CAVALGADA EM HOMENAGEM AO SERVO DE DEUS CÔNEGO LAFAYETTE

A Cavalgada do Servo de Deus acontece todo ano no dia 10 de novembro, data de seu nascimento e essa é a 26ª edição. O Vice Postulador da Causa de Beatificação do Servo de Deus Lafayette da Costa Coelho – padre Dilton Maria Pinto – nos relata alguns dados biográficos e informações sobre o processo de beatificação do homenageado nessa cavalgada:

O Servo de Deus nasceu na cidade do Serro – MG aos 10 de novembro de 1886. Ingressou-se no Seminário da Arquidiocese de Diamantina vindo a se ordenar padre no dia 15 de abril de 1917. Após sua ordenação foi enviado à Paróquia Santa Maria Eterna, em Santa Maria do Suaçui, como pároco, permanecendo em Santa Maria do Suaçui por 44 anos quando fez a sua Páscoa para a casa do Pai, mais precisamente aos 21 de setembro de 1961. O Servo de Deus era um homem de grande espiritualidade destacando-se sobretudo pelo Jejum, Oração e grande amor ao próximo. Acolhia a  todos sem distinção e não media esforços para atender aos doentes levando a eles o viático, seja na cidade ou nas longínquas comunidades rurais onde ia montado em sua mula. A sua fama de santidade não veio após a sua morte pois em vida todos que acorriam a ele pedindo uma bênção ou oração por alguém da família que se encontrava enfermo, atestam que em muitos desses casos obtiveram curas que fugiriam à capacidade intelectiva dessas pessoas de compreender como a cura acontecia. Após a sua morte a devoção ao servo de Deus foi crescendo e extrapolando os muros da cidade de Santa Maria do Suaçui. Hoje, em vários Estados da Federação, encontramos devotos que vêm à Santa Maria do Suaçui por ocasião das celebrações de seu aniversário de morte para agradecer ou pedir mais bênçãos e graças. Em 2001 deu-se inicio ao processo de beatificação (Faze diocesana) que foi aceito por Roma dando o Nihil obstat. Assim foi criada a comissão diocesana para dar continuidade ao processo. Hoje, o processo está tramitando em Roma com a Positio quase concluída. Ao final desta, o servo de Deus pode ser declarado venerável. Daí surgindo um milagre que seja atribuído à intercessão do servo de Deus, devidamente comprovado com documentação médica e outros e por peritos no assunto, sendo aceito pelo Vaticano, o venerável será declarado Beato e assim se segue pois surgindo um segundo milagre, o Santo Papa o declara Santo. Eu estou como vice Postulador da causa do Servo de Deus Lafayette da Costa Coelho tendo como Postulador o Dr. Paolo Vilotta que cuida do processo em Roma.

Padre Dilton conta também que esteve em Jaraguá do Sul/SC, juntamente com a Martha, uma das divulgadoras da causa de beatificação, para um encontro com o Postulador Dr. Paolo Vilotta. Estavam presentes aproximadamente 40 vices postuladores das várias causas de beatificação de várias partes do Brasil. Em conversa com o Dr. Paolo foi informado que o processo do servo de Deus Lafayette da Costa Coelho se encontra bem adiantado aguardando somente a conclusão final da “positivo”. Rezemos para que tão logo tenhamos boas notícias de que o nosso Servo de Deus, passou a ser “Venerável” para a Igreja de Jesus Cristo.

 

Texto: PASCOM Diocese de Guanhães

Fotos: Água Boa Em Foco

 

A Palavra do Pastor
“Vós sois meus amigos” Homilia do VI Domingo da Páscoa – dom Otacilio F. de Lacerda

“Vós sois meus amigos” Homilia do VI Domingo da Páscoa – dom Otacilio F. de Lacerda

Reflexão à luz da passagem do Evangelho de João (Jo 15,12-17), em que Jesus nos dá o Mandamento do amor: “Este...
Read More
Precisamos da Seiva do Amor do Senhor! Homilia – 5º Domingo do Tempo Pascal

Precisamos da Seiva do Amor do Senhor! Homilia – 5º Domingo do Tempo Pascal

“Eu sou a Videira e vós sois os ramos” A Liturgia do 5º Domingo da Páscoa (Ano B) é um...
Read More

A voz do Bom Pastor – Homilia – 4º Domingo da Páscoa

“Eu sou o Bom Pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem,  assim como o Pai me conhece e Eu...
Read More
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: