Celebração de abertura da crisma da Paróquia São Miguel – Guanhães/ MG

Aconteceu no dia 03 de setembro, o primeiro encontro com as turmas da Crisma. Compareceram aproximadamente 160 crismandos, visto que 180 fizeram a inscrição. O nosso pároco, Pe Hermes, esteve presente fazendo a abertura e depois  os convidados de São João Evangelista Elenito, Gilberto e Emerson  deram sequência ao momento celebrativo.

Deu-se o inicio com a leitura do texto bíblico Lucas 14, 25-33 e logo após , seguiu-se a reflexão:

“Por que você quis fazer a inscrição da Crisma? Qual foi a motivação que o trouxe aqui? A motivação foi conhecer Jesus? Se você quiser ser discípulo de Jesus é preciso fazer renúncias e ELE é exigente.Parte inferior do formulário

 A verdade é que Deus nos ama tanto que nos quer inteiros, quer-nos todo e não pela metade, mas, às vezes, queremos ficar com um ‘dedinho’, com uma mão, com um pedaço do coração, e ficamos realmente divididos. Uma pessoa dividida não consegue ser inteira naquilo que faz; desse modo, se você quer ser discípulo de Jesus, seja por inteiro. Se você quer ser seguidor d’Ele, seja com toda a sua vida.

Uma coisa é interessante: quando Jesus diz que precisamos renunciar, não quer dizer que é para jogarmos tudo fora, mas para colocarmos tudo o que temos e somos naquilo que fazemos. Se estamos inteiros para ser de Deus, coloquemo-nos com tudo o que temos, não tenhamos reservas para com Ele. Precisamos renunciar nossa casa, família, pai e mãe? Não! Porque estamos colocando toda a nossa família à disposição de Jesus.

A palavra chave é renunciar: renunciar a si mesmo, renunciar o tempo. Aquele que quer seguir Jesus tem que ter disponibilidade, disposição. Tem que se dedicar a este momento de formação da Crisma. Jovens que fizeram a inscrição já se perguntaram: eu vou dar conta? È isto mesmo que eu quero? Antes de tomar a decisão de seguir Jesus é preciso saber o que realmente quer. Não pode ser uma aventura. É necessário ser fundamenta, metade não vale. Não basta ser cristão, é preciso ser discípulo. Não desista no primeiro obstáculo, no primeiro fracasso, Faça um processo consciente, corajoso, renunucie. Faça o encontro pessoal com Jesus. Priorize Jesus em sua vida. Ele é importante na minha, na sua, na nossa vida.

Precisamos viver a mística do desprendimento, saber ter o essencial, aquilo que, de fato, vai nos ajudar, que é para o nosso bem, para o bem de quem está ao nosso lado. Que no decorrer da preparação para a Crisma seja uma busca, e que no final você possa fazer o encontro pessoal com Jesus Cristo. Não deixe de encontar com Ele sobretudo nas celebraçoes da missa, pois este processo é para ir se inteirando para o encontro com Ele.

 Houve um momento forte de oração, e com a exposição do Santíssimo, invocando a presença do Espírito Santo, para que caminhe com todos durante todo este tempo de preparação, levando-os a refletir se realmente estão dispostos a assumir a função de batizados.

A igreja precisa de jovens, que tenham coragem de assumir a sua fé e que esteja na presença de Deus sempre. Faça avaliação profunda das suas atitudes. Eu quero fazer parte deste “time”? Talvez as minhas atitudes me distanciam de Deus. É isto mesmo que eu quero?

Quando faço o encontro pessoal com Deus, Ele me recebe com um forte abraço. Assuma seu papel, sua função na igreja. Seja um católico praticante. O primeiro passo foi dado? A certeza que temos é que continuaremos a caminhada e ela será  longa, mas Deus estará conosco.

Ao encerrar o momento de oração, marcou-se o próximo encontro para o dia 17 de setembro, às 16:00 horas na catedral.

 

                                                    Texto de Veralúcia Pimenta

                                           Fotos de Simone mendanha

A Palavra do Pastor
A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

A insustentabilidade dos horizontes fragmentários

“Qual é o lugar que concedemos a Deus na nossa vida? Na cultura contemporânea está presente um indubitável processo de...
Read More
Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Eucaristia: O milagre do amor e da partilha XVII Domingo do Tempo Comum do Ano B

Com a Liturgia do 17º Domingo do Tempo Comum (ano B), contemplamos a ação de Deus: é próprio do Seu...
Read More
“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade”

“Confirma a caridade para consolidar a unidade” Reflitamos à luz deste parágrafo do Sermão sobre os pastores, escrito pelo Bispo...
Read More
A incomparável Compaixão Divina – Homilia – 16º Domingo do Tempo Comum ( Ano B)

A incomparável Compaixão Divina – Homilia – 16º Domingo do Tempo Comum ( Ano B)

Com a Liturgia do 16º Domingo do Tempo Comum (ano B), refletimos sobre o Amor e a solicitude de Deus...
Read More
Alegria da missão e da vocação profética – Homilia do XV Domingo do Tempo Comum Ano B

Alegria da missão e da vocação profética – Homilia do XV Domingo do Tempo Comum Ano B

“A missão de Jesus é a nossa missão” A Liturgia da Palavra do 15º Domingo do Tempo Comum (ano B),...
Read More
Vençamos o medo na travessia – XII Domingo do Tempo Comum

Vençamos o medo na travessia – XII Domingo do Tempo Comum

“‘Silêncio! Cala-te!’ O vento cessou e houve uma grande calmaria. Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos?...
Read More
O Reino de Deus germina silenciosamente- Homilia 11° Domingo do Tempo Comum Ano B

O Reino de Deus germina silenciosamente- Homilia 11° Domingo do Tempo Comum Ano B

O Reino de Deus germina silenciosamente No 11º Domingo do Tempo Comum (Ano B), a Liturgia da Palavra nos convida...
Read More
Iluminados pela “Verbum Domini”, alegria Pascal transbordante

Iluminados pela “Verbum Domini”, alegria Pascal transbordante

Vivendo o Tempo Comum, sejamos cada vez mais fortalecidos pela Palavra, que é fonte divina de nossa conversão, como discípulos...
Read More
O desafio da Evangelização na rede – Dom Otacilio F. de Lacerda

O desafio da Evangelização na rede – Dom Otacilio F. de Lacerda

Retomando a citação do Papa Emérito Bento XVI em que ele ressalta a missão da Igreja que é chamada a...
Read More
A Amizade Divina e a felicidade desejada – Homilia- 10º Domingo do Tempo Comum -Ano B.

A Amizade Divina e a felicidade desejada – Homilia- 10º Domingo do Tempo Comum -Ano B.

A Amizade Divina e a felicidade desejada A Liturgia do décimo Domingo do Tempo Comum (ano B) nos convida a...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: