Férias

Nas férias, com o acompanhamento dos pais, crianças e adolescentes podem ser beneficiados por meio da leitura. Livros, com temas atraentes e de linguagem adequada para cada idade, garantem diversão/lazer.

frias

Com o início das férias cessa-se a obrigação  dos pais de encaminharem os filhos à escola. E agora José?… O que crianças e adolescentes, com tanta energia, farão? Ficarão só no uso do computador, do tablet ou do celular?… Ou!…

Ou seria um período de se estabelecer novos laços sociais?…

Como é sabido, os estilos de família vêm mudando, mas a “estrutura familiar” permanece. E a educação, a maior arte, e, sem receita,  continua a ser responsabilidade da família, a qual, por várias razões, deve ser “planejada pelos pais”.

Nas férias, com o acompanhamento dos pais, crianças e adolescentes podem ser beneficiados por meio da leitura. Livros, com temas atraentes e de linguagem adequada para cada idade, garantem diversão/lazer.

A arte, segundo  Fischer ( A necessidade da arte, p. 247 – 254),  como meio de identificação do homem com a natureza, com os outros homens e com o mundo, como meio de fazer o homem conviver e sentir como os demais, com tudo o que é e com tudo o que está para ser, está fadada a crescer na mesma medida em que cresce o homem.  Neste período, que bom seria o encaminhamento das crianças e dos adolescentes para a pintura, a música, a natação, a dança, o futebol, o voleibol, para os jogos educativos como  golf,  xadrez,  dama, rouba bandeira, queimada, peteca .

Através da leitura, o homem desenvolve a inventividade, a imaginação, além de adquirir cultura, conhecimentos e valores morais e éticos. E, através da arte, estes mesmos desenvolvimentos acontecem, além da sociabilidade e prazer.

 

Artigo de Ilza Maria de Pinho Tavares
Psicanalista e Mestre em Ciências da Educação
Sabinópolis/MG

Imagem: Reprodução/Internet.

Curta Nossa Fanpage:
Faça sua inscrição:

Empresas que possibilitam este projeto: