Guanhães, rumo ao Santuário da Mãe Rainha em Confins

 Por Edilene

No dia 20 de novembro (domingo), nos colocamos à caminho para o Santuário da Mãe Rainha. Foram quatro ônibus. Saímos às 4:00 da manhã, percorremos uns 280 km até a cidade de Confins. Que alegria! E quão gratificante, especial e abençoada foi a nossa viagem. As muitas horas passadas dentro do ônibus não ofuscaram a alegria estampada no rosto de cada romeiro. Estávamos todos felizes e porque não dizer, ansiosos. Foram diversos os motivos dessa viagem. Uns, foram com o intuito de conhecer o Santuário, outros em busca de um dia de espiritualidade e para participarem das atividades do Ano da Misericórdia e Fechamento da Porta Santa. Outros, com o objetivo de selar a Aliança de Amor com a Mãe Rainha. Foi um profundo Encontro Religioso. Houve também o terço dos homens, com a participação de 50 membros, representando os cinco continentes. Vinte e quatro (24) Missionários foram preparados pelo casal Célia e Edmirson, durante todo o ano para selar a Aliança de Amor. A receptividade foi calorosa. Fomos acolhidos pela Irmã Lilian, com sua meiguice, carinho e atenção e nos proporcionou um momento de reflexão, oração e conclusão das metas, o que nos trouxe mais forças, ânimo, motivação e alegria para continuarmos nessa grandiosa e bonita missão, a qual nos foi confiada. Foi uma linda experiência! “A Aliança de Amor é uma decisão para uma mudança de vida, uma decisão para o meu Ser Cristão, uma oportunidade para dizer “SIM” ao meu batismo, um amor maior a Jesus, à minha família, ao próximo, à Casa Comum e ao nosso Planeta.” ( Irmã Liliane) A Aliança de Amor é pautada dentro dessa ótica. A partir de agora, passamos a fazer parte da grande Família de Schoenstatt, pois nos tornamos irmãos na Aliança de Amor, assim que selamos essa Aliança e passamos a usar a medalha da nossa Mãe. É essa consciência que temos que ter e sermos fiéis no amor à Mãe Rainha. Temos muito a aprender. Que Ela possa nos matricular em sua escola, essa é a Graça que pedimos. Após concluirmos o momento da preparação com a Irmã Liliane, caminhamos até a Porta Santa e adentramos para o Santuário, onde foi feita a oração da Aliança de Amor e a bênção das medalhas, numa atmosfera sagrada, convidativa e acolhedora. Depois, houve a missa presidida por Dom Edson Oriolo e concelebrada com o Padre Alexandre Rezende, pároco de Confins. Após a comunhão, fomos em procissão até o Santuário Tabor da Liberdade para a bênção final e Fechamento da Porta Santa da Misericórdia. Retornamos para casa felizes e agradecidos. E renovamos assim, a nossa fé, na missão que a Mãe de Deus nos confiou. Esse dia, tenho certeza, que marcou profundamente a nossa vida, a nossa história e o nosso coração. “Eu creio que jamais vai perecer, quem a Aliança fiel permanecer.” ( Pe. José Kentenich)

TEXTO ENVIADO POR EDILENE E FOTOS DO SITE www.schoenstatt.gov.br

A Palavra do Pastor
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More
Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

“Ai de mim se seu não evangelizar” (1 Cor 9,16). A Evangelização na cidade tem inúmeros e grandes desafios, de modo...
Read More
“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

No 1º Domingo da Quaresma (Ano C), repensamos nossas opções de vida, tomando consciência das tentações que nos impedem de...
Read More
Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse:  “Eu quero: fica curado!”. No mesmo instante  a lepra...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: