Celebração da Ceia do Senhor

Trechos da homilia de Dom Jeremias, durante a Celebração da Ceia do Senhor:

Tríduo Pascal é a única celebração que começa hoje  e termina sábado à noite com a grande celebração da Vigília Pascal. Nesta Celebração recordamos o sofrimento, morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Foto: São Sebastião do Maranhão

Foto: São Sebastião do Maranhão

Sobre as leituras:

Jesus celebra a última Ceia antes de instituir o sacrifício sacramental. Jesus pede a dois discípulos para prepararem um lugar para celebrar a  Ceia com os apóstolos. Tudo foi cuidadosamente preparado. Ervas amargas para lembrar o sofrimento no Egito, o sal das aliança. Os discípulos cuidaram de tudo, detalhe por detalhe. Jesus antecipa seu santo sacrifício quando abençoa o Pão e o Vinho. Ele se faz cordeiro e se imola na Nova Eterna Aliança, na qual o seu corpo e os seu sangue são a Nova e Eterna aliança.

O grande presente desta noite é a instituição da Eucaristia preparando a sua presença no meio destes discípulos para nos alimentar nas nossas fraquezas e nos acompanha, nos nutre através do Sacramento da Eucaristia. A Eucaristia nos cura.

Na última Ceia a instituição do Sacerdócio ministerial para perpetuar este santo sacrifício. O Pão e o Vinho são consagrados, fazendo com que o Cristo venha ao nosso encontro. Cada vez que celebramos a Eucaristia tornamos presentes o Mistério que aconteceu há mais de dois mil anos. O Cristo continua caminhando conosco, nos alimentando e curando nas feridas e nos fortalecendo em nossas fragilidades. O terceiro e grande presente, desta noite e´a novidade do amor.

Comungar é comprometer-se : na busca da humildade; é se colocar a serviço; é amar o outro como Jesus ama.

Lavar os pés dos discípulos não faz parte do rito judaico. Na ceia judaica faz parte purificar as mãos, mas Jesus muda este rito,Ele não quer lavar as mãos. Lavar os pés era serviço dos escravos.  Jesus dá exemplo de serviço ao outro. ‘Se eu o Mestre e Senhor, lavei os vossos pés, vós também lavar os pés uns dos outros. Comungar é comprometer-se com o serviço dos humildes, com a comunidade.

 Eu vivo o amor? Eu vivo a caridade? Eu vivo o mandato do amor? Por que é  grande este mandamento do amor? 

O mandato do amor, vai mudando. Jesus muda a lógica. Ele tira a túnica, coloca o avental como sinal do serviço que vai prestar aos apóstolos.

O papa Francisco hoje escolheu doze emigrantes, dentre eles, três muçulmanos para nos mostrar que somos todos irmãos e vivemos a fraternidade e o amor sem distinção.

Os presentes desta celebração:

Instituição da Eucaristia; Instituição do Sacerdócio ministerial; Instituição do mandato novo do amor.

A Vigília é um ato de solidariedade para com o sofrimento. Esta é a noite da despedida.      

Anotações de Arminda.

 Fotos enviadas através do CATECOM ZAP, pelos colaboradores das paróquias: Pito, Taquaral, São Miguel, Senhora do Porto, Frei Lagonegro, Ferros, Paulistas, Conceição, Comunidade do Taquaral,  São Sebastião do Maranhão.

Observação : Fotos enviadas ontem, quinta-feira, assim que as celebrações foram encerradas.

A Palavra do Pastor
Semana Santa: tempo de intensa misericórdia

Semana Santa: tempo de intensa misericórdia

Estamos vivendo a Semana Santa, chamada de Semana Maior, em que, como Igreja, nos recolhemos em profunda, intensa e fecunda...
Read More
Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor ( Ano A)

Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor ( Ano A)

                              “Contemplemos e fiquemos abismados diante da mais bela História do Amor de Deus por nós: Jesus Cristo, 0 Filho Amado...
Read More
Comunidade: lugar do encontro com Deus

Comunidade: lugar do encontro com Deus

  Na passagem do Evangelho (Jo 2, 13-22), ao realizar a purificação do templo, Jesus anuncia que Ele mesmo é...
Read More
Itinerário Quaresmal percorrido, Alegria Pascal transbordante!

Itinerário Quaresmal percorrido, Alegria Pascal transbordante!

É oportuno refletirmos sobre o Itinerário Quaresmal que assumimos e percorremos (Ano A). Empenhamo-nos na prática do jejum, da esmola...
Read More
Os amigos do Senhor não morrem sempre ( 5º Domingo do 5º Domingo da Quaresma (Ano A)

Os amigos do Senhor não morrem sempre ( 5º Domingo do 5º Domingo da Quaresma (Ano A)

A Liturgia do 5º Domingo da Quaresma (ano A) nos convida a refletir sobre a ressurreição de Lázaro, contemplando a...
Read More
A verdadeira comunicação

A verdadeira comunicação

  Com Maria, aprendamos que a comunicação verdadeira somente se alcança quando se promove o bem comum  e se fortalece...
Read More
Quando nos abrimos ao Espírito…

Quando nos abrimos ao Espírito…

Ah, a vida! A beleza da vida está em suas surpresas, nas repentinas decisões a serem tomadas, e na Sabedoria...
Read More
Sejamos curados de nossa cegueira ( Homilia 4º Domingo Quaresma – ano A)

Sejamos curados de nossa cegueira ( Homilia 4º Domingo Quaresma – ano A)

A Igreja no quarto Domingo da Quaresma (Ano A), celebra o conhecido “Dominica Laetare”. Um Domingo luminoso por sublinhar que...
Read More
Celebrando três anos de Ministério Episcopal

Celebrando três anos de Ministério Episcopal

“Para mim o viver é Cristo” – “Mihi vivere Christus est” (Fl 1,21) Celebrando o terceiro ano de Ministério Episcopal, agradeço...
Read More
A esperança em Deus jamais nos decepciona

A esperança em Deus jamais nos decepciona

Em tempos difíceis por que passamos, são iluminadoras e providenciais as palavras do Apóstolo Paulo aos Romanos: “Gloriamo-nos também de...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: