Somos passageiros onde caminhar é preciso

Evandro José de Alvarenga*

A vida é trem bala, nós somos simples passageiros esperando a hora de partir. Por isso, não fique pensando em atingir o topo, os píncaros da glória. Pense na glória que é poder caminhar todos os dias e sentir a cada anoitecer que fez sua parte na construção de um mundo melhor. Pense na vitória que é ver o sol e sentir no rosto a brisa de um novo dia, com a mente tranquila e o coração em paz…

Algumas pessoas  tentam encerrar o ano  fazendo o que não conseguiram fazer durante o ano e às vezes  sentem  a  pancada da própria prepotência  como se fosse a pancada do ganzá. Essa gente quer fazer percussão a vida toda, ao ouvir o som de uma casaca e pensam em carnaval quando os tambores que soam nas “gerais” são os da folia de reis… e o fazem sem entender a mensagem dos reis do presépio, que é humildade perante o Rei dos reis da manjedoura.

Próxima semana, novos velhos governos  começam … Poderíamos  sugerir que os gestores e todos aqueles que vivem pendurados nas tetas das gestões municipais pensassem mais nas cidades do que em si mesmos. Poderíamos sugerir aos empossados, inclusive os novos vereadores que aproveitassem o janeiro de recesso para se inteirarem  das reais situações administrativas das prefeituras. Que ouvissem, por exemplo, os moradores dos bairros com obras paradas. Que procurassem saber as reais necessidades  de seus municípios . Poderíamos  sugerir que os novos vereadores vestissem o traje do compromisso com o povo que os elegeu  e deixassem de lado o “black tie” dos que se fazem solenes para dizer amém para a corrupção. Poderíamos sugerir que todos nós, cidadãos, cuidássemos mais dos nossos quintais, que deixássemos de vez a mania de querer levar vantagem em tudo…

 Que as pessoas que se dizem religiosas pensassem mais no projeto do Criador que na criação se seu próprio umbigo e ego, que todos tentássemos enfrentar no dia a dia as tentações da corrupção dos mínimos detalhes.

Mas ao encerrar esse ano de 2016,  serei um pouco mais enigmático, ou mais poético.

Para quem me pede uma retrospectiva, lembro apenas uma imagem melancólica que simboliza o apagar das luzes de muitos políticos nos últimos 4 anos. Vereadores disseram amém a prefeitos corruptos  e fecharam  os olhos para as cidades e para o povo, alguns se despediram sem sequer entender qual era a sua missão como vereador. 

Que os novos eleitos, partam das necessidades do povo  para reforçarem ou criarem mandatos que atendam os anseios da população.

Para resumir:  o caos em muitos municípios  está  destacando-se aos nossos olhos e puxando a falta de esperança de todos.

 Assim, sabendo que todos nós precisamos encontrar maneiras de nos livrar de tantos males, de sermos mais fortes para todas as intempéries que cismam em quedar sobre nós, compartilho um texto de autoria de Bruno Pitanga – Doutor em neuroimunologia, neurocientista e professor universitário. São dicas sobre como viver melhor: 

“Pra viver melhor, não se preocupe, *se ocupe.* Ocupe seu tempo, ocupe seu espaço, ocupe sua mente.

Não se desespere, *espere.* Espere a poeira baixar, espere o tempo passar, espere a raiva desmanchar.

Não se indisponha, *disponha.* Disponha boas palavras, disponha boas vibrações, disponha sempre.

 Não se canse, *descanse.* Descanse sua mente, descanse suas pernas, descanse de tudo.

Não menospreze, *preze.* Preze por qualidade, preze por valores, preze por virtudes.

Não se incomode, *acomode.* Acomode seu corpo, acomode seu espirito, acomode sua vida.

Não desconfie, *confie.* Confie no seu sexto sentido, confie em você, confie em Deus.

Não se torture, *ature.* Ature com paciência, ature com resignação, ature com tolerância.

Não pressione, *impressione.* Impressione pela humildade, impressione pela simplicidade, impressione pela elegância.

Não crie discórdia, *crie concórdia.* Concórdia entre nações, concórdia entre pessoas, concórdia pessoal.

Não maltrate, *trate bem.* Trate bem as pessoas, trate bem os animais, trate bem o planeta.

Não se sobrecarregue, *recarregue.* Recarregue suas forças, recarregue sua coragem, recarregue sua esperança.

Não atrapalhe, *trabalhe.* Trabalhe sua humanidade, trabalhe suas frustrações, trabalhe suas virtudes.

Não conspire, *inspire.* Inspire pessoas, inspire talentos, inspire saúde.

Não se apavore, *ore.* Ore a Deus! Somente assim viveremos dias melhores. “

São 15 tópicos que o especialista indica para todos nós.

Para concluir emendo, o resumo da campanha feita pelo Hospital Albert Einstein de São Paulo:   Se puder ouvir, veja, se puder ver sinta se sentir pratique.

As doenças do coração são as que mais matam no mundo. São 17 milhões de mortes todo ano, no planeta. No Brasil a cada 5 minutos uma pessoa morre de infarto ou AVC.

Apesar disso, a metade dos brasileiros são sedentários , ou seja, milhões de pessoas que quase não fazem exercícios, não se alongam regularmente.  Uma simples caminhada diária pode trazer muitos benefícios para o cérebro e para o coração. Melhora a circulação sanguínea e previne derrames e infartos.

Então, vamos caminhar minha gente! Ande, corra, pedale, nade… Se a distância é pequena vá a pé. Se for um pouco mais longa, troque o carro pela bicicleta e vá pedalando. Pequenas mudanças fazem grande diferença. Na correria do dia a dia, uma simples caminhada pode acelerar seu bem estar.

Se precisar correr, corra, mas que seja rumo a sua saúde e a seu bem estar. Boas festas e uma ótima caminhada durante todo o ano de 2017.

 *Jornalista e cronista voluntário na Rádio Vida Nova FM

 

A Palavra do Pastor
O imperativo da conversão no trabalho da Vinha do Senhor- Homilia para o XXVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

O imperativo da conversão no trabalho da Vinha do Senhor- Homilia para o XXVI Domingo do Tempo Comum do Ano A

  Com a Liturgia do 26.º Domingo do Tempo Comum (ano A), contemplamos um Deus que chama a todos para...
Read More
Como é bom trabalhar na Vinha do Senhor – Homilia para o XXV Domingo do Tempo Comum do Ano A

Como é bom trabalhar na Vinha do Senhor – Homilia para o XXV Domingo do Tempo Comum do Ano A

Como é bom trabalhar na Vinha do Senhor! Com a Liturgia do 25º Domingo do Tempo Comum (ano A), refletimos...
Read More
Amados e perdoados para amar e perdoar – XXIV Domingo do Tempo Comum do Ano A

Amados e perdoados para amar e perdoar – XXIV Domingo do Tempo Comum do Ano A

A Liturgia do 24º Domingo do Tempo Comum (Ano A), trata do tema do perdão. Contemplamos a Face de Deus...
Read More
”  A caridade é a plenitude da Lei” – Homilia -XXIII  Domingo do Tempo Comum Ano A

” A caridade é a plenitude da Lei” – Homilia -XXIII Domingo do Tempo Comum Ano A

“A caridade é a plenitude da Lei” “O amor não faz nenhum mal contra o próximo. Portanto, o amor é...
Read More
Sejamos fortalecidos no carregar da Cruz! Homilia do XXII Domingo Tempo Comum Ano A

Sejamos fortalecidos no carregar da Cruz! Homilia do XXII Domingo Tempo Comum Ano A

A Liturgia do 22º Domingo do Tempo Comum (ano A) traz um convite que a muitos assusta e desaponta: “A...
Read More
O Senhor nos envia em missão – Homilia do XXI Domigo do Tempo Comum do Ano A

O Senhor nos envia em missão – Homilia do XXI Domigo do Tempo Comum do Ano A

O Senhor nos envia em missão Com a Liturgia do 21º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre dois...
Read More
Maria nos ensina o caminho para o céu – Homilia Dominical – Assunção de Nossa Senhora

Maria nos ensina o caminho para o céu – Homilia Dominical – Assunção de Nossa Senhora

  Celebramos no dia 15 de agosto, a Solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, um dos dogmas da Igreja,...
Read More
Não tenhamos medo! “Ele está no meio de nós” . XIX Domingo do Tempo Comum do Ano A

Não tenhamos medo! “Ele está no meio de nós” . XIX Domingo do Tempo Comum do Ano A

Não tenhamos medo! “Ele está no meio de nós” A Liturgia do 19º Domingo do Tempo Comum (ano A) leva-nos...
Read More
O Senhor e o milagre do amor

O Senhor e o milagre do amor

  A Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum (ano A) nos convida a refletir sobre a grandiosidade do amor...
Read More
O Reino de Deus é a nossa maior riqueza – Homilia para o XVII Domingo do Tempo Comum do Ano A

O Reino de Deus é a nossa maior riqueza – Homilia para o XVII Domingo do Tempo Comum do Ano A

  Com a Liturgia da Palavra do 17º Domingo do Tempo Comum (ano A) refletiremos à luz das Parábolas da...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: