II Encontro de Formação de Catequistas nas áreas

Louvado seja Deus hoje e sempre! Mais uma etapa do Projeto de Formação, cumprida!

A Equipe de Coordenação diocesana de catequese está realmente agradecida a Deus, pelas ações do seu santo Espírito, que age,  move e que faz morada entre nós. A equipe está também muito feliz, pela participação ativa de catequistas, dos coordenadores, dos parceiros, secretários, funcionários paroquiais, pelo apoio e pelo trabalho bacana que nossos padres e parceiro ( André Lomba) estão desenvolvendo na assessoria dos encontros. Que Deus continue abençoando a todos nós!

Nesse segundo encontro de formação, catequistas e coordenadores participaram da formação, nas seguintes paróquias:

Área 1: Água Boa, Santa Maria e São Sebastião do Maranhão. Aconteceu em Santa Maria, no dia 12 de março. Assessores: André Lomba e Pe. Dilton;

Área 2: São João, Peçanha, Paulistas, São José do Jacuri, Coluna e São Pedro- Cantagalo e Frei. O Encontro aconteceu em Peçanha, no dia 12 de março. Assessor: Pe. José Aparecido dos Santos.

Área 3: Joanésia e Braúnas. Aconteceu em Braúnas, no dia 12 de março. Assessor: Pe Osmar,

Área 4: Conceição do Mato Dentro, Morro do Pilar e Santo Antônio do Rio Abaixo – Córregos e Tapera. Aconteceu em Conceição, no dia 19 de março. Assessor: Pe Valter.

Área 5: Área Sant’Ana: Ferros, Senhora do Porto, Dom Joaquim, Dores _ Carmésia. Aconteceu em Ferros, no dia 19 de março. Assessor: André Lomba.

Área 6: Área Guanhães (São Miguel e Nossa Senhora Aparecida), Virginópolis e Divinolândia. Aconteceu em Virginópolis, no dia 19 de março. Assessor: Pe. Hermes.

Área 7: Rio Vermelho, Materlândia, Sabinópolis _Euxenita. Aconteceu em Sabinópolis, no dia 12 de março. Assessor: Pe. Eduardo Dornelas.

Coordenadores de quase todas as paróquias participaram dos encontros. Só não comparecerem coordenadores de apenas uma paróquia. Queremos contar com eles no III Encontro de Formação em abril.

Os catequistas,  através de comentários estão demonstrando que estão muito satisfeitos com o trabalho desenvolvido por todos os assessores.

  Pela equipe: Eliana Alvarenga

Abaixo,  depoimentos de André Lomba , comentário de Pe Hermes e fotos enviados por coordenadores:

“Bendito seja o Deus da vida e da vocação que neste dia da Solenidade de São José,  patrono da Igreja, concedeu aos catequistas representantes das comunidades paroquiais da área Santana (Dom Joaquim, Senhora do Porto, Dores de Guanhães, Carmésia e Ferros), a graça de darem o segundo passo no fecundo percurso de formação  catequética.  Foi uma experiência muito rica para todos nós! Novos conhecimentos, novas expectativas, novos sonhos.

Com entusiasmo e esperança continuamos nosso itinerário de iniciação cristã; catequese com inspiração catecumenal, vivencial, celebrativa e missionária.  Coube a mim a missão de puxar a conversa! Uma primeira palavra foi de gratidão e reconhecimento pela vocação de cada catequista que está dando sua resposta ao chamado de Deus; ao buscar formação e renovar sua espiritualidade na abertura a ação do Espírito diante dos desafios e oportunidades do tempo presente.

Continuamos nosso caminho apreciando, num primeiro momento, o estudo feito pelo Pe. Vanildo Paiva sobre o modelo catecumenal, com algumas características essenciais: Cristo no centro da catequese que nos convida a mergulhar em seu mistério. “Há uma relação íntima entre a fé, a celebração e a vida. O mistério de Cristo anunciado na catequese é o mesmo que é celebrado na liturgia para ser vivido”.[1] Fazemos a experiência do mistério participando da vida da comunidade, celebrando a Palavra e a Eucaristia, e atuando como missionários na caridade e na solidariedade fraterna como nos ensina Jesus de Nazaré que viveu acolhendo, amando e servindo a todos, especialmente os pobres e excluídos.

Num segundo momento, por fim, tivemos a oportunidade de estudar um pouco o texto do Pe. Domingos Ormonde sobre o catecumenato, com ênfase na dimensão ministerial da Igreja. Aí está a beleza da comunidade; somos muitos, somos diferentes, mas todos têm espaço e são indispensáveis enquanto membros do corpo místico de Cristo na comunidade cristã.

Além do conteúdo teórico acadêmico, conduzidos pelo Espírito, experimentamos o próprio Cristo em cada abraço, cada sorriso, cada gesto de afeto, de doação, de alegria; de partilha de vida. Estamos juntos! Partilhamos as angústias e desafios, mas principalmente partilhamos da mesma alegria e da mesma esperança. Menos curso, mais percurso! Caminhemos com “os olhos fitos no Senhor!”

 André Lomba

Pe Hermes, através de uma ligação, fez o seguinte comentário a uma das coordenadoras:

Pelo tempo que não atuava, ele não imaginava que seria tão correspondido, questionado e por ter conseguido transmitir o conteúdo. Como estavam presentes, catequistas que não participaram do Primeiro Encontro, ele iniciou fazendo uma memória, depois deu continuidade. Por ele, há um tempo, atuando em outra missão , na Diocese, como Procurador, ele havia se esquecido de como era “gostoso”, este trabalho de formação de pessoas. Ele disse ainda, que foi muito bom, pois a participação dos catequistas , o enriqueceu bastante.

Curta Nossa Fanpage:

Empresas que possibilitam este projeto: