Sobre vidas e ministério

Em nossa Igreja diocesana, os padres têm se comprometido, na contramão de uma sociedade cada vez mais pessimista, pautada pelas crises de todo tipo, a contribuir com os fiéis nesta aventura em reconquistarem a esperança, os valores éticos, a convivência comunitária e religiosa.

Pe. Saint Clair - Foto: Rádio Vida Nova FM.

Pe. Saint-Clair Ferreira Filho – Foto: Rádio Vida Nova FM.

Alguns profissionais têm enfrentado insegurança e várias dificuldades em suas áreas de trabalho. Exemplos não faltam. Muitos são os estudantes que iniciam determinado curso e no meio do caminho abandonam tudo em busca de algo que os motive, ofereça segurança financeira e, acima de tudo, satisfação pessoal.

Nenhuma profissão será um sucesso se quem estiver assumindo aquela tarefa não entregar-se verdadeiramente, buscando formação, estabelecendo metas, planejando, possuindo foco. E, mais do que tudo isso, conhecendo bem a causa para a qual está se dirigindo, ao tornar-se um profissional.

A vocação ao ministério ordenado, na Igreja Católica, não é diferente. Os padres e bispos são os responsáveis pelo cuidado pastoral da comunidade cristã. Tornam-se, uma vez ordenados, ministros da palavra, ministros dos sacramentos, e exímios formadores da comunidade cristã, constituída a partir da Eucaristia e da Palavra de Deus (cf. Decreto Presbyterorum Ordinis, sobre o ministério e a vida dos sacerdotes).

Uma tarefa árdua e que exige do presbítero doação total, fé e muita esperança. Alimentados pelo amor de Deus, os padres orientam os fiéis em muitas dimensões da existência humana. A responsabilidade é sim pastoral, mas ético-moral, educacional, espiritual, afetiva.

Em nossa Igreja diocesana, os padres têm se comprometido, na contramão de uma sociedade cada vez mais pessimista, pautada pelas crises de todo tipo, a contribuir com os fiéis nesta aventura em reconquistarem a esperança, os valores éticos, a convivência comunitária e religiosa.

Parabéns, padre Saint-Clair, das várias conversas que tivemos, muitas inspiraram e iluminaram meus caminhos!

Luís Carlos Pinto
Professor da educação básica

A Palavra do Pastor
O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

O chamado divino e a nossa resposta – Homilia – Segundo Momingo do Tempo Comum ( Ano B)

Deus nos chama para que anunciemos a Sua Palavra e não a nós mesmos, porque nisto consiste a vocação do...
Read More
Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Viver o Batismo é seguir os passos de Jesus- Homilia para o Domingo do Batismo do Senhor-Ano B- Dom Otacilio 

Com a Liturgia da Festa do Batismo do Senhor (ano B), refletimos sobre a revelação de Jesus Cristo, o Filho...
Read More
Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Sejamos um sim a Deus e ao Seu Projeto de Salvação! Homilia – 4º Domingo do Advento do Ano B

Com a Liturgia do 4º Domingo do Advento (ano B), damos mais um passo fundamental nesta caminhada de preparação para...
Read More
Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

Confiança, esperança e alegria no Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Advento – Ano B

“João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.” Ao celebrar o 3º Domingo do...
Read More
Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Advento: vigilância ativa e efetiva – Homilia de Dom Otacilio – Primeiro Domingo do tempo do Avento Ano B

Com o primeiro Domingo do Tempo do Advento (ano B), seremos convidados à vigilância, numa frutuosa preparação para o Natal...
Read More
Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Alegres e convictos Servidores do Reino – Homilia e reflexões de Dom Otacilio para o XXXIII Domingo do Tempo Comum (Ano A)

  Alegres e convictos Servidores do Reino (Homilia - XXXIIIDTCA) A Liturgia do 33º Domingo do Tempo comum (Ano A),...
Read More
Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Permaneçamos vigilantes – XXXII do Tempo Comum do Ano A.

Com a Liturgia, do 32º Domingo do Tempo Comum (Ano A), refletimos sobre a necessária vigilância ativa na espera do...
Read More
O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

O Ministério do padre na hora mais difícil: a morte.

Finados: dia de recolhimento, oração e contemplação de nossa realidade penúltima, a morte; fortalecimento na fé sobre nossa realidade última,...
Read More
Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

Bem-Aventuranças vividas, Santidade alcançada (Homilia Festa de todos os santos e santas)

  A Solenidade de todos os Santos abre nosso espírito e coração às consequências da Ressurreição. Para Jesus, ela foi...
Read More
Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois amores inseparáveis – 30º Domingo do Tempo Comum (Ano A)

Amor a Deus e ao próximo, dois Amores inseparáveis O Mandamento do Amor é a essência da vida cristã Com...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: