Vai Missionário!

Às vezes a despedida de uma comunidade é dolorida, para aquele que vai e para aqueles que ficam. Por outro lado a alegria do Evangelho e a força do Espírito Santo robustecem a todos no sentido de entenderem a necessidade de se fazer o Cristo presente e amado em todos os cantos da terra.

Foto: Reprodução - Internet.

Foto: Reprodução – Internet.

A cada dia que passa me convenço que a Missão, que é de Deus, não pode ficar parada. Nesta dinâmica da Missão em que o essencial é o “servir” o missionário deve colocar-se sempre pronto para o anúncio sem criar obstáculos a fim de ficar na comodidade de sua paróquia. É o Senhor que nos chama, é o Senhor que nos envia. O Papa Francisco em sua Mensagem para o dia Mundial das Missões 2015, assim escreve: “A dimensão missionária, que pertence à própria natureza da Igreja, é intrínseca a todas as formas de vida consagrada, e não pode ser negligenciada sem deixar um vazio que desfigura o carisma. A Missão não é proselitismo ou mera estratégia; a missão faz parte da ‘gramática’ da fé, é algo imprescindível para quem escuta a voz do Espírito que sussurra ‘vem’ e ‘vai’. Quem segue a Cristo se torna missionário e sabe que Jesus ‘caminha com ele, fala com ele e respira com ele. Sente Jesus vivo junto com ele no compromisso missionário” (EG, 266).

Mais uma vez ouço o chamado e me deixo enviar. Com pouco mais de 18 anos de padre, assumo a 11ª paróquia em nossa diocese de Guanhães e por 9 meses uma Paróquia em Moçambique, na África. Retomando mais uma vez o Papa Francisco ele vai nos dizer: “… quem, pela graça de Deus, acolhe a missão, é chamado a viver de missão. Para essas pessoas, a proclamação de Cristo nas várias periferias do  mundo se torna o modo de como viver o seguimento a Ele e a recompensa de muitas dificuldades e privações. Toda tendência que desvia dessa vocação, mesmo que acompanhada por motivos nobres relacionados com as muitas necessidades pastorais, eclesiais e humanitárias, não é coerente com o chamado pessoal do Senhor para servir o Evangelho…”(Mensagem para o dia Mundial das Missões 2015).

Portanto, de que valeria o meu ministério sacerdotal senão para ser colocado a serviço do Evangelho? Não tenho medo de desinstalar-me, até porque o Evangelho não é estático e a missão de anunciá-Lo é de todos nós batizados. “… não deixem que lhes roubem o sonho de uma missão verdadeira, de doar-se ao seguimento a Jesus que requer o dom total de si”.(Papa Francisco).

Às vezes a despedida de uma comunidade é dolorida, para aquele que vai e para aqueles que ficam. Por outro lado a alegria do Evangelho e a força do Espírito Santo robustecem a todos no sentido de entenderem a necessidade de se fazer o Cristo presente e amado em todos os cantos da terra. Um Missionário vai, outro missionário vem e assim vamos cumprindo a nossa missão de evangelizar renovando sempre em nós o ardor missionário recebido no nosso batismo quando o próprio Cristo nos entrega a Sua missão.”Portanto, vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos…” (Mt 28,19).

Que São Francisco Xavier e Santa Terezinha do Menino Jesus, patronos da Missão, nos ajudem a nos colocarmos cada vez mais a serviço do Evangelho de Jesus Cristo e de nossos irmãos, sobretudo dos que mais sofrem.

Pe. Dilton Maria Pinto
Assessor da Dimensão Missionária da Diocese de Guanhães.

A Palavra do Pastor
A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

A comunidade do Ressuscitado – Homilia – 2º Domingo da Páscoa Ano B

Com a Liturgia do 2º Domingo da Páscoa (ano B), também chamado de “Domingo da Misericórdia”, à luz da Palavra...
Read More
O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Cristo Ressuscitado caminha conosco! Aleluia!

O Ano Litúrgico (ano B), começa com a quarta-feira de cinzas, e com ela o início do itinerário quaresmal, e...
Read More
Domingo de Ramos:  Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

Domingo de Ramos: Jesus elevado na Cruz para nos elevar – Homilia – Dom Otacilio F. de Lacerda

"Meu  Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"  (Mc 15,34) No Domingo de Ramos (ano B), refletimos sobre o Amor de...
Read More
“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

“Deus merece que sejamos melhores” – Homilia – Quarto Domingo do Tempo Quaresmal – Dom Otacilio – Ferreira de Lacerda

A Liturgia do 4º Domingo da Quaresma (Ano B) é conhecida como Domingo “Laetare”, ou seja, Domingo da alegria, devido...
Read More
A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

A cidade, seus clamores e a missão Presbiteral – Dom Otacilio F. de Lacerda

As grandes cidades enfrentam os inúmeros problemas de nosso tempo, principalmente porque vivemos em mudança de época, muito mais do...
Read More
Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Uma religião agradável ao Senhor – Homilia – Terceiro Domingo do Tempo Comum – Ano B

Com o 3º Domingo da Quaresma (ano B), damos mais um passo no Itinerário rumo à Páscoa do Senhor. Podemos...
Read More
A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

A Glória é precedida pela Cruz – Homilia – Segundo Domingo do Tempo Quaresmal – Ano B

O segundo Domingo da Quaresma (ano B), identificado como “O Domingo da Transfiguração do Senhor”, é um convite a escutarmos...
Read More
Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

Evangelização e acolhida do sopro do Espírito

“Ai de mim se seu não evangelizar” (1 Cor 9,16). A Evangelização na cidade tem inúmeros e grandes desafios, de modo...
Read More
“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

“Não nos deixeis cair em tentação” – Homilia do Primeiro Domingo da Quaresma- Ano B

No 1º Domingo da Quaresma (Ano C), repensamos nossas opções de vida, tomando consciência das tentações que nos impedem de...
Read More
Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

Libertos pelo Senhor para amar e servir – VI Domingo do Tempo Comum Ano B – Homilia

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse:  “Eu quero: fica curado!”. No mesmo instante  a lepra...
Read More

Empresas que possibilitam este projeto: