SOMOS TODOS INTELIGENTES

SOMOSTODOSINTELIGENTES

 

SOMOS TODOS INTELIGENTES

Menino inteligente! Como essa menina é inteligente! Eis alguns exemplos de frases muito ouvidas pelas crianças, não obstante serem também sentenças excludentes, à medida que apenas um grupo restrito costuma ouvi-las. Elogiar não é um erro, tampouco destacar a inteligência dos notáveis. Surge então uma pergunta: quem é inteligente? Apenas um público seleto? A resposta é um curto e simples não. E o fato para termos essa negativa está na ciência.

Vale citar o conceito de inteligência. Howard Gardner a define como a capacidade de resolver problemas ou de elaborar produtos que sejam valorizados em um ou mais ambientes culturais ou comunitários. Gardner estudou e encontrou sete tipos de inteligência: musical, corporal, matemática, linguística, visual e espacial, interpessoal e intrapessoal. Elas estão presentes em todas as pessoas, não com a mesma intensidade; isso explica porque alguns desenvolvem mais na música, outros em exatas, português, até mesmo nos relacionamentos pessoais.

Todas essas facilidades humanas, por assim dizer, são importantes no dia a dia e muito exploradas profissionalmente, contudo, dois tipos raros de inteligência recém-descobertos merecem nossa atenção e nossa busca por desenvolvê-las plenamente: emoções e espírito. Isso mesmo! Você não leu errado. Tanto quanto aprender matemática e português, pesquisadores descobriram a necessidade de desenvolver as inteligências emocional e espiritual. A primeira, basicamente, é a habilidade de perceber, entender, avaliar e administrar as próprias emoções e as dos outros de maneira positiva. Se o caso é a criatividade e o desejo de encontrar um sentido para a vida, trata-se então da inteligência espiritual.

Em estudos com diretores de empresas e personalidades conhecidas mundialmente, foi constatado um fato bastante interessante: indivíduos com alta inteligência emocional estavam se sobressaindo melhor do que os chamados “gênios”. Conclusão do estudo: em nada resolve ser um “crânio” se não se consegue dominar as próprias emoções.

Se homens e mulheres ricos nessa inteligência estão mais propensos ao sucesso, quando falamos em espírito damos um passo além. Seres humanos espiritualmente desenvolvidos têm como características praticar e estimular o autoconhecimento profundo, são guiados por valores, são idealistas, encaram e utilizam as adversidades a seu favor, gostam da diversidade, são independentes, questionam, são espontâneos e têm compaixão.

Calma! Não se assuste! Não precisa desprezar os números, fórmulas, gramática etc. Tudo isso é absolutamente importante para qualquer cidadão. Os conhecimentos úteis ao cotidiano nos constroem, facilitam trabalho e estudos, o convívio com nossos pares; saber cantar, por exemplo, nos proporciona prazer além de nos possibilitar atrair pessoas de excelência para nosso redor. O ideal, a partir de agora, é buscar o desenvolvimento da inteligência emocional e espiritual, aqui apresentadas. Com elas, o conjunto corpo-mente-espírito estará ainda melhor e Deus nos fez para isso: estar sempre melhor, principalmente em relação a nós mesmos.

Jornalista Juliano Nunes

A Palavra do Pastor
A Quarta- Feira de Cinzas no Mistério da fé

A Quarta- Feira de Cinzas no Mistério da fé

Com a Quarta-feira de Cinzas, a Igreja inicia a Quaresma, Tempo favorável da Salvação e os fiéis recebem as Cinzas...
Read More
Servidores da Paz e do Amor Pleno – Jesus (Homilia 7º Domingo Tempo Comum- ano A)

Servidores da Paz e do Amor Pleno – Jesus (Homilia 7º Domingo Tempo Comum- ano A)

Servidores da Paz e do Amor Pleno – Jesus “...Bem-aventurados os mansos porque herdarão a terra... Bem aventurados os que...
Read More
A graça de ser Padre

A graça de ser Padre

“Irmãos, cuidai cada vez mais de confirmar a vossa vocação e eleição. Procedendo assim, jamais tropeçareis. Desta maneira vos será...
Read More
Só Deus nos garante a verdadeira felicidade ( Homilia 6º Domingo Tempo Comum – Ano A)

Só Deus nos garante a verdadeira felicidade ( Homilia 6º Domingo Tempo Comum – Ano A)

  Só Deus nos garante a verdadeira felicidade "Enquanto o amor humano tende a apossar-se do bem que encontra no...
Read More
Sejamos Sal e luz na planície do quotidiano ( Homilia do 5º Domingo do Tempo Comum- Ano A)

Sejamos Sal e luz na planície do quotidiano ( Homilia do 5º Domingo do Tempo Comum- Ano A)

Sejamos Sal e luz na planície do quotidiano ... quando atraímos o olhar de todos para Deus, e não para...
Read More
Festa da Apresentação do Senhor: Jesus Cristo é a nossa Luz e Salvação ( Homilia- Domingo 02 de fevereiro)

Festa da Apresentação do Senhor: Jesus Cristo é a nossa Luz e Salvação ( Homilia- Domingo 02 de fevereiro)

“Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma” ( Lc 2,35) No dia 2 de fevereiro, celebramos a Festa...
Read More
Ser Padre: missão de resplandecer a luz de Cristo no rosto da Igreja

Ser Padre: missão de resplandecer a luz de Cristo no rosto da Igreja

“O Concílio deseja ardentemente iluminar todos os homens com a claridade de Cristo, luz dos povos, que brilha na Igreja,...
Read More
Sejamos instrumentos nas mãos de Deus (Homilia do 3º Domingo do Ano A)

Sejamos instrumentos nas mãos de Deus (Homilia do 3º Domingo do Ano A)

No 3º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre o Projeto de Salvação e de Vida plena que Deus...
Read More
FORTALEÇAMOS O PILAR DA PALAVRA DE DEUS

FORTALEÇAMOS O PILAR DA PALAVRA DE DEUS

As novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil (2019-2023), Documento nº. 107 da Conferência Nacional do Brasil  (CNBB), nos apresentam...
Read More
Apresentar e testemunhar Jesus, a luz das Nações ( Homilia para o 2º Domingo do Tempo Comum-ano A)

Apresentar e testemunhar Jesus, a luz das Nações ( Homilia para o 2º Domingo do Tempo Comum-ano A)

Apresentar e testemunhar Jesus, a Luz das Nações “Melhor é calar-se e ser do que falar e não ser. Coisa...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: