“Que a vivência da Ressurreição nos ressuscite e nos fortaleça em nosso compromisso com as pessoas empobrecidas e perseguidas. Somos chamados à vida plena!”

Estamos vivenciando o mistério de um Deus, que “renunciou ao direito de ser tratado como Deus. Pelo contrário, esvaziou-se a si mesmo e tomou a forma de servo… rebaixou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. Por isso Deus o elevou ao posto mais alto” (Fl 2,6-9a). A paixão de Cristo continua acontecendo na vida dos pobres do mundo inteiro, que são vilipendiados pelos imperialismos. Que a solidariedade de Deus, por meio de Jesus Cristo, nos inspire a sermos solidários com todas as pessoas que sofrem, em especial com as/os cristãs/aos que sofrem perseguição em cerca de 50 países, atingindo, segundo a ONU, 250 milhões; cerca de 90 mil cristãos já foram mortos por não renegarem a sua fé. Mas, a força da vida é maior do que morte e ressurge, mesmo nas adversidades e com mínimas condições. Que a vivência da Ressurreição nos ressuscite e nos fortaleza em nosso compromisso com as pessoas empobrecidas e perseguidas. Somos chamados à vida plena!

 Sexta feira da Paixão
  Maria Antônia Marques

Comentários

Comentários

Empresas que possibilitam este projeto:
Facebook: