QUARESMA E A CONVERSÃO

Como sinal sacramental da salvação, a quaresma abre, progressivamente, o ciclo pascal e, cada ano, descortina-nos um caminho espiritual no qual retomamos nosso batismo rumo à Páscoa, ponto alto do ano litúrgico, mistério fundamental de nossa fé, cuja expressão máxima é a Vigília Pascal. Durante 40 dias, a Quaresma nos encaminha para a Páscoa, ajudando-nos a reviver a experiência do povo de Deus, que amadureceu sua fé na travessia do deserto, e a experiência de Jesus que, após intenso tempo de oração e jejum no deserto, assume sua missão com solidária e total entrega.

Neste “tempo favorável” buscamos a conversão. A quaresma é tempo oportuno de penitência e de conversão. A palavra conversão significa ao mesmo tempo radical mudança de direção do caminho e radical transformação interior que acompanha a mudança de direção da vida. Segundo a imagem da parábola do filho pródigo, a

conversão marca o nosso retornodadispersão para a nascente inesgotável da vida, que é a Páscoa de Jesus, nossa verdadeira “casa paterna”.

A quaresma é uma pedagogia de Deus. Há que se ter disposição para a festa (sair de nós) e há que se ter disposição para o silêncio, o recolhimento, a oração (entrar em nós).

Na verdade, penso eu que precisamos superar uma “tradição” que coloca o tempo quaresmal na “gaveta” da tristeza, do desânimo, da falta da alegria… A quaresma não pode (não é da sua origem) ser apenas um devocionismo ou piedosismo individual. Talvez o exercício mais bacana deste tempo seja da “refontalização”.

Quaresma é voltar às fontes. Aquilo que o Apocalipse chama de “amor primeiro”. Por que mesmo eu tenho fé? Por que sou cristão? Qual o sentido disso? Tem sentido? E isso, obviamente, tem um duplo significado – olhar para trás e olhar para frente: nesse tempo, o que significa jejuar? O que significa esmola? O que significa rezar? Aquilo

que está na tradição responde a nossa experiência quaresmal? É possível ressignificar o sentido da quaresma?

Pe. Hermes F. Pedro

A Palavra do Pastor
Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

Presbítero: Homem da Palavra e de palavra

O sopro do Concílio nos desafiou a assumir as alegrias e tristezas, angústias e esperanças da humanidade, como Igreja de...
Read More
Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Do Cálice à Missão, da Missão ao Cálice!

Todos os dias são dias de missão, e a Igreja que vive no tempo é missionária, por sua natureza, tendo...
Read More
Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

Somente Deus nos concede a verdadeira riqueza – Homilia para o XXVIII Domingo do Tempo Comum – Ano B.

No 28º Domingo do Tempo Comum (ano B), somos convidados a refletir sobre o essencial e o efêmero em nossa...
Read More
Somos um povo peregrino e evangelizador .

Somos um povo peregrino e evangelizador .

“Nós vimos o Senhor” (Jo 20,25) Na Exortação Evangelii Gaudium, o Papa afirma que “A Evangelização é dever da Igreja. Este sujeito da...
Read More
O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

O Sacramento do Matrimônio no Plano de Deus – Homilia do XXVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

  No 27º Domingo do Tempo Comum (Ano B), refletimos sobre a aliança matrimonial que, no Projeto de Deus, consiste...
Read More
Graça e perseverança na missão

Graça e perseverança na missão

 “Tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus” (Fl 2,5) Retomo as iluminadoras palavras do Papa Francisco na...
Read More
Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

Sejamos curados pelo Senhor – Homilia – XXIII Domingo do Tempo Comum

“Olhando para o céu, suspirou e disse:  “Effatha!”, que quer dizer “abre-te!” No 23º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Paróquia: Escola de Comunhão e de Amor

Como Igreja que somos, precisamos testemunhar a nossa Fé, dando solidez à Esperança, na vivência concreta e eficaz da Caridade,...
Read More
Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom  Otacilio F. de Lacerda.

Nossa prática religiosa é agradável a Deus? Homilia – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B – Dom Otacilio F. de Lacerda.

Com a Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano B), aprofundamos como deve ser uma verdadeira religião que agrade...
Read More
“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“Só Tu tens Palavras de vida eterna” – Homilia 21º Domingo do Tempo Comum

“A quem iremos, Senhor?” Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre nossas opções, sobre o discernimento que...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: