavras. Obrigada pelo tempo conosco. Deus o tenha em sua glória e que de lá, continue zelando por nossos padres e todo o nosso povo. Retorna à casa do Pai um “cidadão do infinito”. Siga em Paz!!!

(Simone Mendanha – Secretária da Cúria em Guanhães/MG)

 

– Aqui em Água Boa nós o  chamávamos   de  padre “Benza Deus”. O povo daqui ficará muito triste.

(Adilamar Godinho secretária da paróquia de Água Boa/MG)

 

– Que o Nosso Senhor Jesus Cristo o receba na sua infinita Misericórdia!

(Jurandir- secretário da paróquia de Dom Joaquim/MG)

 

– Santo e paciente era ele!! Humildade que não cabia…

(Poliana- secretária da Paróquia São Miguel – Guanhães/MG)

 

Quando o conheci fiquei encantada com tanta sabedoria e benevolência.

(Aline – secretária da Paróquia em São Sebastião do Maranhão/MG)

 

– Vou celebrar por ele daqui a pouco. Grande amigo e colega de curso de Seminário.

(Dom Leonardo – bispo emérito de Paracatu/MG)

 

– Eu me confessava sempre com ele…. Sempre amoroso e transmitia uma paz… Está nos braços de Deus.

(Stael secretária da Paróquia, em São João Evangelista)

 

– Que tenha o merecido descanso nos braços do Pai. Fez muito por merecer.

(Kênia,  Guanhães/ Paroquia São Miguel)

 

– Que pena! Nos deixou, mas foi morar com o Pai. Nossos sentimentos a todos os familiares e que Deus dê a ele um bom lugar.

(Coral Diocesano)

 

– Irei celebrar agora na Matriz Nossa Senhora da Pena – Buritis – MG . Colocarei a intenção dele.

(Pe. Marcone, Arquidiocese de Paracatu)

 

– A Igreja católica  se despede hoje, nesse dia vocacional, “dia dos padres”, do saudoso Padre Itamar. Com certeza ele estará celebrando ao lado de Deus, intercedendo por nós.

(Adilson de Paulistas)

 

Com certeza perdemos um ícone radiante. Descanse em paz, amigo!

( Paulão de Paulistas)

 

Voltou para os braços do Pai, no dia dos padres. Que Deus o receba de braços abertos e dê conforto aos familiares e amigos.

(Juliana/ Pito – Guanhães/MG)

 

Ao Pe Itamar, “O Nosso Benza Deus”, nossa eterna gratidão. Sentiremos  saudade dos momentos missionários proporcionados à Paróquia Sant’Ana de Água Boa!

Vá em paz, Pe. Itamar!!!

(Socorro – Água Boa)

 

Hoje, o Pai Eterno resolveu chamar para si um de seus guerreiros incansáveis e nós daqui não ficaremos tristes por isso. Estamos sim com muita saudade daquele que representou muito bem o que é  ser um homem bom!

( Flor – Conceição Mato Dentro)

 

O céu está em festa! Sua alegria era contagiante.

(Edelveis/ Guanhães- São Miguel)

 

Deus o recolheu no dia do Padre. Glória a Deus!

(Ivone de São João Evangelista)

 

Que Deus o tenha em Seus braços .Dia Especial reservado ao Pe.Itamar.

(Malu – São Pedro)

 

Grande companheiro em nosso paróquia. Que Deus o acolha de braços abertos.

(Martha -Santa Maria do Suaçuí)

 

Triste, mas muito agradecida a Deus por tê-lo conhecido. Eu o via chegar para as missas festivas na catedral e o reparava de longe. Um dia, ao terminar a missa, saí atrás dele, para dar-lhe um abraço, atendendo a um pedido de uma amiga catequista, Dorotheia que  mora no Espírito Santo que havia me pedido para dar um abraço nele e tirasse uma foto para enviar-lhe. Eu o abracei pela primeira vez e consegui a foto para minha amiga. Devo isto a ela, pois foi meu primeiro contato  com este “homem de Deus”. Depois disso, pude abraçá-lo muitas outras vezes, quando  ia a Conceição do Mato Dentro para encontros de catequese ou quando vinha aqui aqui para Celebração na catedral São Miguel. De todas as nossas conversas , dois fatos me marcarão para sempre: cheguei cedinho a Conceição e fui direto à cozinha porque sabia que ele tomava café bem cedo. Tomei meu cafezinho, enquanto ele calmamente conversava comigo sobre o lindo trabalho que é realizado na catequese. Ele tinha dois ovos nas mãos, esperando que eles esfriassem para comê-los( comia ovos quentes todas as manhãs). Ao sair para o Encontro, saí da cozinha tão leve, ele tinha esta capacidade: nos tornar leves! O outro fato, foi vê-lo  de onde eu estava no salão do encontro com os catequistas, conversando com meu marido. Eu os vi conversando por longo tempo. Ao final do encontro, ao se despedir de mim e de meu marido ele nos disse: Não corra! Vá devagar, viu, meu amigo? Você é muito importante para Deus porque você transporta e  espera com muita paciência,a  sua esposa que é muito valiosa para Deus por causa dos trabalhos que ela presta  para a Igreja. Vão com Deus! Vocês são muito valiosos para o nosso Pai! Meu marido lhe respondeu: Não correrei, meu amigo padre Itamar!  Saí dali,  como sempre: leve!

Descanse, agora, amigo querido, pe Itamar! Sentirei muita saudade, principalmente quando voltar a Conceição do Mato Dentro.

( Eliana Alvarenga/ Guanhães- Pito)

A Palavra do Pastor
A oração não dispensa compromissos

A oração não dispensa compromissos

As mãos que elevamos aos céus são as mesmas que na terra estendemos ao outro... A Liturgia do 29º Domingo...
Read More
Graça, gratidão e gratuidade (Homilia 28º Domingo Tempo Comum – ano C)

Graça, gratidão e gratuidade (Homilia 28º Domingo Tempo Comum – ano C)

Graça, gratidão e gratuidade   “...Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; atirou-se...
Read More
Anjos que não vejo e anjos que vejo!

Anjos que não vejo e anjos que vejo!

A Igreja celebra, no dia 02 de outubro, a Memória dos Anjos de Guarda (Ex 23,21-23; Salmo 91; Mt 18,1-5.10)....
Read More
É missão das Paróquias resplandecer a luz divina

É missão das Paróquias resplandecer a luz divina

"Eles eram perseverantes no ensinamento dos apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações” (At 2,42) Em...
Read More
O Rico e o Pobre (homilia do 26° Domingo Comum)

O Rico e o Pobre (homilia do 26° Domingo Comum)

A Parábola do rico e do pobre Lázaro Quem são os “Lázaros” de nosso tempo? A Liturgia do 26º Domingo...
Read More
“Enviados para anunciar a Boa Nova”

“Enviados para anunciar a Boa Nova”

                                      “Ai...
Read More
0 0lhar do Amado…

0 0lhar do Amado…

"Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e colocou-a como sinal sobre uma haste.Quando alguém era mordido por uma serpente,...
Read More
A Cruz e o caminho da santidade     

A Cruz e o caminho da santidade     

A Cruz e o caminho da santidade                      Celebramos dia 14 de setembro a Festa da Exaltação da Santa Cruz,...
Read More
Homilia do 24º Domingo do Tempo Comum – ano C

Homilia do 24º Domingo do Tempo Comum – ano C

“Entremos na Alegria do Pai” Com a Liturgia do 24º Domingo do Tempo Comum (Ano C), somos convidados a contemplar...
Read More
Homilia do 23º Domingo Comum – Dom Otacilio

Homilia do 23º Domingo Comum – Dom Otacilio

Amor e ardor na fidelidade ao Senhor! (Homilia 23º Domingo Tempo Comum - ano C) A Liturgia do 23º Domingo...
Read More
Curta Nossa Fanpage:

Empresas que possibilitam este projeto: