Angelus com o Papa

As palavras do Papa no recital do Angelus

Às 12 horas de hoje, primeiro domingo da Quaresma, o Santo Padre Francisco apareceu na janela do estudo no Palácio Apostólico Vaticano para recitar o Angelus com os fiéis e peregrinos reunidos na Praça de São Pedro.

Estas são as palavras do Papa ao introduzir a oração mariana:

Antes do Angelus

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

O Evangelho deste primeiro domingo da Quaresma (cf. Lc 4, 1-13) narra a experiência das tentações de Jesus no deserto. Depois de jejuar por quarenta dias, Jesus é tentado três vezes pelo diabo. Ele primeiro o convida a transformar uma pedra em pão (v. 3); então ele mostra a ele os reinos da terra de cima e promete se tornar um messias poderoso e glorioso (versos 5-6); finalmente, ele o leva ao ponto mais alto do templo em Jerusalém e o convida a se atirar para baixo, a manifestar seu poder divino de uma maneira espetacular (vers. 9-11). As três tentações indicam três maneiras que o mundo oferece sempre promissores grandes sucessos, três estradas para enganar: a ganância de propriedade – tem, tem, tem  , glória humana e a exploração de Deus, são três caminhos que nos levarão à ruína.

O primeiro, o caminho da ganância pela posse . Esta é sempre a lógica insidiosa do diabo. Ele começa com a necessidade natural e legítimo para comer, para viver, para ser realizado, para ser feliz, a empurrar-nos a acreditar que tudo isso é possível sem Deus, de fato, mesmo contra Ele. Jesus está dizendo oposto, “Está escrito” O homem não viverá só de pão “” (v. 4). Lembrando a longa jornada do povo escolhido pelo deserto, Jesus afirma que deseja abandonar-se plenamente à providência do Pai, que cuida sempre de seus filhos.

A segunda tentação: o caminho da glória humana . O diabo diz: “Se você cair em adoração diante de mim, tudo será seu” (v. 7). Pode-se perder toda a dignidade pessoal, deixar-se corromper pelos ídolos do dinheiro, do sucesso e do poder, para alcançar a auto-afirmação. E tem prazer na alegria de uma alegria vazia que logo desaparece. E isso também nos leva a fazer “pavões”, vaidade, mas isso desaparece. É por isso que Jesus responde: “Somente ao Senhor teu Deus, você se curvará, somente ele adorará” (versículo 8).

E então a terceira tentação: explorar Deus para sua própria vantagem. Para o inferno com isso, citando a Bíblia, ela convida-o a buscar de Deus um milagre impressionante, Jesus opõe novamente a firme decisão de permanecer humilde, fique confiante na frente do Pai: “Foi-lhe dito:” Não tentarás o Senhor teu Deus “» (V. 12). E assim rejeita a tentação talvez mais sutil: a de querer “puxar Deus para o nosso lado”, pedindo-lhe as graças que realmente servem e servirão para satisfazer o nosso orgulho.

Estes são os caminhos que são colocados diante de nós, com a ilusão de sermos capazes de alcançar sucesso e felicidade. Mas, na realidade, eles são completamente estranhos ao modo de agir de Deus; na verdade, eles nos separam de Deus, porque são obra de Satanás. Jesus, enfrentando essas provações na primeira pessoa, ganha a tentação três vezes para aderir plenamente ao plano do Pai. E ele nos mostra os remédios: a vida interior, a fé em Deus, a certeza de seu amor, a certeza de que Deus nos ama, que ele é o Pai, e com essa certeza superaremos todas as tentações.

Mas há uma coisa na qual eu gostaria de chamar a atenção, uma coisa interessante. Jesus, ao responder ao tentador , não entra em diálogo , mas responde aos três desafios somente com a Palavra de Deus, o que nos ensina que com o diabo não se dialoga, não se deve dialogar, só se responde com a Palavra de Deus.

Portanto, aproveitemos a Quaresma, como tempo privilegiado para nos purificarmos, para experimentar a presença consoladora de Deus em nossa vida.

A intercessão materna da Virgem Maria, ícone da fidelidade a Deus, sustenta-nos no nosso caminho, ajudando-nos sempre a rejeitar o mal e a acolher o bem.

Francisco, Papa

[00414-EN.02] [Texto original: italiano]

Disponível em:        http://press.vatican.va/content/salastampa/it/bollettino/pubblico/2019/03/10/0207/00414.html

A Palavra do Pastor
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More
Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

“Ai de mim se seu não evangelizar” (1 Cor 9,16). A Evangelização na cidade tem inúmeros e grandes desafios, de modo...
Read More
“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

No 1º Domingo da Quaresma (Ano C), repensamos nossas opções de vida, tomando consciência das tentações que nos impedem de...
Read More
Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse:  “Eu quero: fica curado!”. No mesmo instante  a lepra...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: